quinta-feira, 14 de novembro de 2013

O Novembro também é dourado!

Em 23 de novembro, comemora-se o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil, instituído pela Lei nº 11.650 de 04 de abril de 2008. Para enaltecer a data, pela primeira vez, a Confederação Nacional de Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer (CONIACC), através das entidades associadas, promoverá o “Novembro Dourado”.

O objetivo da campanha, simbolizada pela cor amarelo dourado, é democratizar a importância da discussão do câncer infantojuvenil para sensibilizar o Ministério da Saúde, visando à implementação da referida campanha pelo Governo Federal, como ocorre com o “Outubro Rosa”. Além disso, a iniciativa também propõe estimular ações educativas e preventivas e alertar toda a população para os sinais, sintomas e detecção precoce do câncer infantojuvenil.

Em Aracaju, a Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe, Avosos, realizará uma vasta programação, voltada para doadores, crianças e adolescentes assistidos, voluntários e profissionais de saúde. No dia 19, acontecerá a abertura do “Novembro Dourado”, com a presença de contribuintes, voluntários e parceiros da entidade.

Já no dia 20, será realizada a 1ª edição do “Ciranda Interativa”, projeto que reunirá os pacientes que estão em tratamento oncológico e os profissionais da instituição em um momento de integração. Para os dias 21 e 22, a Avosos promoverá o VI Workshop de Combate ao Câncer Infantojuvenil, no auditório da instituição, com o tema central “O cuidar além do curar” abordando a prática como uma ação de humanização e melhoria na qualidade de vida de crianças e adolescentes. No evento, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, também acontecerá o I Encontro dos Profissionais da Rede de Atenção Primária no Combate ao Câncer Infantil.

Sobre o câncer infantojuvenil
O câncer é a doença que mais mata crianças e adolescentes de cinco a 19 anos. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Brasil, o número estimado de casos novos de câncer infantojuvenil é de 4.700 a 19.000 por ano, mas apenas 3.040 casos são registrados, e dentre os casos diagnosticados, muitos são encaminhados aos centros de tratamento com a doença já em estágio avançado. 

Beijos

@conversinhadmae

Fonte: Ascom/Avosos

Nenhum comentário:

Postar um comentário