sábado, 21 de janeiro de 2017

Todo cuidado, sempre!

A notícia da morte de um bebê de um ano, essa semana aqui em Aracaju, depois que um aparelho de televisão caiu sobre ele, certamente deixou todos estarrecidos. A gente não consegue mensurar a dor que essa mãe está sentindo, por saber que seu filho morreu por causa de um acidente ocorrido dentro de casa. A informação é que, possivelmente, a criança tenha puxado o fio do televisor que estava em cima de um móvel e o aparelho (daqueles grandes, ainda de tubo) caiu sobre ela, que sofreu traumatismo craniano e não resistiu.

Acidentes são hoje a principal causa de morte de crianças de um a 14 anos no Brasil. São aproximadamente 4,5 mil crianças dessa faixa etária que, todos os anos, morrem e outras 122 mil são hospitalizadas devido a essas causas no país. Esses dados e esse caso local só vêm reforçar a necessidade de a gente estar sempre atenta para evitar que acidentes dessa natureza aconteçam e continuem vitimizando nossas crianças. Já falamos sobre esse assunto aqui, mas, como disse, nunca é demais reforçar a necessidade de pequenos cuidados que fazem muita diferença.

- Procure oferecer às crianças menores brinquedos fortes e inquebráveis; evite os que tenham partes pequenas, que oferecem risco de sufocação

- Não deixe ao alcance de crianças objetos cortantes, pontiagudos ou pequenos, que possam ser engolidos.

- Para evitar asfixia, evite cobertores pesados e travesseiros fofos. Fios, cordões e sacolas plásticas também são um perigo pois podem causar sufocação.

- Não deixe produtos de limpeza e remédios ao alcance das crianças; tranque-os em armários ou coloque-os em locais altos, de difícil acesso.

- Evite fios elétricos soltos e coloque proteção nas tomadas. Os cabos de eletrônicos devem sempre estar longe do alcance dos pequenos, mesmo quando desligados

- Proteja escadas, janelas e cantos pontiagudos de móveis.

- Cozinha e banheiro não são locais adequados para crianças. Dificulte o acesso delas.


- Evite a aproximação da criança de fogão, ferro elétrico e aquecedores.

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

Nenhum comentário:

Postar um comentário