sábado, 26 de novembro de 2016

Filharada de férias. O que fazer?

Aqui em casa as meninas já estão de férias há uma semana. E por aí já tem criança fazendo bagunça em casa também? A verdade é que, se ainda não estão de folga, em breve todas estão de férias e aí surge a dúvida: o que fazer com essas crianças por quase dois meses em casa, principalmente se você não tiver de férias? Mas, antes de arrancar os cabelos, sugiro dar uma olhada nessas opções que trazemos hoje. São algumas colônias de férias que vão acontecer aqui na cidade. E nas próximas semanas vamos trazer outras opções de diversão para a garotada.

Colônia de Férias Press Start
Uma opção de colônia de férias num local diferenciado é a da Press Start. A programação promete muita diversão, aprendizado e segurança. A primeira semana já teve início na última segunda, dia 21. Mas a colônia segue até 23 de dezembro, das 13h às 18h, com uma programação voltada para crianças de 03 a 12 anos. As vagas são limitadas e com lanche incluso. O valor por semana é R$ 200. Informações: 99805-8838 e 3027-0907

Férias com Tia Cata
A Cultura Inglesa da avenida Jorge Amado será o palco da Colônia de Férias da Tia Cata, que tem início agora dia 28 e segue até dia 09/12. Voltada para crianças de 2 a 12 anos, o local terá caça ao tesouro, oficina de artes, teatro infantil, futebol, culinária, desfile infantil, parquinho, teatro e muito mais. Outras informações pelo 99881-8575.

Colônia de Férias de Verão Tio Edson
Com futebol, jogos populares, circuito de brincadeiras, torta na cara, cineminha, piscina, entre outras atividades, essa colónia de férias acontece de 05/12 a 16/12, para crianças a partir dos 7 anos. A colônia acontece na rua Delmiro Gouveia, 1592, na Coroa do Meio, das 7h30 às 11h. Uma semana é R$ 200 e as duas semanas, R$ 350. Mais informações com Flávia, no 99921-6080.

Espaço Criança
A Colônia de Férias do Espaço Criança acontece nos meses de novembro, dezembro e janeiro. Entre as atividades, recreação com Tia Kakau, contação de histórias, funcional kids, show de talentos, pintura, karaokê, cine pipoca, oficina de artes, entre outras. Mais informações com a Tia Kakau (98810-4043) ou Tia Nana (99941-1666).

Colônia de Férias Clínica Afetus
A Colônia de Férias especializada Clínica Afetus pretende oferecer às crianças mais que recreação, mas também atividades de estimulação infantil diferenciada coordenadas por uma equipe multidisciplinar da clínica, como fisioterapeuta, psicólogo, nutricionista, psicoterapeuta, nutricionista e terapeuta ocupacional. A primeira semana da colônia tem início nessa segunda, dia 28. A última tem início dia 19 de dezembro. Mais informações pelos telefones 3027-6776 / 98849-8490 / 99854-8490.

Colônia de Férias Dona Cegonha
De 12 de dezembro a 06 de janeiro acontece a colônia de férias do Dona Cegonha. Voltada para crianças de 3 meses a 4 anos, a programação prevê oficina de culinária, argila e sucata, festa a fantasia, brincadeiras populares, teatro, caça ao tesouro, pintura facial, aniversário de bonecos. Os pais têm a opção de um turno (manhã das 7h às 12h ou tarde das 13h às 17h) ou integral (das 7h às 17h) com almoço. Mais informações no 3023-5252.

Colônia de Férias Arca de Noé

Já está a todo vapor a Colônia de Férias da Arca de Noé Berçário. Com cinema com pipoca, artes, leitura de histórias infantis, teatro de fantoches, banho de banheira e piscina, jogos de boliche, futebol e basquete, pula-pula, dia do brinquedo e aniversário de boneca, a programação está super-recheada de atrações. E segue até o dia 27 de janeiro. Informações e valores no 3085-6727 ou 99133-3744.

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Insegurança: como ajudar as crianças nessa situação

O crescimento da violência tem feito com que as pessoas se sintam cada vez menos seguras. Lamentavelmente, todos os dias temos vivido ou tomado conhecimento de situações de violência, seja contra nós mesmos, pessoas próximas, conhecidos ou através dos telejornais. A sensação de insegurança é grande! E isso tem forçado as famílias a mudarem um pouco sua rotina. Mas, e as crianças, como ficam em meio a isso tudo?

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Aracaju recebe competições oficiais de ginástica rítmica, com atletas olímpicos

A alteta Morgana Gmach estará na competição
Os amantes da ginástica rítima de Sergipe vão poder ver de pertinho importantes competições da modalidade. É que o ginásio de esportes do Instituto Federal de Sergipe (IFS), em Aracaju, será palco do Campeonato Brasileiro Caixa Juvenil e Adulto e a Copa Brasil de Conjuntos das mesmas categorias. As competições começam nessa quinta-feira, dia 17, até o sábado, dia 19. No domingo, será a vez da II Etapa Caixa de Ginástica Rítmica Adulta. O público da capital sergipana terá a oportunidade de assistir de perto o desempenho de grandes atletas da modalidade.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Decoração: um Natal mais rústico

Esse ano, a decoração natalina chegou bem mais cedo às lojas. Antes mesmo de passar o Dia das Crianças já via em algumas lojas artigos sendo vendidos. Seja pela crise ou porque as coisas estão todas adiantadas mesmo, o fato é que esse ano não estava disposta a montar uma decoração igual à dos outros anos.

Fiquei pensando, pensando e cheguei à conclusão: moro no Brasil, no Nordeste, em Sergipe, um estado em que nessa época do ano faz um calorzão danado. Não fazia muito sentido está usando decoração com boneco e floquinhos de neve, tanto dourado e cores laminadas. Queria fazer uma coisa mais rústica, que fosse a cara da minha terra, a minha cara!

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Como se prevenir das doenças da primavera/verão

O tempo está mais bonito, ensolarado, os finais de semana pedem mais ar livre, banho de praia, de piscina, diversão, mas todo esse clima favorece também a ocorrência de algumas doenças mais “típicas” da primavera/verão. Quem tem filho pequeno já percebeu o aumento dos casos de catapora, conjuntivite e algumas viroses nas últimas semanas, não é mesmo. É assim todos os anos!

Segundo a pediatra Kércia Alcântara Silva, os vírus podem causar diversas doenças, como sarampo, catapora, dengue, resfriados, conjuntivites, gripes, problemas intestinais, lesões de pele e até meningites. “Quando não é possível identificar o vírus específico, costuma-se chamar de ‘virose’. As crianças são mais susceptíveis a estas infecções por não terem um sistema imunológico totalmente desenvolvido”, explicou.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Fazendo a Festa: Artes com Maria

Os cinco anos da Maria Catherine, filha da cantora Aline Barros e Gilmar Santos foi comemorado com um tema bem legal: “Artes com a Maria”.

Muito colorido em tons pastel deram o tom da festa, mais uma vez com a decoração a cargo da Letícia Melgaço (@leticiamelgacodecor). O que não faltou foram atividades para a criançada se divertir durante a festa, e muitas coisas gostosas!!!

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Como lidar com as perdas desde cedo

Se a morte não é uma situação nada fácil para nós, adultos, lidarmos, quanto mais para as crianças. Por mais que seja um familiar que já vinha doente há algum tempo, a partida de um ente querido é sempre dolorosa para todos. Mas o que fazer quando nesse contexto tem uma criança. Minha filha Beatriz tinha apenas 4 anos quando, como mãe, tive a primeira experiência com morte de algum familiar. A irmã de meu marido, a quem ela era muito apegada, ficou doente e, em apenas cinco dias de internação ela veio a falecer.

Para todos nós foi um choque, uma coisa totalmente inesperada e a primeira vez que ela teve que lidar com a perda de uma pessoa próxima querida. Sem saber como lidar com essa situação, recebemos a notícia da morte em uma noite e já na manhã do dia seguinte ela teria que ser sepultada. Como único irmão, meu marido tinha que ajudar a resolver a parte legal e não sabíamos de que forma dar a ela essa notícia. Como foi tudo muito rápido, decidimos levar ela para escola, sem falar nada e tentando não demonstrar o que estava acontecendo. Conversei com a professora que ela ainda não tinha conhecimento do ocorrido e em casa tentamos não deixar que ela soubesse.