segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Material escolar: haja imposto!

Que o preço dos livros e do material escolar está lá em cima isso a gente não tem como negar. Os valores tiveram um aumento significativo em relação ao ano passado. Mas o que é de deixar qualquer um abismado é o índice de impostos sobre os produtos. Geeeeente!!!! Um levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) traz o percentual de impostos embutido em cada item que compõe a lista de material escolar. É de impressionar.

Você já tinha se dado conta de que uma simples régua traz em si 44,65% de imposto em seu valor. Ou seja, se ela custar R$ 3,00, R$ 1,34 vai ser de imposto. A pastinha plástica que a gente compra pra guardar o material das crianças é composta por 40,09% de imposto.  Num lápis o índice de imposto chega a 34,99%.

A conclusão que se chega com o levantamento do IBPT é que esse tipo de material é afetado diretamente por uma alta carga tributária. Senão o que dizer que uma caneta tenha 47,65% de imposto no seu valor?

Veja, a seguir, a carga tributária sobre o material escolar, de acordo com o levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação. É de lamentar!

Agenda escolar: 43,19%
Apontador: 43,19%
Borracha: 43,19%
Caderno universitário: 34,99%
Caneta: 47,49%
Cola Tenaz: 42,71%
Estojo para lápis: 40,33%
Fichário: 39,38%
Folhas para fichário: 37,77%
Lancheira: 39,74%
Lápis: 34,99%
Livro: 15,52%
Mochilas: 39,62%
Papel pardo: 34,99%
Papel carbono: 38,68%
Papel sulfite: 37,77%
Pastas plásticas: 40,09%
Régua: 44,65%
Tinta guache: 36,13%
Tinta plástica: 36,22%

Beijos

@conversinhadmae


Fonte: Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação

Nenhum comentário:

Postar um comentário