terça-feira, 25 de agosto de 2015

Mais de um terço das crianças com até 2 anos tomam refrigerante ou suco artificial

Semana passada, minhas meninas foram a um aniversário de uma coleguinha com o pai. Estava trabalhando e quando eles foram me pegar, ainda no carro, Bia (minha mais velha), me contou assustada: “Mãããããe, tinha uma menina menor que Rebeca (minha ruivinha de 2 anos) tomando refrigerante no aniversário!”.


Para ela, a cena vista foi uma surpresa. Um espanto mesmo! Aos 9 anos, ela nunca tomou refrigerante. Já contei aqui que primeiro nós não oferecemos a ela quando era pequenininha (mesmo a gente tomando), depois foi crescendo e nunca teve vontade. Rebeca a mesma coisa.

Mas essa tem sido uma situação cada vez mais frequente. Assim como eu, acredito que vocês têm visto isso cada vez mais. E os estudos têm demonstrado que esse tem sido um hábito mais corriqueiro do que se imagina. Essa semana, o terceiro volume da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2013, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) foi divulgada e mostrou que 32,3% das crianças com até 2 anos já tomavam refrigerante ou suco artificial.

Outro resultado preocupante da pesquisa foi que 60,8% das crianças nessa mesma idade têm o hábito de comer “besteiras”, como biscoitos, bolachas ou bolo. A PNS também mostrou que das crianças entre 9 e 12 meses, apenas 50,6% continuavam recebendo o aleitamento materno de modo complementar.

Especialistas dizem que é até os 3 anos de idade que é formada a memória alimentar, por isso a importância de oferecer uma alimentação saudável. Além disso, esse tipo de alimento como biscoitos, refrigerantes e sucos artificiais trazem danos à saúde da criança. Primeiro, porque aos 2 anos de idade o organismo não está preparado para digeri-los. Fora isso, esses alimentos contribuem para outro grave problema que tem acometido nossas crianças cada vez mais cedo: excesso de peso e obesidade, que podem levar a outros problemas como doenças cardíacas e problemas crônicos. Refrigerante também pode causar cáries dentárias, problemas renais, osteoporose, entre outros problemas.

Então é bom a gente ficar cada vez mais atento ao que estamos oferecendo a nossos pequenos.

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

Nenhum comentário:

Postar um comentário