sábado, 31 de dezembro de 2016

Cuidado com as crianças durante o Réveillon

Últimos instantes do ano, todo mundo já nos preparativos para a festa da virada de ano e, em meio a tanta empolgação, a gente pode esquecer de alguns cuidados com as crianças e bebês. Normalmente, o Réveillon é uma comemoração mais festeira que o Natal, que geralmente é num ambiente mais fechado e familiar. Então, se você vai passar a virada fora de casa e em um local aberto, é recomendável tomar alguns cuidados para que os pequenos se sintam bem e seguros.

Se você tem um bebezinho em casa, com certeza ele será o centro das atenções na festa que você for participar. Ele não vai entender nada e é bem possível que ainda estranhe aquele monte de gente em cima, querendo beijar, fazer gracinhas com ele ou mesmo colocá-lo no colo. Cuide para que ele não fique nesse passa passa de braço, para não ficar estressado e, antes mesmo da virada, já estar sem conseguir ficar na festa.

No caso de ter bebês ou crianças pequenas, é bom pensar muito no local em que pretende virar o ano. Festas bem animadas podem ser legais para as mamães e papais, mas será que os pequenos vão curtir mesmo? Às vezes o som alto da música e das conversas também pode estressá-los. Por isso, procure um lugar mais calmo para ficar com eles.

Hoje, a maioria dos restaurantes e das festas de Réveillon oferecem “espaço kids”. Antes de decidir por um deles, procure saber qual a real estrutura que vão oferecer para que as crianças tenham o máximo de conforto e possam estar ao lado dos pais nesse momento.

É interessante também se manter longe do local dos fogos de artifício para não assustar os pequenos na chegada do novo ano. Especialistas recomendam que, se você morar próximo a um local onde acontece queima de fogos na hora da virada, procure fechar janelas e portas para tentar abafar a intensidade do som. Ah, por algodão no ouvido da criança para amenizar o som não adianta e além do mais há o risco de um corpo estranho ficar esquecido no local.

Se seu filho já tiver uma rotina certinha de horário de dormir, é provável que ele acabe dormindo antes da meia-noite. Não adianta insistir em mantê-lo acordado. Aos primeiros sinais de que o soninho está chegando, procure colocá-lo em um local mais tranquilo, para que possa repousar.

Quem tem criança um pouquinho maior muito cuidado na hora da contagem regressiva para a chegada do novo ano. Mantenha-a pertinho de você e longe do local da queima de fogos. Não esqueça: são explosivos e há riscos. Procure de alguma forma deixar a criança com alguma identificação e com seu telefone ou endereço de casa ou de onde está hospedado. Por mais cuidado que se tenha, é melhor estar prevenido para um eventual desencontro.


Aproveite esse momento de chegada de um novo ano para ficar em família, todos juntinhos, fazer uma oração, entregar os dias do ano novo nas mãos de Deus. Proteção divina nunca é demais!!!

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

10 sugestões de decoração para mesa de Ano Novo

A poucos dias do novo ano, talvez você também esteja aí sem saber ao certo o que fazer para decorar a mesa da ceia ou de um simples jantar para receber amigos ou familiares na virada do ano. Então, para te ajudar e dar algumas ideias práticas, trazemos 10 sugestões de decoração para sua mesa de Reveillon. Espero que te inspire!
Aquele jarro transparente que você tem aí na sua casa pode ganhar uma nova cara sendo decorado com frutas, água e algumas flores de sua preferência. Esses com rodelas de laranja ou pequenos limões e alguns tipos de flores mesclados com folhagens podem ser o centro da sua decoração.
Seguindo essa mesma proposta, algumas taças também se transformam em pequenos arranjos
E que tal a carcaça daquele abacaxi que você vai usar a polpa para as delícias da noite servir como um jarro para um belo arranjo de flores? Decoração bem tropical, hein!
Os potes também podem ser utilizados na decoração
Garrafas vazias podem receber alguns arranjos e plaquinhas com desejos de bons sentimentos para 2017
Taças (dos mais variados tipos) podem se transformar em belos castiçais. O detalhe desses aqui são as lentilhas, alimento associado à sorte financeira
Aquelas garrafas vazias que você tem pena de desapegar porque acha que mais cedo ou mais tarde iria usá-las enfim podem dar o ar da graça na sua mesa de Ano Novo. Basta dar uma nova cara com tinta spray em tons dourados e até mesmo um pouco de glitter
Aproveite aqueles famosos bombons de avelã que você ganhou no Natal e ainda não devorou para decorar algumas taças e deixar a mesa de Reveillon com um "tchan" especial. Uns toppers com desejo de bom ano novo darão um charme especial
Letras e números de papelão decorados com dourado podem dar um bom painel de Ano Novo. Você pode lançar mão de glitter, papel laminado ou mesmo paetê

E então, deu para se empolgar? Espero que tenham gostado das nossas dicas.

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)


Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

Fotos: Pinterest

domingo, 18 de dezembro de 2016

Férias escolares: vamos passear em casa?

Não falei que voltava para trazer mais dicas de férias? Então, a coluna essa semana vai dar mais algumas sugestões. E antes que se assuste com o título acima, não vou sugerir que você pegue a garotada e faça um tour pela sala, cozinha, banheiro, quartos... Não é nada disso. Mas já pensou em aproveitar as férias para conhecer (ou revisitar) alguns espaços aqui mesmo em Sergipe, em Aracaju, mostrando as coisas boas que temos na nossa casa? Afinal, pra ser férias não precisa ter, necessariamente, viagem! Espero que gostem das dicas.

Museu da Gente Sergipana
Se tem um local nessa cidade em que pulsa nossa cultura e tradição, esse lugar é o Museu da Gente Sergipana. Mas, se quem nunca foi acha que vai encontrar lá só coisas antigas, empoeiradas contando a nossa história, está bem enganado. A tecnologia está presente em cada pedacinho do museu. Se prepare para interagir em todos os seus espaços. Lá você vai conhecer mais sobre a linguagem típica do sergipano, sua culinária, cultura, economia, turismo, artesanato, entre tantas outras coisas. O museu fica localizado na Av. Ivo do Prado, 398, Centro, e funciona de terça a sexta, das 19h às 16h, e nos sábados, domingos e feriados das 10h às 15h. Nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de Janeiro o local estará fechado.

Orla de Atalaia
Que tal dar uma de turista e ir curtir os encantos da nossa Orla? Pode ser para uma caminhada, um passeio de bicicleta, um piquenique nos gramados próximo aos lagos ou mesmo para brincar no Maravilhoso Mundo da Criança, tirar fotos no caranguejo gigante ou no monumento que declara seu amor por Aracaju, na região dos arcos. O certo é que esse ambiente próximo ao mar oferece várias possibilidades de passeios. E o que é melhor, sem pagar nada para isso.

Oceanário de Aracaju
Também na Orla, você pode levar as crianças para visitar (ou voltar ao) Oceanário de Aracaju. O local possui cerca de dezenas de espécies marinhas diferentes, todas nativas de Sergipe, expostas em aquários, o maior deles, o aquário oceânico, fica localizado na entrada e possui 150 mil litros, com aproximadamente 30 espécies, incluindo arraias, tubarões, moreias, Os visitantes podem ainda participar do momento da alimentação dos tubarões, que acontece sempre às 16h30. Os mais corajosos não vão querer perder essa parte do passeio. O Oceanário está aberto de terça a domingo e nos feriados, das 9h às 21h. Informações sobre valores de ingressos no 3243-3214.

Parque Aquático Timbó
Localizado a 50km de Aracaju, no município de Salgado, o parque aquático está numa área de preservação permanente e tem uma grande área verde, com muita água corrente e natural onde seus frequentadores podem desfrutar do turismo ecológico, rural e de aventura. Piscina, toboáguas, trilha ecológica, rampa deslizante, tirolesa seca e molhada, pesque e pague e passeio de cavalo são algumas das várias opções do local. O parque funciona aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h. Mais informações pelos telefones 79 99972-2835 / 99950-9394 / 99134-6500.

Parque da Cidade
Se o dia não estiver tãããão quente, sugiro fazer um passeio até o Parque da Cidade. Gosto do local, mas confesso que nos dias de calor intenso me causa incômodo, embora seja uma área de reserva de Mata Atlântica. O local é convidativo a um piquenique em família e você ainda pode dar uma volta pelo zoológico que reúne cerca de 400 animais de diversas espécies. Há ainda o teleférico, para quem quiser avistar nossa Aracaju do alto. O parque funciona de terça a domingo, incluindo feriados, a partir das 6h e o zoológico abre às 9h.

Parque da Sementeira
Esse é outro espaço de lazer bem legal para curtir com a criançada. Dá para descansar, andar de bicicleta, fazer esportes, piquenique, enfim curtir a natureza. Lá dentro, você acaba perdendo a noção de que está no meio da cidade, de tão agradável que é. Aberto sempre a partir das 6h.

Parque Aquático Boa Luz

Maior complexo de turismo rural do Nordeste, este parque está localizado no meio das serras de Itabaiana e Laranjeiras. Tenha certeza que a criançada vai amar a estrutura de lazer oferecida pela Boa Luz, como parque aquático temático, toboáguas, playground molhado e piscina de ondas. Tem ainda zoológico e fazendinha. O parque está aberto de sexta a domingo e também feriados. Através do 79 3281-4848 dá pra consultar horários de funcionamento.

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)


Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Diabetes infantil: assusta, mas dá para viver com qualidade

Estima-se que, no Brasil, mais de 10 milhões de pessoas vivam com diabetes, segundo dados da Sociedade Brasileira de Diabetes. Muitas delas ainda são crianças. A diabetes tipo 1 é a mais comum entre as crianças e jovens. Em vários desses casos, a descoberta da doença é difícil e demorada. Max David não tinha completado 3 anos, quando a mãe, Andréia Kruger, descobriu, depois de muita insistência, o que realmente seu filho tinha.

Foi uma intensa maratona e não seria exagero dizer que foi graças a seu instinto materno que a diabetes foi descoberta a tempo de ele ter tido consequências mais graves. Ela relata que já eram duas semanas percorrendo todos os hospitais particulares da cidade e vários pediatras e o diagnóstico era sempre o mesmo: infecção urinária. O garoto estava tendo incontinência frequente e perda de peso. Andréia decidiu procurar outro médico e continuou sendo tratado, durante 2 semanas, como sendo incontinência.

“Mas eu estava muito inquieta quanto ao diagnóstico. Até que um dia, na saída do prédio, bati meu carro no de uma mulher. Ela me falou que estava com pressa porque a filha era diabética tipo 1 e ela não podia ficar muito tempo. Até então, não sabia o que era diabetes tipo 1”, relatou. A partir disso, Andréia começou a pesquisar e estudar sobre a doença.

Em mais uma ida ao hospital, novamente a plantonista disse que o menino estava com infecção urinária e iria passar um soro, mas Andréia não aceitou e pediu para medir a glicemia, no entanto a médica se recusou. Mesmo a mãe argumentando que queria saber se o filho tinha algo mais grave, a médica continuou irredutível. “Ele já estava pálido e com muita incontinência. Pedi para que outro profissional atendesse ele. Veio outra médica de plantão e pedi que fizesse a glicemia para saber se tinha diabetes tipo 1, porque o avô dele tinha falecido com diabetes”. Depois de muita insistência, foi feito o exame.

Para surpresa de todos, a glicemia do Max estava bem acima do tolerável e, já em pré-coma, ele foi direto para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Foram 12 dias de internamento e muitas mudanças repentinas na rotina dele e de toda família. “Quando uma mãe sabe que seu filho é diabético tipo 1 de uma forma agressiva como fiquei sabendo, ele com apenas 3 anos, é como se a terra tivesse te engolindo”, contou. Mas Andreia teve que ser forte para passar força e segurança para o Max David.

O que é
De acordo com informações do Departamento de Endocrinologia Pediátrica da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a diabetes tipo 1 é a que mais acomete crianças e adolescentes. Ele é uma doença autoimune causada pela produção de anticorpos que levam à destruição das células do pâncreas que produzem insulina. Por isso, a pessoa portadora desse tipo de diabetes necessita do uso de insulina para mantê-lo controlado. Por conta disso, como o açúcar que não pode entrar nas células devido à falta de insulina vai aumentando sua quantidade no sangue (hiperglicemia) até chegar a um ponto em que o excesso tem de ser colocado pra fora pela urina. E aí as consequências vêm em cadeia: a pessoa passa a urinar várias vezes e em muita quantidade, tem mais sede, perda de peso (pois as células não podem usar o açúcar e o organismo usa a gordura em substituição, embora tenha muita fome.
Andreia e Max David: parceria para enfrentar a diabetes
A vida da família de Max David deu um giro de 360º depois da descoberta da diabetes. Andréia passou a pesquisar tudo sobre a doença, para saber como lidar e como possibilitar a melhor qualidade de vida para seu filho. Foram mudadas rotina e alimentação, para controlar a glicemia dele. Precisou mudar de escola para encontrar uma disposta a possibilitar ao garoto um dia a dia normal de uma criança, mas com os cuidados que ele requer.

Segundo Andréa, conviver com a doença não é fácil. “É uma bomba-relógio. Você acordar seu filho dando ‘bom dia’ já com duas canetas de insulina e depois mais insulina na hora do almoço, no meio da tarde e à noite mais. É difícil! E furar os dedinhos mais de 10 vezes ao dia? Mas aqui estamos firmes e fortes. Mudamos nossa vida, nossa qualidade de vida, nossos sonhos, vivemos uma nova realidade”, relatou.

“Aprendemos a conviver com a doença. Hoje sou estudantes de nutrição e tenho aprendido muito para ajudar meu filho. A escola que ele está agora abraçou a causa, todos sabem que ele é diabético tipo 1, as professoras ajudam no monitoramento da disciplina e até os amiguinhos já mandam lanchinho diet pra ele, o assunto é tratado na escola que prega sobre a educação em alimentação saudável”, contou a mamãe Andréia Kruger.


10 Coisas que você precisa saber sobre diabetes na infância

1 – O diabetes é uma doença bastante comum. Segundo dados da OMS, pelo menos 170 milhões de pessoas sofrem da doença atualmente. Em 2025, este número deverá atingir 300 milhões de pessoas. No Brasil, cerca de 10 milhões de pessoas têm diabetes e metade delas desconhece sua condição.

2 – Para descobrir se seu filho tem diabetes é importante saber como identificar os sintomas. Alguns deles são caracterizados pelo excesso de sede e de urina, e pela perda de peso. Algumas crianças voltam a urinar na cama ou acordam com frequência para beber água no decorrer da madrugada. Se perceber essas ocorrências, é fundamental consultar um endocrinologista pediatra de imediato.

3 – O tratamento para o diabetes pode ser ou não efetuado através da aplicação de insulinas, sendo essencial a avaliação com um endocrinologista pediátrico.

4 – A dedicação e o carinho por parte da família é fundamental para crianças com diabetes, principalmente por parte dos pais. Eles que devem sempre ficar atentos em manter uma frequência nas consultas médicas para saber se a criança está com uma velocidade adequada do aumento de peso e altura e também para ajustes na terapia insulínica, que varia de acordo com as fases do desenvolvimento.

5 – A automonitorização da glicemia, a educação em diabetes, a prática de atividade física e o controle nutricional são necessidades comuns e importantes em qualquer faixa etária de pacientes com diabetes tipo 1, tanto nas crianças quanto nos adultos, e precisa fazer parte da rotina de tratamento.

6 – É importante a ajuda dos pais na inclusão da automonitorização no dia a dia do paciente, realizada de forma natural e sempre envolvendo seu filho nas decisões tomadas.

7 – Nem sempre a criança entende ou aceita bem a doença. Por conta disso, se necessário, deve ser feito acompanhamento de um psicólogo.

8 – Realizar a integração dos pacientes com outras crianças que também possuem diabetes, através de encontros, associações e acampamentos é um ótimo meio de, além de ajudar seu filho a lidar com a questão, ensiná-lo e educá-lo mais sobre o assunto.

9 – É fundamental que os pais evitem a superproteção e a discriminação no processo de aceitação.

10 – Após a infância e adolescência, os cuidados devem continuar os mesmos, mas o paciente deve ser encaminhado para um ambulatório de transição, onde o endocrinologista pediátrico e o endocrinologista adulto atendam simultaneamente a criança.


Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

sábado, 26 de novembro de 2016

Filharada de férias. O que fazer?

Aqui em casa as meninas já estão de férias há uma semana. E por aí já tem criança fazendo bagunça em casa também? A verdade é que, se ainda não estão de folga, em breve todas estão de férias e aí surge a dúvida: o que fazer com essas crianças por quase dois meses em casa, principalmente se você não tiver de férias? Mas, antes de arrancar os cabelos, sugiro dar uma olhada nessas opções que trazemos hoje. São algumas colônias de férias que vão acontecer aqui na cidade. E nas próximas semanas vamos trazer outras opções de diversão para a garotada.

Colônia de Férias Press Start
Uma opção de colônia de férias num local diferenciado é a da Press Start. A programação promete muita diversão, aprendizado e segurança. A primeira semana já teve início na última segunda, dia 21. Mas a colônia segue até 23 de dezembro, das 13h às 18h, com uma programação voltada para crianças de 03 a 12 anos. As vagas são limitadas e com lanche incluso. O valor por semana é R$ 200. Informações: 99805-8838 e 3027-0907

Férias com Tia Cata
A Cultura Inglesa da avenida Jorge Amado será o palco da Colônia de Férias da Tia Cata, que tem início agora dia 28 e segue até dia 09/12. Voltada para crianças de 2 a 12 anos, o local terá caça ao tesouro, oficina de artes, teatro infantil, futebol, culinária, desfile infantil, parquinho, teatro e muito mais. Outras informações pelo 99881-8575.

Colônia de Férias de Verão Tio Edson
Com futebol, jogos populares, circuito de brincadeiras, torta na cara, cineminha, piscina, entre outras atividades, essa colónia de férias acontece de 05/12 a 16/12, para crianças a partir dos 7 anos. A colônia acontece na rua Delmiro Gouveia, 1592, na Coroa do Meio, das 7h30 às 11h. Uma semana é R$ 200 e as duas semanas, R$ 350. Mais informações com Flávia, no 99921-6080.

Espaço Criança
A Colônia de Férias do Espaço Criança acontece nos meses de novembro, dezembro e janeiro. Entre as atividades, recreação com Tia Kakau, contação de histórias, funcional kids, show de talentos, pintura, karaokê, cine pipoca, oficina de artes, entre outras. Mais informações com a Tia Kakau (98810-4043) ou Tia Nana (99941-1666).

Colônia de Férias Clínica Afetus
A Colônia de Férias especializada Clínica Afetus pretende oferecer às crianças mais que recreação, mas também atividades de estimulação infantil diferenciada coordenadas por uma equipe multidisciplinar da clínica, como fisioterapeuta, psicólogo, nutricionista, psicoterapeuta, nutricionista e terapeuta ocupacional. A primeira semana da colônia tem início nessa segunda, dia 28. A última tem início dia 19 de dezembro. Mais informações pelos telefones 3027-6776 / 98849-8490 / 99854-8490.

Colônia de Férias Dona Cegonha
De 12 de dezembro a 06 de janeiro acontece a colônia de férias do Dona Cegonha. Voltada para crianças de 3 meses a 4 anos, a programação prevê oficina de culinária, argila e sucata, festa a fantasia, brincadeiras populares, teatro, caça ao tesouro, pintura facial, aniversário de bonecos. Os pais têm a opção de um turno (manhã das 7h às 12h ou tarde das 13h às 17h) ou integral (das 7h às 17h) com almoço. Mais informações no 3023-5252.

Colônia de Férias Arca de Noé

Já está a todo vapor a Colônia de Férias da Arca de Noé Berçário. Com cinema com pipoca, artes, leitura de histórias infantis, teatro de fantoches, banho de banheira e piscina, jogos de boliche, futebol e basquete, pula-pula, dia do brinquedo e aniversário de boneca, a programação está super-recheada de atrações. E segue até o dia 27 de janeiro. Informações e valores no 3085-6727 ou 99133-3744.

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Insegurança: como ajudar as crianças nessa situação

O crescimento da violência tem feito com que as pessoas se sintam cada vez menos seguras. Lamentavelmente, todos os dias temos vivido ou tomado conhecimento de situações de violência, seja contra nós mesmos, pessoas próximas, conhecidos ou através dos telejornais. A sensação de insegurança é grande! E isso tem forçado as famílias a mudarem um pouco sua rotina. Mas, e as crianças, como ficam em meio a isso tudo?

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Aracaju recebe competições oficiais de ginástica rítmica, com atletas olímpicos

A alteta Morgana Gmach estará na competição
Os amantes da ginástica rítima de Sergipe vão poder ver de pertinho importantes competições da modalidade. É que o ginásio de esportes do Instituto Federal de Sergipe (IFS), em Aracaju, será palco do Campeonato Brasileiro Caixa Juvenil e Adulto e a Copa Brasil de Conjuntos das mesmas categorias. As competições começam nessa quinta-feira, dia 17, até o sábado, dia 19. No domingo, será a vez da II Etapa Caixa de Ginástica Rítmica Adulta. O público da capital sergipana terá a oportunidade de assistir de perto o desempenho de grandes atletas da modalidade.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Decoração: um Natal mais rústico

Esse ano, a decoração natalina chegou bem mais cedo às lojas. Antes mesmo de passar o Dia das Crianças já via em algumas lojas artigos sendo vendidos. Seja pela crise ou porque as coisas estão todas adiantadas mesmo, o fato é que esse ano não estava disposta a montar uma decoração igual à dos outros anos.

Fiquei pensando, pensando e cheguei à conclusão: moro no Brasil, no Nordeste, em Sergipe, um estado em que nessa época do ano faz um calorzão danado. Não fazia muito sentido está usando decoração com boneco e floquinhos de neve, tanto dourado e cores laminadas. Queria fazer uma coisa mais rústica, que fosse a cara da minha terra, a minha cara!

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Como se prevenir das doenças da primavera/verão

O tempo está mais bonito, ensolarado, os finais de semana pedem mais ar livre, banho de praia, de piscina, diversão, mas todo esse clima favorece também a ocorrência de algumas doenças mais “típicas” da primavera/verão. Quem tem filho pequeno já percebeu o aumento dos casos de catapora, conjuntivite e algumas viroses nas últimas semanas, não é mesmo. É assim todos os anos!

Segundo a pediatra Kércia Alcântara Silva, os vírus podem causar diversas doenças, como sarampo, catapora, dengue, resfriados, conjuntivites, gripes, problemas intestinais, lesões de pele e até meningites. “Quando não é possível identificar o vírus específico, costuma-se chamar de ‘virose’. As crianças são mais susceptíveis a estas infecções por não terem um sistema imunológico totalmente desenvolvido”, explicou.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Fazendo a Festa: Artes com Maria

Os cinco anos da Maria Catherine, filha da cantora Aline Barros e Gilmar Santos foi comemorado com um tema bem legal: “Artes com a Maria”.

Muito colorido em tons pastel deram o tom da festa, mais uma vez com a decoração a cargo da Letícia Melgaço (@leticiamelgacodecor). O que não faltou foram atividades para a criançada se divertir durante a festa, e muitas coisas gostosas!!!

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Como lidar com as perdas desde cedo

Se a morte não é uma situação nada fácil para nós, adultos, lidarmos, quanto mais para as crianças. Por mais que seja um familiar que já vinha doente há algum tempo, a partida de um ente querido é sempre dolorosa para todos. Mas o que fazer quando nesse contexto tem uma criança. Minha filha Beatriz tinha apenas 4 anos quando, como mãe, tive a primeira experiência com morte de algum familiar. A irmã de meu marido, a quem ela era muito apegada, ficou doente e, em apenas cinco dias de internação ela veio a falecer.

Para todos nós foi um choque, uma coisa totalmente inesperada e a primeira vez que ela teve que lidar com a perda de uma pessoa próxima querida. Sem saber como lidar com essa situação, recebemos a notícia da morte em uma noite e já na manhã do dia seguinte ela teria que ser sepultada. Como único irmão, meu marido tinha que ajudar a resolver a parte legal e não sabíamos de que forma dar a ela essa notícia. Como foi tudo muito rápido, decidimos levar ela para escola, sem falar nada e tentando não demonstrar o que estava acontecendo. Conversei com a professora que ela ainda não tinha conhecimento do ocorrido e em casa tentamos não deixar que ela soubesse.

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Pilates: benefícios também na infância

 A rotina de crianças e adolescentes nos dias de hoje é bem diferente das de tempos atrás, das que, como eu, já passaram dos 30 anos. Para assistir televisão, a gente precisava se levantar várias vezes para mudar o canal, sem contar as vezes que tinha que levantar para ajeitar a antena e ter uma imagem melhor. Bem diferente de hoje! As brincadeiras na rua, em que, sem querer e nem perceber, gastávamos muitas calorias e exercitávamos o corpo, deram lugar agora a momentos de lazer bem mais estáticos. Essa mudança de comportamento, aliada à rotina mais recheada de atividades, acaba fazendo com que, cada vez mais cedo, crianças e adolescentes apresentem problemas posturais, causados por maus hábitos.

A fisioterapeuta Amanda Andrade alerta que essa mudança de rotina, com movimentos mais curtos e poucos desafios para o corpo, é comprometedora. Nesses casos, os exercícios do Pilates acaba sendo uma boa opção para colocar o corpo em atividade e ao mesmo tempo trazendo melhorias para o bem-estar físico. “Os benefícios do Pilates se relacionam muito a essas questões. Soma-se ao fato de que por volta dos 12 anos a criança está numa fase de desenvolvimento motor e postural muito importante: estirão do crescimento e é nesta fase que as condutas posturais irão determinar as disfunções posturais na fase adulta”, diz.

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Mãe que amamenta pode tomar remédio?

Minha filha mais nova estava no oitavo mês de vida quando recebi a orientação do médico que precisava desmamá-la o mais rápido possível, pois precisava voltar a tomar medicação. Portadora de lúpus, a doença, que há algum tempo estava praticamente inativa, tinha voltado a se manifestar e eu precisava retomar os remédios. Para mim, embora não fosse a primeira vez (com minha filha mais velha também tinha acontecido a mesma coisa, só que no 10º mês), foi um choque. Em poucos dias (e faltando pouco para a Semana da Amamentação, atividade que todos os anos participo ativamente) tive que tirar minha ruivinha do peito.

E foi justamente durante a Semana da Amamentação, poucos dias depois que tinha desmamado minha pequena, que fiquei sabendo que muitos medicamentos são compatíveis com a amamentação e, inclusive, existe uma relação do Ministério da Saúde sobre medicamentos que seu uso não impede que o bebê continue tomando o leite materno.

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Roteiro da diversão para a criançada

Chegamos à Semana da Criança e isso quer dizer muita alegria, lazer, folia e coisa legal para criançada. Para aproveitar melhor cada dia dessa semana, a coluna Conversinha de Mãe preparou uma Agendinha Kids especial, com um roteiro de muita diversão para curtir junto com a garotada durante os próximos dias. Tem opções para todos os gostos, programas bem bacanas e alguns que dá para curtir 0800. Confiram:

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Várias atividades na Semana Internacional de Incentivo ao Uso de Slings em Aracaju

Nessa sexta-feira, dia 7, o filme “O Começo da Vida” será exibido no Centro Cultural de Aracaju, localizado na praça General Valadão, no Centro. O filme, que faz uma análise profunda e um retrato apaixonado sobre os primeiros mil dias de um recém-nascido, será exibido de forma gratuita, a partir das 15 horas. Essa programação faz parte da Semana Internacional de Incentivo ao Uso de Slings, em Aracaju.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Dia das Crianças terá “Chá de Princesas” na Boa Luz

Meninas, preparem-se!! O Dia das Crianças promete ser bem especial na Boa Luz. O hotel fazenda vai realizar o “Chá de Princesas”, para meninas de 4 a 15 anos. O evento terá a presença da atriz Ana Vitória Zimmermann, a ‘Marcelina’ de Carrossel.

sábado, 1 de outubro de 2016

Política é coisa de criança, sim!

Esses últimos dias, e especialmente esse final de semana, em cada um dos municípios brasileiros, o clima que se respira é política. Independente das preferências de cada um, o fato é que esse foi o assunto que nos rondou nos últimos dias. Pensando em Brasil, esse foi o tema que deve ter estado presente em vários momentos em cada casa do país.

Embora possa parecer uma coisa de gente grande, as crianças acabam absorvendo e até se envolvendo com a política. E isso não apenas nas famílias ligadas à política partidária. Afinal de contas, cada pai e cada mãe é um cidadão, é um eleitor. E nesse momento político pelo qual o país passa é importante, cada vez mais cedo, fazê-las se envolver com a política, afinal de contas, ela está presente em cada momento de nosso dia a dia. Dela dependem nossa saúde, nossa educação, segurança, enfim, todas as políticas públicas que nos cercam.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Por um trânsito mais seguro para as crianças

“Eu sou + 1 por um trânsito + seguro”. Esse foi o tema escolhido para a Semana Nacional do Trânsito este ano. Além de motoristas, como mães e pais esse tema nos traz o alerta para a importância de transportamos crianças de maneira correta em veículos e motocicletas. Lamentavelmente, no Brasil, o trânsito ainda é a principal causa de morte acidental de crianças e adolescentes com idade de zero a 14 anos.

Levantamento da ONG Criança Segura mostra que, no ano de 2014, foram 1.654 crianças nessa faixa etária que morreram em acidentes de trânsito. Desse total, 34% eram passageiras de veículos, 29% eram pedestres, 11% estavam em motocicletas, 6% eram ciclistas e 20% dos casos entraram na categoria “outros”.

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Caixa coloca a criançada para correr e se divertir em Aracaju

O Circuito Caixa de Maratoninha, maior competição de corrida infantil do país, estará, neste domingo, dia 25, em Aracaju. A prova, que será realizada no estacionamento da Orla da Atalaia, terá a largada às 8h e contará com a presença do ex-atleta olímpico Edson Luciano como padrinho. Crianças de projetos sociais e esportivos, e de escolas públicas, participarão da disputa, que premiará os vencedores de cada bateria com uma bicicleta.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Como fugir dos lanches nada nutritivos?

Num país em que mais de um terço das crianças com até 2 anos já tomam refrigerante ou suco artificial, segundo a Pesquisa Nacional de Saúde divulgada, ano passado, pelo IBGE, e 60,8% das crianças nessa mesma idade têm o hábito de comer “besteira” como biscoitos, bolachas e bolo, é preocupante o acesso delas a esses alimentos pobres em nutrientes e ricos em gorduras e açúcares. A praticidade, aliada ao corre-corre diário, acaba fazendo com que muitos pais acabem optando por esse tipo de lanche para os filhos, seja em casa ou até mesmo no que levam para a escola.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Acidentes domésticos: toda atenção é pouca

Vitor Hugo tinha apenas um ano e sete meses e dormia tranquilamente até que uma tragédia aconteceu em sua casa, num bairro do município de Itabaiana, no Agreste de Sergipe. A vela, que uma tia tinha deixado acessa, pois o fornecimento de energia na residência tinha sido cortado, acabou caindo e incendiando a casa. O bebê chegou a ser socorrido, teve 90% do corpo queimado, mas não resistiu. Infelizmente, Vitor faz parte de uma triste estatística no país: a de crianças vítimas de acidentes domésticos.

No Brasil, os acidentes são a principal causa de morte de crianças e adolescentes de até 14 anos. No ano de 2014, foram 4.316 mortes por acidentes de crianças e adolescentes no Brasil. Embora ainda muito elevado, esse total de óbitos teve uma redução de 31% de 2001 a 2014, em números absolutos. Esses dados fazem parte da pesquisa lançada pela ONG Criança Segura (que trabalha na prevenção de acidentes com crianças), pela passagem do Dia Nacional de Prevenção de Acidentes, em 30 de agosto, e pelos seus 15 anos de atuação.

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Campanha de multivacinação para crianças e adolescentes começa no dia 19 em todo o país

Hoje foi lançada pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, a Campanha Nacional de Multivacinação 2016. O objetivo da campanha é mobilizar os pais ou responsáveis a levarem seus filhos para atualizar o cartão de vacinação. Este ano, a ação será voltada para menores de cinco anos, para crianças de nove anos e adolescentes de 10 a 15 anos incompletos. Para essa campanha, o slogan é “Todo mundo unido, fica mais protegido”. 

domingo, 11 de setembro de 2016

Dinheiro: como ensinar a criança a lidar com ele

Os tempos têm sido de dinheiro curto para a maioria dos brasileiros. É um aperta daqui, ajusta dali para que, pelo menos o básico, caiba no orçamento doméstico. Essa tem sido a realidade de grande parte das famílias no país. Mas essa tarefa árdua não precisa ficar, necessariamente, só sobre os ombros dos pais. As crianças precisam ser envolvidas nesse contexto. E é possível, sim, de uma forma lúdica, conversar e colocar em prática a educação financeira dentro de casa.

domingo, 4 de setembro de 2016

Setembro dourado contra o câncer infanto-juvenil

A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA) é que, no ano de 2016, ocorram cerca de 12.600 novos casos de câncer em crianças e adolescentes no Brasil. O câncer representa a primeira causa de morte por doença entre o público infanto-juvenil. A prevenção e a detecção precoce ainda são as principais armas contra esse tipo de doença.

Por isso, o mês de setembro é o mês de conscientização sobre o câncer infanto-juvenil – o Setembro Dourado. Conhecer é a melhor maneira de ajudar nossas crianças e adolescentes. O câncer infantil corresponde a um grupo de várias doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais e que pode ocorrer em qualquer local do organismo. Os tumores mais frequentes na infância e na adolescência são as leucemias (que afeta os glóbulos brancos), os do sistema nervoso central e linfomas (sistema linfático).

A boa notícia é que os avanços no tratamento da doença, nas últimas décadas, contribuíram para que, atualmente, cerca de 70% das crianças e adolescentes acometidos pelo câncer sejam curados, quando diagnosticados precocemente e tratados em centros especializados. Em Sergipe, duas instituições desenvolvem um trabalho exemplar no apoio e acompanhamento das crianças com câncer: o Grupo de Apoio à Criança com Câncer (Gacc) e a Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos).

Detecção
Embora os sintomas do câncer infanto-juvenil possam ser similares aos de algumas outras doenças comuns na infância, é importante os pais estarem atentos a alguns deles e procurar atendimento médico, até para se tranquilizar e possibilitar um diagnóstico precoce. São sintomas que merecem atenção:

- palidez, dor óssea e hematomas ou sangramentos pelo corpo;

- caroços ou inchaços, especialmente se forem indolores e não acompanhados de febre - além de outros sinais de infecção;

- perda de peso inexplicável, febre e sudorese noturna;

- tosse persistente ou falta de ar;

- dores nos membros, inchaços sem nenhum sinal de infecção ou trauma;

- dores de cabeça, sobretudo se forem incomuns e contínuas, além de vômitos frequentes pela manhã ou com piora ao longo do dia;

- inchaço abdominal;


- alterações oculares.

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Anvisa suspende comercialização de lote de achocolatado

Esta semana, a Anvisa determinou a interdição cautelar do lote M4 da bebida láctea Itambezinho, sabor chocolate, 200ml, fabricado por Itambé Alimentos S/A. O achocolatado é válido até 21 de novembro de 2016. A medida foi tomada depois que uma criança morreu após ingerir o produto, no Mato Grosso. 

A Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica) daquele Estado apura as causas da morte, pois há também a suspeita de envenenamento provocado por terceiros. A princípio, a suspensão é por 90 dias ou antes, caso não sejam confirmadas irregularidades.

Todo cuidado é pouco com esses produtos, gente!

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

sábado, 27 de agosto de 2016

Fazendo a Festa: O Show da Gigi

Para uma garotinha esperta, inteligente e curiosa, nada melhor do que o tema “Show da Luna” para comemorar seu aniversário. Por isso, esse foi o tema escolhido para a festa de seus 3 aninhos de Giovanna, filha da minha amiga Fabiana Falcão. E toda comemoração foi preparada com todo carinho e capricho pela mamãe para amiguinhos mais próximos.

O Conversinha de Mãe traz alguns registros para servir de inspiração para outras mamães e mostrar como é possível, sim, fazer uma festa linda, caprichada, sem precisar gastar horrores.

Confiram:
Muitos detalhes nos personalizados cuidadosamente preparados pela Fabi


Com a família reunida para os parabéns da Gigi
Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Decoração: do mundo para casa


Viajar, se divertir, conhecer novas culturas, novos costumes e depois reviver tudo isso dentro de casa. Sim, isso é possível! Lembranças de várias viagens podem fazer parte da decoração de casa. Cartões-postais, souvenirs, fotos, moedas e tantas outras pequenas lembranças podem, inesperadamente, arrancar belos sorrisos e render ótimas conversas com amigos em visitas após viagens.

O Conversinha de Mãe garimpou algumas ideias de como essas lembranças de viagens podem compor a decoração da sua casa. Confiram: