sábado, 31 de agosto de 2013

“O Renascimento do Parto” chega a Aracaju

Diquinha para quem está aqui em Aracaju. Finalmente chega à capital sergipana um dos filmes mais esperados pelas mamães. “O Renascimento do Parto” (www.orenascimentodoparto.com.br) será exibido no Cine Vitória a partir do próximo dia 6 de setembro, sexta-feira, às 16h30. No dia 8, a sessão é às 15h e no dia 10, às 19.

O filme “O Renascimento do Parto” retrata parte de uma realidade obstétrica mundial e, sobretudo brasileira, que se caracteriza por um grande número de cesarianas ou de partos com intervenções desnecessárias, em contraponto com o que é recomendado pela ciência. Tal situação apresenta sérias consequências perinatais, psicológicas, sociais e financeiras. Através dos relatos dos maiores especialistas na área e de mães, questiona-se o modelo obstétrico atual, promove-se uma reflexão acerca do novo paradigma do século XXI e sobre o futuro de uma civilização nascida sem os chamados “hormônios do amor”.
Pais, mães, gestantes, educadores, terapeutas, estudantes e profissionais da saúde e todos que se interessam pelo tema estão convidados. O filme tem classificação de 10 anos. O ingresso custa R$ 10 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Eu estou doidinha pra assistir.

Beijos


@conversinhadmae

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Mais de 50% das profissionais deixam trabalho após terem filhos


Uma pesquisa da companhia de recrutamento Catho indicou que 53% das profissionais que têm filhos deixam o mercado de trabalho para se dedicar à criança. Destas, 18,6% não voltam ao mercado de trabalho.

Um quarto das profissionais (25,8%) leva entre um a dois anos para retomar a vida corporativa. "O que percebemos é que mulheres de classe social mais baixa colocam na ponta de lápis os custos para criação dos filhos, e algumas preferem ficar em casa a pagar uma babá", afirma a diretora de recursos humanos da Catho, Telma Souza.

Segundo ela, as mulheres de classe alta também acabam deixando o mercado de trabalho, mas por outros motivos. "Elas demoram mais para ter filhos e encaram a maternidade como algo muito importante, então querem se dedicar a isso com toda energia", diz.

Já as profissionais de classe média tendem a conciliar a carreira e a maternidade. "Elas às vezes saem do mercado, mas voltam mais rápido", afirma.

De acordo com Telma, a demora para retornar ao mercado deve-se a duas coisas: o tempo de recolocação e a idade das crianças. "A maior parte das mulheres se condiciona a ficar com o filho até o primeiro ano, que é quando a criança começa a ter mais autossuficiência. Quando ela volta, além do tempo de recolocação ser maior do que o dos homens, assume o ônus de retornar com salários mais baixos do que os anteriores", explica.

Segundo a pesquisa, o tempo de recolocação das mulheres é de cerca de seis meses, enquanto os homens demoram cerca de cinco para conseguir um novo emprego.

O levantamento ouviu 53,6 mil profissionais de 1.677 cidades do país, entre fevereiro e março deste ano.

Mulheres na liderança
As mulheres brasileiras aumentaram sua participação em cargos de liderança nas empresas, mas ainda ocupam menos essas altas posições. Elas representam 45% da força de trabalho do país, mas ocupam apenas 7,9% dos cargos de diretoria, 7,7% dos postos em conselhos de administração e 3,5% das posições presidente-executivo.

Em cargos de gerente, houve crescimento de 72% na participação feminina entre 2002 e 2013 --ainda assim, as mulheres representam apenas 38,25% do total. Nos postos de coordenação, a participação feminina aumentou 61%.

As áreas de destaque na participação feminina são: recursos humanos, educação, administração, relações públicas e medicina.

Estudo
A pesquisa mostrou que as mulheres têm, em média, um ano a mais de estudos em comparação ao sexo masculino - 9,2 contra 8,2 anos, respectivamente.

50,8% das mulheres que responderam a pesquisa têm formação completa no curso superior, enquanto apenas 47,1% dos homens tem graduação completa. Elas também saem na frente na pós-graduação, com 14,6% contra 12,4% do gênero masculino.

Já na fluência de línguas estrangeiras, os homens estão na frente. 33,1% dos homens falam inglês fluente, enquanto 28,1% das mulheres tem a mesma facilidade. No espanhol, são 15,2% dos homens frente a 12,7% das mulheres.

Trabalho x vida pessoal

A preocupação com a família faz com que as mulheres sejam mais conservadoras na hora de aceitar mudanças na sua vida profissional. Enquanto apenas 7,2% dos homens não aceitariam mudar de estado sob nenhuma condição, 15,7% das mulheres negariam a proposta. O mesmo acontece quanto às mudanças de país: 24% das entrevistadas não aceitariam a realocação de jeito nenhum, enquanto apenas 14% dos entrevistados declinariam a troca.

A diferença também é grande em relação a cargos que só permitam passar os finais de semana em casa. Enquanto 80,6% dos homens aceitariam o posto, apenas 68,4% das mulheres fariam o mesmo.

Fonte: Folha de São Paulo/Bárbara Libório

Beijos

@conversinhadmae

Foto: Tim Sloan/AFP

Natura inova nos novos conjuntos da linha Mamãe e Bebê


Em alguns aspectos, tem horas que me sinto mãe de primeira viagem. Explico: é que algumas coisas no dia a dia são bem diferentes agora com Rebeca do que foram com Beatriz, a minha filha mais velha. Bia, depois do desmame já comia comidinha, papinhas de colher, mas nada de mamadeira. Já Rebeca depois que precisou deixar de ser amamentada no peito (isso conto em outro post) se acostumou a tomar o leite, suco, água e mingauzinho tudo na mamadeira. Mas ela também come suas papinhas salgadas e alimentos mais sólidos.

Só que com isso apenas agora estou sabendo o que é ter que sair com uma bolsa cheia de coisas. Uma simples saída, seja para passear, ir à igreja ou ao médico requer uma senhora arrumação. Coloca o potinho com a fórmula, a aveia e mucilon daqui, mamadeiras dali, pratinho, colher, água, não pode esquecer a fralda, pomada, uma troca de roupa, paninho de boca... Ufa!! Não pode esquecer nada. E haja espaço pra colocar tanta coisa.

No dia a dia é que fui vendo que as bolsas dela que tinha comprado (baseado na experiência anterior) estavam ficando pequenas para essas saidinhas. Essa semana fiquei superfeliz com um mimo que ganhei da Natura (que eu amo de paixão!). A empresa relançou os conjuntos da Linha Mamãe e Bebê. Gente, a bolsa-trocador e a frasqueira ficaram lindas com o novo visual.

A empresa que sempre primou pela qualidade, funcionalidade e beleza dos seus produtos investiu para trazer a bolsa e a frasqueira agora com um novo visual, com alças e forros mais resistentes, oferecendo praticidade para o dia a dia de nós mamães. Parece que adivinharam que eu estava precisando justamente de uma nova bolsa para as saídas com Rebequinha.

As novas bolsa e frasqueira estão mais modernas e sofisticadas, mas com o mesmo carinho dedicado pela Natura desde 1994, quando a linha foi criada. Os novos conjuntos trazem a tonalidade verde-claro, ícone da linha, com detalhes em listras brancas, além de alças e forros mais resistentes. Bolsa e frasqueira causam menor impacto ambiental, com novo layout, mais sofisticado e prático, reduzindo a quantidade de material utilizado na fabricação.

Sempre com o intuito de despertar os sentidos e reforçar o vínculo entre mãe e filho por meio das fragrâncias e texturas, a linha de produtos não mudou. Dentro da bolsa-trocador, no Natura Mamãe e Bebê Conjunto Especial Bebê, as mamães encontrarão shampoo, condicionador, talco em creme, óleo e sabonete vegetal e o guia O Fortalecimento do Vínculo, que traz o método de massagem Shantala. A técnica permite fortalecer o vínculo entre a mãe e o bebê por meio do toque. O conjunto especial Bebê continua prático, com porta-mamadeira na lateral, trocador no interior e zíper com alça.
Na frasqueira do Natura Mamãe e Bebê Conjunto Pequeno Bebê, xampu, água de colônia e sabonete tornam o momento do banho mais prazeroso, com as fórmulas suaves dos produtos. Os conjuntos são opções ideais para um passeio mais longo ou uma ida rápida ao parque.

Eu amei!

Beijos

@conversinhadmae


terça-feira, 27 de agosto de 2013

Brincadeiras infantis com lápis e papel

Quem nunca quis se divertir com seus filhos mas não tinha em mãos brinquedos sofisticados ou jogos de tabuleiros mirabolantes e cheios de peças? Todos nós já nos vimos em uma situação em que queremos passar o tempo de forma descontraída e não temos nada mais do que lápis e papel. Para estas situações, existem brincadeiras infantis de caráter educativo que usam simplesmente esses dois objetos. Simples, divertidas e o melhor de tudo, estimulam o aprendizado dos pequenos!

Adedanha
A brincadeira infantil “adedanha” ou “stop” é um dos passatempos mais divertidos e educativos. Amava brincar disso. Até hoje topo uma partida se alguém me propor, viu! As crianças nunca se cansam de testar seus conhecimentos e seu pensamento rápido. Neste jogo, é preciso que cada participante tenha uma folha de papel e um lápis. A início, todos devem desenhar colunas e em cada uma delas escrever uma categoria, que pode ser: nome, cidade, fruta, carro, animal, objeto e muitas outras. Desde que seja um consenso, as categorias podem abordar as mais diversas ideias. Depois que todos tiverem as mesmas categorias escritas em sua folha de papel, os jogadores sorteiam uma letra com a qual o jogo vai começar. Suponhamos que a letra sorteada foi C, então quer dizer que os participantes devem tentar escrever uma palavra que comece com C em cada categoria, como por exemplo: nome- Carla, cidade- Cataguases, fruta- carambola e assim sucessivamente. A primeira pessoa a terminar todas as categorias deve falar “STOP” e todos os outros participantes devem parar. Em seguida, os jogadores checam suas respostas, categoria por categoria. Para cada resposta não repetida, cada participante ganha 10 pontos. Respostas iguais a de seus oponentes valem 5 pontos e para respostas nulas não se ganha nada. É importante anotar os totais parciais de cada rodada para depois se saber quem foi o campeão geral.

Imagem e ação
O famoso jogo de tabuleiro que normalmente traz diversos cartões, dados, ampolas e pinos pode ser jogado com o simples uso de papel e lápis. É necessário um número par de jogadores  e o mínimo de 4 participantes. A competição acontece entre dois grupos. Cada grupo é responsável por fazer uma lista de desenhos e mímicas que um dos representantes do grupo adversário terá que executar para os participantes do seu próprio time. Depois que a lista de tarefas estiver pronta, a diversão pode começar. Todos os participantes devem ter a chance de fazer um desenho ou mímica para seus companheiros de time. Use o celular para cronometrar o máximo de 1 minuto para cada tarefa. O grupo que adivinhar mais, ganha o jogo no final.

Beijos

@conversinhadmae

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Cárie de mamadeira, o que é?

Você sabe o que é? Seu bebê teve? Então, a gente ouve muito falar, mas nem sempre sabe bem o que é. A cárie de mamadeira é uma doença que atinge os bebês e é causada principalmente devido à ingestão constante e por longos períodos de líquidos açucarados ou não, durante a noite. É uma cárie precoce e de evolução rápida. Segundo a dentista especializada em odontopediatria Carla Fiori Franus, quando a criança está dormindo, a produção de saliva diminui e ela engole menos vezes, assim o leite fica estagnado na superfície da boca por mais tempo. Somado isso a uma má higiene da boca, a cárie se desenvolve muito rapidamente causando estragos nos dentes.

Vamos combinar que dá uma dó ver a criança pegar no sono depois de tomar seu leitinho e ter que escovar os dentinhos. Confesso que comigo é assim. Mas a dentista explica por que é tão importante escovar esses dentinhos tão pequenininhos. O primeiro estágio da cárie de mamadeira é o aparecimento de manchas brancas na superfície dos dentes. Essa condição pode ser reversível e tratada, por isso a importância de levar seus bebês a um dentista desde o aparecimento dos primeiros dentinhos. Se nenhuma medida for tomada, essas manchas brancas podem evoluir e resultar em cavidades cariosas.
Dra. Carla Fiori Franus
Carla Franus diz que para a prevenção é muito importante que se evite o açúcar na alimentação do bebê. Águas, chás, sucos e leites não devem ser adoçados. Lembre-se que a criança não conhece o sabor do açúcar, portanto, não sentirá sua falta. "Mantenha sempre limpa a boquinha do seu bebê, principalmente antes de dormir. A amamentação durante a madrugada deve ser retirada aos poucos. Novamente enfatizo a importância de uma visita ao dentista para que ele oriente como realizar corretamente a higienização.
Com esses cuidados, no futuro os ganhos serão visíveis e recompensadores", ressaltou a odontopediatra do Paraná Carla  Fiori Franus

Beijos

@conversinhadmae

Com informações da Assessoria de Imprensa da Paraiso Moda Bebê

sábado, 24 de agosto de 2013

Não vamos esquecer de atualizar a vacinação dos pequenos

Hoje logo de manhã fui ao posto de saúde. Missão: ver se estava tudo ok com o calendário de vacina da minha pequena. Fui só por descargo de consciência, porque sempre fiz questão de estar atenta e não deixar atrasar nenhuma vacina. Resultado: fomos só “passear” estava tudo certinho e atualizado e ainda recebemos os parabéns da enfermeira.

No entanto, nem sempre é assim. Principalmente quando os filhos vão crescendo, o corre corre do dia a dia fazem que a mãe esqueça uma ou outra vacina. Por isso a importância dessa campanha de mobilização para atualizar a caderneta de vacinação da criançada. A campanha começou hoje, dia 24, e vai até a próxima sexta-feira, dia 30, em todos os postos de saúde do país.

Estão disponíveis todas as 11 vacinas que fazem parte do calendário básico oferecido pelo Ministério da Saúde para as crianças menores de cinco anos de idade. Se a criança não completa o esquema de cada vacina, ela não está totalmente protegida.

As vacinas que estarão disponíveis nos postos são: BCG, hepatite B, penta, inativada poliomielite (VIP), oral poliomielite (VOP), rotavírus, pneumocócica 10-valente, meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola, e caxumba) e DTP (difteria, tétano e coqueluche). A ação ocorre em parceria entre o Ministério da Saúde, as secretarias estaduais e municipais de Saúde.

As crianças poderão receber também a suplementação da vitamina A para crianças entre 6 meses e 5 anos incompletos, que moram nas regiões Norte e Nordeste e em municípios prioritários do Plano Brasil sem Miséria. O complemento contribui para reduzir o risco de morte por diarreia e ajuda no desenvolvimento das crianças.

Portanto, não esqueçam de levar seus pequenos ao posto. Se não deu pra ir hoje, tem ainda a segunda, a terça, a quarta, a quinta e a sexta-feira. Não tem desculpa, ok?

Beijos

@conversinhadmae

Surpresa para a princesa Beatriz

Guardar segredo não é fácil. E guardar segredo de festa para a filha? Mais difícil ainda, não é? Pois nós conseguimos! Semana passada foi o aniversário de Beatriz, nossa filha mais velha. Ela completou sete aninhos. O pai já tinha dito a ela que este ano não teria festa, nem bolinho em casa. Crente de que seria assim, ela nem desconfiou de tudo que estávamos preparando pra ela.

Confesso que foi difícil segurar essa surpresa. Tinha que fazer as coisas às escondidas, a maior parte depois que ela ia dormir, para que não desconfiasse de nada. Apenas as sacolinhas (que fizemos eu e minha mãe) foi que ela via a gente fazendo (porque não daria tempo de nossa linha de produção só funcionasse depois que ela dormisse rsrsrs), mas mesmo assim a gente disse que era uma encomenda, sem entrar em maiores detalhes.

Este ano queria fazer uma coisa diferente. Nos anos anteriores, os aniversários dela sempre foram com temas mais conhecidos (Arca de Noé, Cocoricó, Moranguinho...). Queria inovar, fazer uma coisa fora do comum. Ela gosta muito de princesas e minha intenção era fazer a comemoração com os coleguinhas dela da Escola Bíblica Dominical (EBD), na igreja. Então pensei: Princesas da Bíblia. Mal sabia eu que teria uma dificuldade encontrar coisas desse tema. Mas não desisti.

Posso dizer que comecei as coisas pelo final. Explico. A primeira coisa da festinha com o tema foram umas balinhas personalizadas. Tinha visto um anúncio num site de compras para mamães e tratei logo de fazer minha encomenda, já que a empresa personalizava qualquer tema. Ficaram lindas e então decidir seguir com o tema.
Depois de recebidas as balas, passei para que um amigo (Sandro Valido) fizesses os personalizados na mesma linha. Bis, Tic-tac, Batom, pirulito, tubetes, latinhas, bisnaga de brigadeiro, caixinha de lanche, tudo personalizado de Princesas da Bíblia. Ficaram uma gracinha.
Eu mesmo tive a ideia de fazer uma lembrancinha útil para a criançada que tivesse alguma coisa a ver com princesa. E pra que coisa melhor para associar com princesa do que coroa? Bolamos bolsinha para meninas e mochila para meninas com aplicação de uma coroa linda amarela. Ficaram uma graça, não acham? Mamãe caprichou na costura e eu na aplicação (aprendi até a fazer esse ponto caseado e fiquei craque rsrsrs). Dentro, uma revistinha de atividades e uma caixinha com giz de cera, também personalizados (estes esqueci de fotografar).
A decoração eu e o papai fizemos. Coisa simples, mas para deixar tudo bem charmosinho para nossa princesa. Achei que ficou tudo uma graça. E, o melhor, ela não desconfiava de nada e ficou, realmente, muito surpresa quando viu a festa, os coleguinhas, os avós, tias, priminhos e nós, seus pais e sua irmãzinha Rebeca.

Ah, surpresa é sempre muito bom. Surpreender, melhor ainda!

Beijos


@conversinhadmae

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

McDia Feliz: está chegando o dia de ajudar

Agosto chegando ao final e se aproxima também o dia do tradicional evento para ajudar crianças com câncer. Este ano, chega à 25ª edição no Brasil o McDia Feliz. O evento acontece no dia 31, sábado, em todo país. Cada Big Mac® será transformado em sorrisos para as crianças em tratamento. Então, é até aceitável sair do regime e abrir uma exceção pra se deliciar no sanduíche, sem culpa nenhuma.

Coordenado nacionalmente pelo Instituto Ronald McDonald, o McDia Feliz tem como objetivo despertar a atenção de toda a sociedade e sensibilizá-la para uma realidade que atinge milhares de crianças e adolescentes em todo Brasil. Em Sergipe, pelo 15º ano, a Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos) é a beneficiada com a iniciativa.

Este ano, o projeto de Apoio ao Tratamento Hospitalar, pedagógico e psicológico será beneficiado com a arrecadação do McDia Feliz através da venda de tíquetes antecipados, produtos promocionais e a venda de Big Mac® no dia 31 de agosto nos restaurantes de Aracaju e Nossa Senhora do Socorro. Cerca de 450 crianças e adolescentes atendidos pela instituição serão beneficiados.

Como todos os anos, voluntários e artistas se mobilizam para realizar uma grande festa. A abertura local da campanha acontecerá no Shopping Jardins, a partir das 13 horas, com apresentação do Coral Cantavosos. Logo após, acontecerão apresentações artísticas com cantores e grupos musicais. A campanha será realizada, em Aracaju, nos restaurantes McDonald’s do Shopping Riomar e Jardins e no Drive-Thru da avenida Hermes Fontes. Já em Nossa Senhora do Socorro, acontecerá no Shopping Prêmio.

Vamos lá participar, gente!

Beijos

@conversinhadmae


Fonte: Ascom Avosos com informações do IRM

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Senado proíbe venda de refrigerantes e alimentos gordurosos nas escolas

A garantia de uma alimentação adequada nas escolas de ensino básico do país depende agora da aprovação dos deputados federais. Hoje, dia 21, o Senado concluiu a votação do projeto de lei que proíbe cantinas e lanchonetes instaladas em escolas de vender bebidas com baixo teor nutricional, como os refrigerantes, ou alimentos com quantidades elevadas de açúcar, de gordura saturada, de gordura trans ou sal.

O montagem dos cardápios destes estabelecimentos é motivo de preocupação em alguns estados, que definiram normas para os cardápios oferecidos aos alunos, mas, até hoje, não há regra que padronize a medida nacionalmente. O assunto é discutido no Congresso há quase oito anos.

Os senadores esperam uniformizar a qualidade dos alimentos e estimular ações de educação nutricional e sanitária nas escolas. O projeto havia sido aprovado no colegiado mas, como a decisão é terminativa, a medida precisou ser submetida a segundo turno de votação. O projeto segue agora para apreciação da Câmara dos Deputados.

Vamos torcer que seja aprovado. Eu apoio!

Beijos

@conversinhadmae

Fonte: Agência Brasil

Natal Luz de Gramado terá um novo espetáculo

No início de dezembro de 2010, nós fomos passar alguns dias de nossas férias em Gramado. Um sonho! Nunca imaginamos vivenciar a magia do Natal nesta cidade que respira esse clima natalino como nenhuma outra. Quando cogitamos a ideia disso, corremos atrás. Quando chegamos lá, nem acreditávamos. A cidade é linda, a população muito educada e o Natal Luz é um encanto.

Ficamos impressionados como a cidade inteira é envolvida nesse grande evento que atrai visitantes de todo Brasil e até de outros países. Claro que um dia voltaremos para, novamente, participar desse grande espetáculo, agora com Rebequinha a reboque também. (Bia vive pedindo isso, como se Gramado fosse vizinho aqui de Aracaju. Detalhe, é apenas uma distancinha de 3.200 quilômetros, aproximadamente)

Uma das novidades do Natal Luz de Gramado, que este ano chega à sua 28ª edição, será o espetáculo Natalis, que será apresentado no Lago Joaquina Rita Bier. Dirigido por Sérgio Korsakoff – com vasta experiência em espetáculos natalinos, o novo espetáculo terá um total de 20 apresentações, às segundas e sextas-feiras, a partir das 21h15min.

“A ideia é trazer o cunho religioso do Natal, utilizando uma tecnologia inédita”, afirmou Korsakoff. “Iremos narrar os sete dias da criação do mundo, com imagens projetadas em telas de água. Serão 200 metros quadrados de projeção cada uma”, complementou o diretor do novo espetáculo do Natal Luz.

Natalis fala do nascimento do menino Jesus, e passa por episódios bíblicos como o da multiplicação dos peixes, quando o público terá a sensação de que Ele caminha sobre a água. “É um efeito de projeção, com a tela rente à água”, revela o diretor do espetáculo. “Dá a impressão de que os personagens estão saindo da água”, complementa Sérgio Korsakoff.

O espetáculo terá duração de 30 minutos, e a trilha musical será toda em português. Sem revelar toda a trilha, o produtor Walter Neto deixa escapar que haverá o Pai Nosso cantado e uma nova versão de Jesus Cristo, hit dos anos 70, composto por Roberto Carlos e Erasmo Carlos. E a narração ficará a cargo de Cid Moreira, conhecido pelo sucesso dos CDs que protagonizou relatando passagens bíblicas.

Para que o público tenha visão perfeita dos telões, a capacidade das arquibancadas do Lago Joaquina Rita Bier será reduzida para apenas 3,2 mil pessoas por espetáculo. Para mais informações, acesse o site do evento: http://www.natalluzdegramado.com.br/.

Beijos

@conversinhadmae


Foto: Cleiton Thiele

Crianças maiores são mais vulneráveis às fraturas faciais

Um levantamento sobre trauma facial em crianças brasileiras feito pelo chefe do Serviço de Cirurgia Crânio-maxilo-facial do Hospital de São Francisco da Penitência, no Rio de Janeiro, o cirurgião buco-maxilo-facial Sylvio de Moraes, mostrou que de cada 100 fraturas de face em crianças no país, 95 acontecem na faixa etária entre seis e 13 anos de idade. O estudo vai ser apresentado e discutido por especialistas durante o Congresso Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial, iniciado no último dia 20 até o próximo sábado, na capital fluminense.

O médico informou que o percentual menor de traumas é registrado entre crianças até cinco anos de idade, porque, em geral, nessa fase, as crianças estão muito próximas dos pais. “Elas são muito mais vigiadas, normalmente ainda não estão em escolas. Por isso, são, naturalmente, mais cercadas de zelo”. Isso não significa, entretanto, observou Moraes, que as crianças acima dessa idade não sejam cuidadas com o mesmo zelo. “Mas estão na escola, na rua, e são mais passíveis de traumas, de maneira geral”.

De acordo com Sylvio de Moraes, 35% dos traumas de face decorrem de acidentes domésticos, que acontecem dentro de casa, como quedas de pequenas alturas (da cama, do beliche, do sofá, do velocípede ou da bicicleta). “São as causas mais frequentes nas crianças, em geral”. Violência externa, a maioria resultado de atropelamentos, representa 20%.

Importância da cadeirinha
A estatística mostra ainda que 15% das fraturas de face provêm de colisões de veículos. O percentual melhorou, disse Moraes, com o uso da cadeirinha e do cinto de segurança nos carros para as crianças. Já 10% dos traumas são quedas atípicas que acometem mais as crianças de famílias pobres, envolvendo quedas de laje, de tanque ou de muro, mostra o estudo. Os 20% restantes englobam fraturas causadas por agressão, acidentes com armas de fogo, quedas de varandas e escadas, acidentes em elevadores, acidentes de motocicleta nos quais a criança é transportada sem a proteção adequada.

Sylvio de Moraes esclareceu que embora 65% da totalidade das fraturas de face ocorram fora de casa e 35% dentro das residências, “na distribuição percentual, a causa isolada de maior expressão dos traumas em crianças é o acidente doméstico”. Enfatizou que isso torna o acidente dentro de casa “percentualmente mais expressivo”.

Os especialistas mostram preocupação com o aumento de traumas de face em crianças verificado nos últimos anos. A época de férias, quando os pais estão mais relaxados com os filhos, cria uma atmosfera de risco, definiu o especialista. Outro fato que contribui para o crescimento dos casos de fraturas é a vida cotidiana que tem imposto às mulheres um peso grande na sociedade. “A mulher é multitarefa. É mãe, é esposa, é funcionária, chefe, dona de casa. O que ocorre é que as mulheres têm saído mais cedo para trabalhar e as crianças têm ficado mais com cuidadores”.

O levantamento indica ainda que as crianças que ficam mais tempo sem a presença dos cuidadores maternos estão mais expostas a acidentes. O que poderá melhorar isso é a conscientização da sociedade como um todo, indicou. “É uma questão de educação e apelar para que as pessoas tenham um cuidado maior”.

Para eventuais casos de traumas de face, a recomendação de Sylvio de Moraes é que os pais, ao chegarem com os filhos em um hospital, solicitem o atendimento de um especialista buco-maxilo-facial, porque isso pode contribuir para a recuperação das crianças sem sequelas. Na maioria das vezes, crianças nessa situação são encaminhadas para pediatras que não têm formação cirúrgica ou não detêm conhecimento nessa área, que é especializada, disse. “A avaliação de um cirurgião buco-maxilo-facial é fundamental e, sempre que for possível, a estratificação do trauma deve ser acompanhada por exames de imagem específicos, como tomografia”, sugeriu.

Moraes ressaltou que o trauma de face de uma criança requer uma força muito maior do que as fraturas que ocorrem em um adulto, porque os ossos da criança são mais resilientes, ou seja, mais macios. Por isso, declarou que “não é frequente que traumas de baixa energia causem fraturas em crianças”. Durante o congresso, os médicos pretendem aperfeiçoar o diagnóstico e o tratamento para traumas faciais, além de “discutir opções terapêuticas mais modernas, menos sofridas e menos onerosas” para os pacientes. 

Beijos

@conversinhadmae


Fonte: Agência Brasil

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Campanha do Ministério da Saúde vai atualizar vacinação das crianças

Quando nossos filhos são bebezinhos, no primeiro ano de vida, todo mês a gente está lá, no posto de saúde, para dar as vacinas em dia, corretamente. Mas depois que eles crescem, a gente meio que relaxa, às vezes esquece a data certo de levar para tomar determinada vacina. Acho que já aconteceu com muita gente isso, não?

E é com o objetivo de atualizar a situação das crianças menores de cinco anos que não estiverem com a caderneta de vacinação em dia que começa no próximo dia 24 a campanha nacional de atualização da caderneta de vacinação. A meta é ampliar a cobertura vacinal das crianças.

A campanha acontece no período de 24 a 30 de agosto. Dia 24 acontece o dia D de divulgação e mobilização nacional da campanha. Nesse período, serão oferecidas todas as vacinas do calendário básico infantil: BCG, hepatite B, penta, inativada poliomielite (VIP), oral poliomielite (VOP), rotavírus, pneumocócica 10 valente, meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e DTP (difteria, tétano e coqueluche).

Para isso, o Ministério da Saúde disponibilizou R$ 18,6 milhões, para a operacionalização da campanha pelos estados e municípios. Serão envolvidos 34 mil postos fixos de vacinação - além dos volantes – e 350 mil profissionais de saúde, além da utilização de cerca de 40 mil veículos.

Na ocasião, o Ministério da Saúde também disponibilizará para as crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade - residentes em todos os municípios das Regiões Norte e Nordeste e municípios prioritários do Plano Brasil Sem Miséria das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul - a suplementação de vitamina A. A suplementação, com megadoses de vitamina A, contribui para a redução do risco global de morte, mortalidade por diarreia, além de ajudar no desenvolvimento e crescimento das crianças. A vitamina A também pode ser recebida na rotina dos serviços de saúde.

Então, se vocês, assim como eu, tem crianças nessa faixa etária, não deixe de levá-las. A vacinação é muito importante para a saúde de nossos pequenos.

Beijos


@conversinhadmae

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Saúde de Aracaju vai ampliar teste do pezinho para mais 20 unidades


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de saúde vai ampliar de quatro para 20, o número de Unidades de Saúde da Família (USF) que farão o teste do pezinho.  O objetivo é  ter mais postos de coleta  para triagem neonatal para facilitar o acesso da população para o teste. Por causa disso, o Programa Saúde da Criança, do Adolescente e do Jovem vai capacitar cerca de 200 pessoas - entre enfermeiros, auxiliares de enfermagem e supervisores - destas unidades. O curso será ministrado pela enfermeira Rita Bittencourt, coordenadora do programa, de 12 a 16 de agosto, no Núcleo  de Educação  Permanente em Saúde (Neps),  no bairro Ponto Novo.

"Serão dez turmas distintas", disse Rita Bittencourt, ao lembrar que, inicialmente, somente quatro USF faziam o teste. Após a capacitação, os testes passarão a ser feitos em mais 16 USF:  Augusto César Leite,  Dona Jovem, Francisco Fonseca, Adel Nunes, Manoel de Souza Pereira, Edézio Vieira de Melo, Dona Sinhazinha, Niceu Dantas, Osvaldo Leite, Hugo Gurgel, Eunice Barbosa, Carlos Fernandes de Melo, Santa Terezinha, João Bezerra, Onésimo Pinto e Carlos Hardman Côrtes.

De acordo com Rita Bittencourt, com mais USF disponibilizando teste do pezinho, mais próximo este serviço estará da comunidade. Exame, aliás,  obrigatório no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que diz que é direito da criança o exame que diagnostica  anormalidade no metabolismo.  Nas USFs, de janeiro a julho deste ano, foram realizados 3.986 testes do pezinho, o que dá uma média de 570 exames mensais.

Esse teste é feito  pelo Sistema Único de Saúde (SUS) desde 15 de janeiro de 1992, mas foi somente em 6 de junho de 2001 que foi baixada a Portaria 822, instituindo o Programa Nacional de Triagem Neonatal, visando o acesso universal, integral e equânime, com foco na prevenção precoce e no acompanhamento dos pacientes.

Preferencialmente, o teste do pezinho deve ser feito do terceiro ao quinto dia de nascimento, podendo ser feito até o trigésimo dia. O teste é um exame laboratorial simples que tem o objetivo de detectar precocemente doenças metabólicas, genéticas e/ou infecciosas que poderão causar lesões irreversíveis no bebê, como por exemplo retardo mental.

A maioria das doenças pesquisadas pode ser tratada com sucesso desde que diagnosticadas antes mesmo de manifestar os primeiros sintomas. O exame é realizado através da análise de amostras de sangue coletadas através do calcanhar do bebe, por isso o nome "teste do pezinho". É um procedimento simples que não traz riscos para a criança.

Beijos

@conversinhadmae

Fonte: Ascom SMS de Aracaju

domingo, 11 de agosto de 2013

Pai: mais que sangue, exemplo de vida!

Não tenho do que reclamar. Em se tratando de pai, tive muita sorte. Ou melhor, Deus foi beeeem generoso comigo. É, afinal de contas, pai é uma figura muito, mas muito importante na vida de qualquer pessoa. É um orgulho olhar para minha família e ver que tenho a graça de ter um pai, avós materno e paterno e um marido que são pais exemplares.
Meu pai
Meu pai, Francisco, é o que eu posso dizer de um homem determinado, que sempre buscou, através da sabedoria divina, trilhar seus caminhos e cuidar da sua família nos princípios de Deus. Íntegro, honesto, servo de Deus: assim posso defini-lo. Se nós, seus filhos, conseguirmos ser parte do que ele é estaremos muito bem.
Meu avô materno
Deus também me dá a graça de ter meu avô materno. Aos 91 anos de vida, seu José Alves, apesar de alguns problemas de saúde decorrentes da idade, se mantém ativo física e mentalmente. Ele é um exemplo de vida. Nosso patriarca é exemplo para todos nós de pai. Fico admirada de ver que, mesmo em seus lapsos de memória (se é que podemos classificar assim), mesmo em momentos de dor seus lábios não se cansam de recitar textos bíblicos e entoar louvores a Deus.
Eu e meu avô paterno, pouco antes dele partir
Aos sete anos de idade, perdi meu avô paterno, seu Chico Pedro. Apesar da pouca idade que tinha quando ele partiu, guardo na minha memória a lembrança de um homem alegre, temente a Deus e que fez de tudo para que seus três filhos se encaminhassem na vida, mas, principalmente, que fossem homens de bem. E ele conseguiu!
O paizão das minhas pequenas
O pai da gente não é a gente que escolhe (e graças a Deus minha mãe soube escolher bem!). Mas aquele que vai ser o pai dos nossos filhos, ah, aí, sim, a responsabilidade é toda nossa, por isso é tão importante ter bastante cuidado. Graças a Deus, não podia ter feito escolha melhor. Minhas filhas não poderiam ter tido pai melhor.

Alex é tudo que um pai deve ser para suas filhas. Não apenas provedor material, mas presente em tudo, desde que elas nasceram. Banho, comida, arruma cabelo, escolhe roupa, leva pra escola, brinca de Uno, Can Can, pega varetas, leva pra andar de bicicleta, é, quase tudo é com ele mesmo. Afinal de contas, como já diz o ditado: filha é do pai (e eu tive a 'sorte' de ter meninas e aí, dancei! rsrsrsrs). Mas, mais que tudo isso, elas podem se orgulhar de ter um pai correto, honesto, temente a Deus e que busca passar tudo isso a elas através de seu exemplo.

Em nome desses quatro pais tão importantes em minha vida, quero parabenizar todos os pais. Você que ainda tem seu pai, aproveite o dia. Abrace muito, beije muito, diga que o ama e até, se puder, der um presentinho. E os papais: podem curtir, o dia é de vocês. Feliz Dia dos Pais!!!!!

Beijos

@conversinhadmae

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

LEGO lança novidades para as meninas


Que mamãe ou papai na infância não brincou de Lego. Pois a empresa lança agora no mês de agosto uma linha especial para as meninas. É a Lego Friends. Bem coloridos como as meninas gostam, são nove conjuntos com diferentes temas para as cinco minibonecas (Friends). As amigas Mia, Emma, Andrea, Stephanie e Olívia vivem Heartlake City e dividem diferentes interesses em suas profissões e hobbies, como veterinária, gastronomia, cultura e design.
Lego Friends - Confeitaria no centro da cidade
A linha Lego Friends foi lançada no início do ano passado. Um dos pontos altos desta linha é que cada uma das cinco amigas possui uma personalidades distinta, com seus próprios gostos e características e grande identificação para as crianças de cinco a 12 anos. Mia, por exemplo, gosta de animais e esportes; Emma se interessa por artes e moda; Andrea curte música e dança; Stephanie prefere planejar uma boa festa; e Olivia é a amiga que gosta de ciências e se diverte inventando várias coisas.
Lego Friends - Cruzeiro com golfinhos
A linha foi desenvolvida após pesquisa com garotas e mães de diversas partes do mundo para refletir os interesses contemporâneos do universo feminino, ressaltando o valor da amizade. A marca, líder mundial da categoria brinquedos de montar, ressaltou ainda que a linha proporciona às meninas infinitas brincadeiras, com pacotes de animais, muitos acessórios e cabelos feitos de borracha macia, para não machucar. Além disso, as crianças que podem acessar o site LEGO.com/friends para cuidar dos animais, fazer download para obter mais ideias e inspirações para construção.

Será que as meninas vão gostar da novidade?

Beijos

@conversinhadmae

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Quase 12% dos partos feitos no Brasil são prematuros

Estudo aponta que 11,7% dos partos feitos no Brasil são prematuros, ou seja, ocorrem antes de a gestação completar 37 semanas. Segundo o levantamento, coordenado pelo Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da Universidade Federal de Pelotas, feito com a participação de 12 universidades, entre as gestantes menores de 15 anos, o índice de partos prematuros é 10,8%. Entre as mães na faixa dos 20 aos 34 anos, 6,7% dos partos são prematuros.


O estudo "Prematuridade e Suas Possíveis Causas", referente a 2010, também mostra que as regiões Sul e Sudeste são as que têm os maiores percentuais de prematuridade, 12% e 12,5%, respectivamente. No Centro-Oeste, o índice é 11,5%; no Nordeste, 10,9%; e no Norte, 10,8%.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2010, nasceram 15 milhões de crianças prematuras em todo o mundo. O Brasil está na décima posição entre os países onde mais nascem prematuros. A pesquisa também aponta que enquanto a taxa de mortalidade infantil está diminuindo, há um crescimento de desse tipo de ocorrência.


De acordo com o estudo, as mulheres indígenas apresentam o maior percentual de partos prematuros, 8,1%. Entre as brancas, o índice é 7,8%; entre as negras, 7,7%; entre as pardas, 7,1%; e entre as de pele amarela, 6,3%.


O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) indica a relação entre o aumento da prematuridade e a realização de cesarianas. As mais altas taxas de cesarianas verificam-se nas regiões mais desenvolvidas (Sudeste, Sul e Centro-Oeste), enquanto as mais baixas estão nas regiões Norte e Nordeste. A entidade, porém, ressalta que é preciso um estudo mais aprofundado para ter certeza dessa relação.


O Brasil apresenta as mais altas taxas de cesarianas no mundo, segundo o Unicef. A entidade destaca que a incidência aumentou de 37,8% do total de partos, em 2000, para 52,3%, em 2010. A OMS recomenda que a taxa não ultrapasse os 15%, e alerta que o excesso de cesarianas aumenta a mortalidade de mães e de crianças.


De acordo com o levantamento, que teve o apoio do Unicef e do Ministério da Saúde, a prematuridade é a principal causa de morte de crianças no primeiro mês de vida.  No Brasil, a taxa de mortalidade de crianças abaixo de 1 ano é 16 para cada mil nascidos vivos, segundo a Rede Interagencial de Informações para a Saúde (Ripsa).

O estudo também mostrou que no Brasil aproximadamente 8% dos bebês nascem com baixo peso, ou seja, com menos de 2,5 quilos. As mulheres negras respondem pelo maior percentual de nascimentos de crianças abaixo do peso, 9,4%, seguida pelas brancas, com 8,3%, e as pardas, com 8,2%. Entre as de pele amarela e as indígenas, os índices são 7,6% e 7,7%, respectivamente.


Beijos


@conversinhadmae


Fonte: Agência Brasil

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Mães sergipanas participam da Hora do Mamaço 2013

Gente, estou muito, mas muito feliz. Realizamos nossa Hora do Mamaço aqui em Aracaju. Apesar do curto espaço de tempo para divulgação, graças a Deus, tivemos uma boa participação e adesão de muita gente que milita há muito pelo aleitamento materno. Foi um sucesso!!!!

Dezenas de mamães sergipanas que amamentam, juntamente com seus bebês, algumas acompanhadas pelos pais das crianças e familiares, participaram na tarde de domingo da Hora do Mamaço 2013. Em Sergipe, o evento aconteceu no Centro de Arte e Cultura J.Inácio, localizado na Orla da Atalaia. A iniciativa faz parte da Semana Mundial do Aleitamento Materno e aconteceu simultaneamente em mais de 40 cidades em todo país e também na cidade de Barcelona na Espanha.
O encontro de mães para uma mamada coletiva teve como objetivo chamar a atenção da sociedade para os benefícios do aleitamento materno exclusivo até o sexto mês de vida do bebê e, se possível, pelo menos até o segundo ano de vida da criança, para a saúde e o desenvolvimento do bebê. Em Sergipe, o evento teve apoio do Comitê de Aleitamento Materno da Sociedade Sergipana de Pediatria (Sosep) e dos três Bancos de Leite Humano do Estado, de Aracaju, Itabaiana e Lagarto, além da professora doutora da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Rita Rego, com sua turma de alunos do curso de Enfermagem. Um grupo de cerca de 20 mães, do município de Itabaiana, participaram da Hora do Mamaço.

A Hora do Mamaço foi criada em 2012 pela Aleitamento Materno Solidário (AMS) Brasil. Em Sergipe, este foi o primeiro ano que o ato foi realizado. Além de estimular e valorizar o aleitamento materno, o evento buscou chamar a atenção para a importância do apoio de familiares e também do trabalho para que a mulher possa amamentar o máximo que puder seu filho.
Durante a Hora do Mamaço em Aracaju, as mamães, além de amamentarem seus bebês, participaram de uma roda de conversa. Nela, as mães puderam tirar dúvidas sobre o aleitamento e também dar depoimentos sobre suas experiências com o aleitamento. As representantes dos bancos de leite, Helia Karla Agapito (Aracaju), Sandra Rafaela (Itabaiana) e Zoede (Lagarto).

Importância
A presidente da Sociedade Sergipana de Pediatria, Glória Tereza Lopes, ressaltou que o leite materno é o principal agente nutridor da criança nos seis primeiros meses de vida. “Já está pronto, muito acessível, além de favorecer muito a saúde do bebê. No futuro, vai ser possível ver os benefícios, pois facilita na formação do psiquismo, da sua afetividade em todo seu desenvolvimento, pois uma pessoa que na infância foi amamentada ela terá mais autoconfiança, menos problemas de relacionamento, então teremos uma sociedade melhor, se estimularmos o aleitamento materno”, destacou.

Adriana Machado participou da Hora do Mamaço. Ela levou sua filha Maria Joana, de apenas três meses junto. Para ela, o evento teve uma importância significativa, pois chama a atenção para esse tema. “Minha filha só mama no peito. É muito mais saudável, ajuda no crescimento e ajuda a prevenir doenças”, afirmou.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que os bebês sejam alimentados com o leite materno exclusivamente até o sexto mês de vida. Depois dos seis primeiros meses de vida é que novos e nutritivos alimentos devem ser introduzidos na dieta alimentar do bebê.  Isso porque é quando o seu organismo estará preparado para receber novos alimentos. No entanto, estudos mostram que, embora nos últimos anos tenha aumentado o número de meses de aleitamento exclusivo, ele está ainda aquém dos seis meses recomendados.

Segundo a presidente do Comitê de Aleitamento Materno da Sociedade Sergipana de Pediatria, Ana Jovina, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que há dez anos as mulheres amamentavam exclusivamente com seu leite os bebês em torno de dois meses. Atualmente essa média está em quatro meses. “Mas o ideal é que o aleitamento exclusivo seja nos seis primeiros meses, pois o leite materno atende todas as necessidades do bebê”, ressaltou, acrescentando que esse período de quatro meses coincide com a volta da mãe ao trabalho, uma vez que ainda muitas mães que trabalham têm apenas quatro meses de licença maternidade.

Aconselhamento e apoio
Embora reconheçam a importância do aleitamento materno exclusivo, muitas mães encontram dificuldade para amamentar seus bebês e, algumas vezes, esses entraves acabam fazendo com que elas desistam e passem a alimentar os bebês com fórmulas infantis. No entanto, esse apoio e esclarecimento para que a mãe consiga amamentar pode ser encontrado nos bancos de leite humano. Em Aracaju, existe o Banco de Leite Humano Marli Sarney. No município de Itabaiana tem o Banco de Leite Irmã Rafaela Pepel. A cidade de Lagarto também tem banco de leite.

A diretora do Banco de Itabaiana, Sandra Rafaela Pepel, destacou que o papel do banco é orientar e dar apoio às mães que não conseguem amamentar, seja porque o bebê não suga direito ou porque a mãe tem pouca produção ou outros motivos. Ela disse que é comum que algumas mães demorem alguns dias para que o leite desça e o bebê possa mamar. Por isso a orientação e informações são tão importantes para essas mamães que têm condições plenas de amamentar.

Hélia Karla, gerente do Banco de Leite de Aracaju, disse que algumas mães têm dificuldade e o interessante é que elas saibam que, caso isso aconteça, elas podem contar com profissionais que as acolhem e dão todas as orientações sobre o aleitamento. “A mãe tem que ser apoiada sempre”, frisou. Na roda de conversa durante a Hora do Mamaço, Lausimar Santos do Nascimento, mamãe de Ellen Mayane, de apenas dois meses de vida, contou que nos primeiros dias teve muita dificuldade para amamentar. “O bico do meu seio rachou, sentir muita dor, mas persisti em amamentar, procurei o Banco de Leite de Itabaiana e fui orientada. Até hoje minha menina só mama exclusivamente no peito”, contou.

Durante o evento, a professora Rita Rego recitou dois poemas de sua autoria, para as mães e os pais, sobre a importância do aleitamento materno. Ao final da Hora do Mamaço, foi gravado um vídeo com as mães amamentando seus bebês. As imagens irão fazer parte do vídeo que será feito pela AMS Brasil com registros da Hora do Mamaço 2013 em todas as cidades onde foi realizada.

Equipe que muito contribuiu para que a
Hora do Mamaço acontecesse. Só faltou Magali Dias
Como coordenadora do evento aqui em Sergipe, gostaria de deixar registrado meu agradecimento a todos que participaram, que apoiaram e de alguma forma contribuíram para que nossa Hora do Mamaço acontecesse.  As pediatras Magali Dias, Cristina Dias, Glória Tereza, Ana Jovina, Vânia da Sosep, representantes dos Bancos de Leite de Aracaju, Itabaiana e Lagarto, Prefeitura de Itabaiana, que cedeu o ônibus e estrutura para que um grupo de mães viesse a Aracaju, a Seides, que cedeu o espaço, professora Rita Rego e seus alunos de Enfermagem da UFS,  Alfama Web, que fez a filmagem, o fotógrafo Adriano Torres que fez todos esses registros que estão aqui e cobriu o evento, todas as mães, bebês e papais que participaram e a imprensa, que divulgou nosso ato: muito obrigada a todos vocês.

Ano que vem, com fé em Deus, tem mais.

Beijos


@conversinhadmae

Fotos: Adriano Torres

Doce Entardecer e Aventura Marítima - Paraiso lança Coleção Verão 2014

Mamães de plantão que gostam de ver seus bebês sempre fofos e bem vestidos: a Paraiso Moda Bebê acaba de lançar sua Coleção Verão 2014. Para as meninas, ela vem nos saudar com o encanto de uma tarde ensolarada. Flores, pássaros e uma leve brisa a soprar revelam um cenário romântico, como em uma poesia de fim de tarde.

Num ambiente de leveza, surge o convite para uma adorável comemoração, em que a alegria e a inocência contemplam o sabor da infância. Essa é a inspiração da marca, que apresenta uma coleção sofisticada, com detalhes em pedrarias, laços e arranjos florais.
Os motivos para as estampas foram extraídos desta linda festa no jardim. A harmonia e a delicadeza da natureza resultam em modelos com motivos florais, doces, vegetação, pássaros e borboletas.
As novidades ficam por conta das criações em alfaiataria e da estilosa calça cropped. Destaque também para os modelos com acessórios, como os cintos, que deixam as referências ainda mais belas e exclusivas. As bases prezam pelo conforto, exibindo tecidos leves e que proporcionam um bom caimento às peças.
A suavidade da cartela de cores remete a delicadeza do tema e revela tonalidades de bege, salmão, verde, rosa e coral. Já os tons neons, deixam as peças mais descontraídas. Para completar, alguns modelos trazem a tendência das candy colors.


Aventura marítima
Para os meninos, a Paraiso Moda Bebê entra no clima da temporada do verão 2014 e convida seus marujos para uma aventura em alto mar, com direito a pescaria e ancoragens em terra firme. As velas já foram içadas, a tripulação está pronta para partir. O destino é incerto, a missão definida, todos em busca do precioso “tesouro da alegria”.

O mar é um grande companheiro, junto dos bons ventos, guia o barco pelos caminhos mais encantadores. As belezas naturais do oceano são estonteantes e revelam adoráveis surpresas. O espetáculo das criaturas marinhas, como os peixes multicoloridos, impressiona.
A parada numa ilha deixa a viagem mais interessante e divertida. A aventura se estende pelas areias, onde as ordens do capitão são brincar e explorar as peculiaridades de uma vida à beira mar.

Inspirada na temática de um “novo navy”, a marca empregou, na coleção de meninos, motivos náuticos e praianos. As novidades aparecem em conjuntos com bermudas trend colors e peças com estampas localizadas. Já os bordados trazem uma pegada moderna, com ilustrações mais estilizadas, como nas roupas dos papais, deixando os modelos mais fashion para os pequenos marujos.
As padronagens trazem listrados e xadrezes em bases leves. O complemento fica por conta da cartela de cores irradiantes, hora abusando dos contrastes e em outros momentos de profunda harmonia. Foram utilizados tons como verde, marinho, vermelho, laranja e azul.

Eu estou louca pra ver as peças Paraiso nas lojas. Aguardando...

Beijos


@conversinhadmae