sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

A maratona de todo ano de compra de material escolar

Primeiro dia útil do ano e lá fui eu começar minha maratona de compra de livros e material escolar de minha filha. É, esse ano ainda é uma só. No próximo, essa missão será duplicada. É desgastante, mas, confesso, gosto. Para mim tem um gostinho especial, de recordação. Lembro-me da euforia que ficava quando meus pais chegavam com meus livros novos e todo material da escola, aquele cheirinho de plástico, livrinhos que nem abriam direito de tão novinhos...

Mas, gente, está tudo tão caro que não dá para comprar sem antes fazer uma boa pesquisa de preço. A relação de livros já tinha dado uma pesquisada antes, pedindo orçamento em algumas livrarias e buscando em sites na internet. Nesse caso, vi variação apenas em alguns livros paradidáticos.

Já quando passa para o material escolar (cadernos, borracha, cola, lápis, lápis de cor, giz de cera...) a diferença é gritante de uma loja para outra. Isso sem contar a variação de preços quando se compara um material simples com outro similar, mas com personagem infantil (Barbie, Frozen, Homem-Aranha, Galinha Pintadinha...). Só para citar um exemplo: fiquei abismada ao procurar o preço de um caderninho de capa dura.
Um modelo simples, sem personagem, com 96 folhas, custava numa loja R$ 2,80. Outro igual, mesma marca, mesmo tamanho, mas que tinha desenho do Homem-Aranha na capa, era vendido por R$ 7,33. Ou seja, uma variação de nada menos que 161,7%. Isso mesmo!!! Em outra loja, o mesmo caderno, também de mesma marca, mas com personagens diferentes (um era da Frozen e outro era da Alice) diferia de R$ 5,49 e R$ 6,19, variação de 12,75%. Então, não tem jeito, tem que pesquisar, se não quiser sentir no bolso.

Dicas para gastar menos
O Conversinha de Mãe traz hoje algumas dicas para quem quiser gastar menos na compra de material escolar. Quem pode, financeiramente falando, ou teve tempo e comprou antecipadamente os itens da lista escolar com certeza ganhou desconto ou encontrou preços melhores que agora em janeiro. Mas quem não teve essa oportunidade ainda pode procurar não gastar tanto.

- Na hora da pesquisa, para ter uma base, escolha 10 produtos diversos da lista de material, de preferência por itens de grupo (caderno, lápis, caneta, mochila, livro, artesanato, papel etc. defina suas marcas de preferência e faça a pesquisa em alguns estabelecimentos para ter uma base de onde está mais em conta.

- Se puder, compre à vista. Dá para negociar descontos de 5%, 10% e até 12% como eu encontrei. Já é uma vantagem muito grande!

- Se conhecer outros pais dispostos a comprar junto com você, pode fazer compras em atacado e conseguir preços menores do material escolar.

- Além de pesquisar preço, leve em conta a qualidade do produto que está levando para casa. Se for alguma marca que ainda não conhece, procure saber a opinião de quem já experimentou o referido fabricante. Às vezes o barato pode sair caro.

- Dê preferência a fabricantes que tenham certificação, como selos da ABNT e Inmetro, quando for o caso.

Boa sorte e boas compras!!!

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)


Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

Nenhum comentário:

Postar um comentário