quarta-feira, 11 de junho de 2014

Copa 2014: sem descuidar da segurança das crianças

Sim, vai ter Copa!!!!!!!!! O tão esperado momento de o Brasil voltar a sediar um mundial de futebol e a estreia da nossa Seleção em busca de mais um título. E para quem tem criança e vai assistir aos jogos nos estádios, além da preocupação de pagar ingresso, pois até as crianças de colo terão que pagar para assistir aos jogos no estádio, a segurança deve ser levada em conta pelos papais e acompanhantes.

Pensando nisso, o Departamento Científico de Segurança da Criança e do Adolescente da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) publicou algumas dicas de segurança para crianças e adolescentes nos eventos esportivos, que visam assegurar a proteção e o bem-estar deles nos estádios.

Como forma de utilidade pública, o Conversinha de Mãe publica essas orientações a seguir:

1) Crianças menores de 3 anos não devem ser levadas aos jogos, porque não têm capacidade de concentração para o tempo de uma partida de futebol, além de serem mais vulneráveis a excesso de barulho, quedas, queimadura solar, intoxicação alimentar, desidratação, entre outros riscos.

2) Menores de 18 anos devem sempre ir aos jogos acompanhados de um adulto e, quando não estiverem com um de seus pais, devem portar um documento de autorização assinado e autenticado.

3) Crianças e adolescentes devem procurar ficar nos setores mais seguros dos estádios, de preferência nas cadeiras marcadas, e onde houver cobertura para proteção do sol ou da chuva. Nas arquibancadas há maior risco de quedas, traumas e brigas.

4) Crianças não devem ser levadas a jogos noturnos ou nos seus horários habituais de sono.

5) A presença de crianças deve ser evitada em jogos de final de campeonato ou com muita rivalidade, pelo maior risco de tumultos e brigas.

6) Como a maioria dos estádios proíbe a entrada de alimentos ou bebidas, até mesmo de água, e dispõem de cantinas com poucas opções, é importante que adultos responsáveis por crianças tenham sempre água em mãos e evitem comprar alimentos de procedência desconhecida, devido ao risco de intoxicação alimentar.

7) Crianças e adolescentes devem ser proibidos não só de comprar, mas também de consumir bebidas alcoólicas.

8) Após a finalização do jogo, quando ocorrem mais aglomerados humanos, filas e brigas são mais frequentes; vale a pena aguardar (sentados) até a saída da maioria das pessoas.

9) É sempre importante seguir as orientações de segurança no trânsito e de transporte seguro das crianças e adolescentes nos carros.

10) Crianças e adolescentes, assim como qualquer adulto, não devem utilizar e devem manter-se afastados de fogos de artifício, que causam queimaduras, ferimentos e até mutilações.

11) Todas as crianças e adolescentes devem ser instruídos a jamais arremessar qualquer objeto dentro de um estádio.

12) Todo adulto que esteja acompanhando criança deve prestar muita atenção para não se separar dela e não perdê-la na multidão, atentando ainda para o risco dela ser levada por estranhos.

13) Em todos os espaços públicos é essencial observar sempre as normas de segurança e enfatizá-las para as crianças e adolescentes que, mesmo assim, devem ser supervisionados por adultos atentos e qualificados todo o tempo.

Lembrem-se que observar as normas de segurança e a supervisão constante, independente do local e da comemoração, é a melhor forma de prevenir acidentes e que mesmo num espaço adequado a segurança ainda pode estar comprometida.

Agora é só torcer.

Beijos


@conversinhadmae

Fonte: SBP

Nenhum comentário:

Postar um comentário