terça-feira, 8 de dezembro de 2020

Campanha Dezembro Laranja foca nas crianças para estimular a fotoproteção desde a infância

 


Este ano, o Dezembro Laranja, campanha de prevenção e combate ao câncer de pele, tem foco nas crianças, tendo elas como porta-vozes para chamar a atenção para o tema e a importância de não subestimar a doença e levar em consideração medidas de fotoproteção desde a infância. Dois conhecidos da galerinha, os irmãos e influenciadores digitais Maria Clara e JP são os embaixadores da campanha e convidam os pequenos a conscientizarem suas famílias, amigos e seguidores das redes sociais sobre os riscos da doença, como preveni-la, fatores de risco e tratamentos disponíveis.

Em 2020, os números de câncer de pele no Brasil são preocupantes: 177 mil novos casos de não melanoma e 8,4 mil novos casos de câncer melanoma.  O câncer de pele corresponde a 27% de todos os tumores malignos no país, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

A campanha Dezembro Laranja de 2020 destaca ainda que os hábitos de exposição solar na infância são capazes de influenciar tanto no envelhecimento quanto no desenvolvimento do câncer de pele. Por isso, é importante que os pequenos tenham conhecimento, desde cedo, da necessidade de cuidar da pele a partir de hábitos de fotoproteção.

Entre esses hábitos estão o uso de óculos de sol e blusas com proteção UV, bonés ou chapéus, preferir a sombra, evitar a exposição solar entre 9h e 15h e utilizar filtro solar com FPS igual ou superior a 30, reaplicando a cada duas horas ou sempre que houver contato com a água. É sempre importante ressaltar que a exposição solar exagerada e desprotegida ao longo da vida, além dos episódios de queimadura solar, são os principais fatores de risco do câncer de pele.

Pintas que crescem, manchas que aumentam, sinais que se modificam ou feridas que não cicatrizam devem sempre causar preocupação, pois podem revelar o câncer de pele. O diagnóstico precoce, como em qualquer tipo de câncer, é fundamental para o tratamento e cura da doença.

A campanha #DezembroLaranja é realizada há sete anos a Sociedade Brasileira de Dermatologia como forma de convocar e engajar a população nessa causa. Por isso alerta que é fundamental conversar com filhos, sobrinhos, netos, crianças e adolescentes sobre medidas para evitar exposição solar desprotegida e prevenir as queimaduras solares na infância é essencial para a prevenção da doença no futuro. Se essas medidas são ensinadas ainda quando são pequenos, na fase de aprendizado, certamente ficarão por toda vida.


Beijos!


Siga nosso Instagram @conversinhademae