quinta-feira, 21 de maio de 2015

Menos de 40% do público-alvo se vacinou contra a gripe

Ontem levei minha Rebequinha para receber a vacina contra a gripe. Foi tranquilo e, graças a Deus, ela não teve nenhuma reação. Ela até está um pouco resfriadinha, mas como não estava com febre levei numa boa. Mas, na véspera do encerramento da Campanha de Vacinação contra a Gripe, somente menos de 40% do público-alvo já foi vacinado. A informação foi divulgada pelo Ministério da Saúde.


Até o momento, cerca de 19 milhões de pessoas foram imunizadas, o que corresponde a 38,6% do público-alvo. O percentual está bem longe da meta, que é vacinar 80% do público prioritário, composto por crianças de seis meses a cinco anos de idade, gestantes, mulheres que tiveram filho a menos de 45 dias (puérpera), idosos, doentes crônicos, profissionais de saúde, indígenas e encarcerados.

Segundo o Ministério, o grupo das puérperas é o que tem a melhor cobertura vacinal, até o momento (54,15%). Em seguida estão os idosos (43,28%), crianças (37,9%), gestantes (36,86%) e os trabalhadores da saúde (32,91%).

É importante que as pessoas que compõem o público-alvo procurem uma unidade de saúde para se vacinar e, assim, garantir sua proteção contra a gripe no inverno. A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). O período de maior circulação da gripe vai de final de maio a agosto. Após da administração da dose, o corpo leva de duas a três semanas para gerar as proteções contra a gripe. Por isso é importante vacinar antes da chegada do inverno, quando ocorre a maioria dos casos da doença.

Beijos

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)


Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

Nenhum comentário:

Postar um comentário