sexta-feira, 5 de setembro de 2014

“Folcloriando na Terra do Caju” em cartaz no Museu da Gente Sergipana



Quer programação cultural para o final de semana? Conversinha de Mãe tem dica, sim, para você. Depois do sucesso da temporada de “Zé, o menino que queria ser peixe”, mais um espetáculo teatral será apresentado todos os sábados do mês de setembro no átrio do Museu da Gente Sergipana. Com a promoção do Café da Gente e o apoio do Instituto Banese e do Museu da Gente, a Cia História Encena apresentará a peça “Folcloriando na Terra do Caju”.

Encenado pela Cia História Encena, “Folcloriando na Terra do Caju” cria o universo de seres e acontecimentos através de uma divertida história sobre os principais elementos que compõem o folclore. Utilizando-se de técnicas de comédia Dell’arte, a peça é um drama com personagens jacosos e satíricos cuja finalidade principal é provocar o riso e a reflexão.

Na peça, o folclore está cansado com o descaso das pessoas e por isso resolve que não quer mais existir, e com essa decisão toda magia dos mitos, folguedos, lendas, artesanato e literatura somem junto com ele. Polvorosos essas criaturas ganham vida e tentam convencer o folclore de uma decisão contrária. E em meio a muita confusão, contos, ritmos e tradição é que vamos ficar convencidos como é bom folcloriar na terra do caju. O espetáculo está em cartaz desde 2011.

As apresentações da temporada acontecerão nos dias 6, 13, 20 e 27 de setembro, às 17h, no átrio do Museu da Gente Sergipana. Os ingressos custam R$ 20 inteira e R$ 10 meia. Adultos acompanhados de crianças pagam meia. Mais informações podem ser obtidas com a diretora do espetáculo, Lina Regina, através do telefone (79) 9966-5205.

Cia História Encena – A cia de teatro foi criada há 6 anos por um grupo de atores e historiadores que tem como pauta de seu projeto artístico trabalhar contextos da cultura e história sergipana, destacando-se no cenário nacional pelo ineditismo da proposta e sua concepção estética.

Fica a dica.

Beijos

@conversinhademae (no IG)
@conversinhadmae (no Twitter)

Fonte: Ascom/MGS

Nenhum comentário:

Postar um comentário