domingo, 25 de outubro de 2015

Entrevista: um pouco mais do maravilhoso mundo do Bita

Quase encerrando o mês delas, as crianças sergipanas foram presenteadas com o show inédito do Bita no Estado. O gordinho simpático, de bigode e cabelo laranja, junto com seus amigos Lila, Tito e Dan, tem encantado a criançada com suas músicas conhecidas em todo Brasil. Aliás, crianças só não. No primeiro show realizado aqui no shopping Jardins o que mais se viu foram mamães e papais cantando empolgados as músicas (eu que o diga rsrsrs). O Conversinha de Mãe aproveitou a vinda deles aqui para conversar com o produtor licenciado do Mundo Bita para a região Nordeste e Norte, Pedro Toscano, que contou um pouco mais sobre o surgimento desse projeto levado famílias a lotarem os shows por todo país e curtirem os três DVDs já lançados – “Bita e os Animais”, “Bita e as Brincadeiras” e agora “Bita e o nosso dia”.

- Como e de quem surgiu a ideia do projeto do Mundo Bita?
Surgiu como muitas coisas boas surgem: de forma despretensiosa, de um desenho que o Chaps Melo (diretor da Mr.Plot produtora do Bita) havia feio para sua filha. Depois tudo foi surgindo através de conversa entre os sócios, os aplicativos, os DVDs e agora o show. Isso há três anos.

- Você é o produtor licenciado do Bita para a Nordeste. Como tem sido a receptividade ao personagem?
A nossa empresa, a OBBA Produções, é a licenciada na região Norte e Nordeste para Show do Bita e o Mundo Bita, que é um projeto maior que temos para shopping. O Mundo Bita engloba não só o show, mas brincadeiras lúdicas e intervenção de monitores, além do curta-metragem, que está no novo DVD, o Bita e o Nosso Dia. A receptividade nos shows tem sido cada vez maior, tem nos surpreendido. Já passamos com ele pelas capitais Recife (PE), Salvador (BA), Natal (RN), Fortaleza (CE) e agora Aracaju.

- E há projetos de partir para outras capitais e cidades dessas regiões?
Estamos com proposta para João Pessoa (PB) e Maceió (AL) e estamos negociando Teresina (PI), além de voltar em outras capitais. Em Salvador e Fortaleza nós já fizemos o Show do Bita, mas eles já querem que voltemos com o projeto maior, o Mundo Bita. E sempre vem nos surpreendendo bastante. Em Salvador tivemos o primeiro impacto, porque foi o primeiro show aberto ao público fora de Recife (cidade de onde são os idealizadores desse projeto), onde tivemos 2.500 pessoas por dia no meio do shopping. Acabamos de voltar de Fortaleza e foi de 2.500 a 3 mil pessoas também no shopping. E em Recife, nos dois finais de semana antes do Dia das Crianças, fizemos oito sessões com capacidade para 700 pessoas, cobrando ingresso, e tivemos todas lotadas. Portanto, a gente vem se surpreendendo cada vez mais com o Bita.
Show do Bita em Aracaju: shopping lotado de famílias para assistir apresentação
- Qual o grande diferencial do Bita que tem atraído tantas crianças e também famílias aos shows?
Eu costumo dizer que, além de um desenho animado e um personagem muito bem feito, as faixas do DVD têm o caráter lúdico de estar sempre educando as crianças, que acho que é peça fundamental do Bita, e todo trabalho, além de ser feito com muito carinho e amor – porque o Chaps Melo desenvolveu ele para a própria filha inicialmente –, tem uma dedicação artística muito forte. Os músicos que tocam são excepcionais, as letras são letras que trazem algo a mais para a criança e não só uma brincadeira qualquer.

E são músicas suaves, mas extremamente envolventes, não só para as crianças...
Eu percebo que a suavidade do Bita pega não só as crianças, mas os pais, as famílias. Você vê no show crianças de meses que estão interagindo mais com as cores e o som do que com o personagem em si e a mãe cantando todas as músicas. Então ele interage com a família toda.

O que a gente pode esperar de novidades?
Sempre algo inovador. O primeiro DVD do Bita falava sobre os animais, o segundo, as brincadeiras lúdicas, o terceiro – Bita e o Nosso Dia – falando do que há no dia a dia que a criança deve fazer. Então, surpresas vêm por aí.

O Conversinha de Mãe agradece a atenção da produção do show e ao marketing do Shopping Jardins, por ter viabilizado essa entrevista para os leitores do blog.

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)


Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

Nenhum comentário:

Postar um comentário