terça-feira, 11 de novembro de 2014

Alerta: cuidado com os enfeites de cabelo!

A semana começou com uma notícia muito triste. A pequena Valentina, de apenas 9 meses de vida, faleceu, ontem, no Paraná. A história dessa pequena guerreirinha, que, infelizmente, não teve um final feliz, começou depois que ela engoliu uma presilha de cabelo e passou a ter complicações de saúde. Quem acompanhou durante esse período os relatos feitos por sua mãe na sua página do Facebook pode sentir um pouco do drama vivido pela família.


Depois de descoberto que Valentina tinha engolido a presilha, ela passou por várias cirurgias, processos de infecção, problemas renais, neurológicos, até que seu frágil corpinho não resistiu e descansou. Não dá nem para imaginar a dor que essa mãe e essa família estão vivendo nesse momento. Mas, como em todas as situações da vida, dá para a gente tirar aprendizado.
Presilha encontrada no esôfago de Valentina
Toda essa história triste de Valentina nos chama a atenção para o cuidado que devemos ter, principalmente com as crianças menorezinhas. A gente que é mãe de menina, principalmente, ama deixa-las sempre arrumadas. O que não faltam são adornos para os cabelos. Uma presilha, um tic-tac, um tererê, lacinho daqui, faixinha e tiara dali com vários enfeites e sempre as meninas estão enfeitadas.

Mas, além de pensar na beleza, devemos pensar na segurança delas. Cada filho é diferente. Falo isso por experiência própria. Minha filha mais velha, Beatriz, sempre deixou que eu colocasse qualquer coisa em seu cabelo e nunca tirava. Nunca tive preocupação com ela em ficar tensa pensando se ela iria tirar e por na boca. Já a menorzinha, Rebeca, é um perigo. Quando ela deixa eu colocar uma presilha ou uma faixinha no cabelo, tenho que ficar na cola, na supervisão, pois sei que mais tempo menos tempo ela vai tirar. E o meu maior temor é que coloque o objeto na boca.
A valente Valentina que se tornou um anjo
Mesmo em dias mais quentes prefiro deixá-la com calor a correr o risco de colocar alguma presilha para tirar o cabelo do rosto e quando acordar não encontrar o adorno no berço. Se já era assim, depois do caso da Valentina a supervisão vai ser ainda maior.

Mas não é só os enfeites de cabelo que requer atenção para que as crianças menores não ingiram. Tem também as baterias botão (que já falamos aqui), grampos, tampinhas de perfume, tampas de refrigerante, pecinhas de jogos, comprimidos, entre tantas outras coisas.

Só Deus pode confortar o coração dessa mãe nesse momento de tanta dor. Valentina foi valente, forte até o último momento. E essa, certamente, será a maior lembrança que essa mãe vai guardar de uma filha tão amada.

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:
@conversinhademae (no Instagram)
@conversinhadmae (no Twitter)


Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/conversinhademae

Um comentário:

  1. Oi!
    Vim dar uma espiadinha e te convidar para conhecer meu mais novo projeto e também para aproveitar o desconto de 20% em brinquedos educativos para leitores do blog!!!
    http://coisasdamaura.blogspot.com.br/2014/11/brincar-pode-ir-muito-alem-da-diversao.html
    Bjs,
    Maura

    ResponderExcluir