terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Camisas e bonés com proteção UV são seguras mesmo?

Direto do túnel do tempo a ruivinha ainda quase sem cabelo, mas protegida na praia
Verãozão, calor de rachar, raios solares a toda prova e você quer curtir uma praia ou uma piscina com as crianças e daí compra uma camiseta e um boné daqueles que oferecem proteção contra raios UVA e UVB para ter certeza que os pequenos estão protegidos. Mas será mesmo que eles estão protegidos com essa vestimenta especial? Para avaliar a eficiência de camisetas e bonés fabricados com essa tecnologia, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) fez a análise de algumas marcas.

Foram analisados em laboratório 12 produtos de nove marcas diferentes, de uso infantil e adulto. Destas, duas foram consideradas não conformes, porque possuíam uma proteção menor do que a declarada. De camisetas foram testadas as marcas Mormaii, Litoraneus, Track&Field, Tribord e bonés das marcas Legionário, Litoraneus e UV Line. Dos produtos para o público infantil, apenas a camiseta Mormaii estava não conforme.

“Os resultados revelaram uma tendência de conformidade para as amostras de roupas com proteção UV disponíveis no mercado nacional. As duas marcas que demonstraram irregularidades se comprometeram a recolher todo o lote dos produtos no mercado, a fim de não trazer prejuízo à saúde e segurança de seus usuários”, comenta Isabela Alves, responsável pela Análise. Foram avaliadas camisas regatas, de mangas curtas e longas e bonés (comum e tipo legionário), todos submetidos ao ensaio de transmitância, para verificar o fator de proteção ultravioleta (UPF).

A proteção ao se expor ao sol é uma das maneiras mais eficazes de se combater o câncer. No brasil, o câncer de pele é o tipo mais frequente e corresponde a 25% de todos os tumores malignos registrados no país, causados por exposição ao sol.

Diante dos resultados, o Inmetro solicitará à Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) a elaboração de uma norma técnica brasileira capaz de definir a classificação correta do produto, além da rotulagem e dos requisitos mínimos de saúde e segurança.
“Vamos também realizar uma avaliação do impacto regulatório do produto, de forma a avaliar a conveniência e a viabilidade de desenvolver um regulamento para roupas com proteção UV”, completa Isabela.

É importante saber que ao utilizar roupas com proteção UV, sempre associe seu uso a aplicação correta do protetor solar e evite exposição ao sol das 10h às 16h. Guarda sóis, chapéus de aba larga, e bonés oferecem boa proteção solar para seus olhos, orelhas, rosto, costas e pescoço. Use protetor solar com fator de proteção igual ou maior que 15. É tomar esses cuidados e curtir esse verão de muito calor. Pelo menos por aqui!!!

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae


Com informações do Inmetro

Nenhum comentário:

Postar um comentário