sexta-feira, 12 de julho de 2013

Atenção: recall de cadeirinhas de bebê

Gente, muita atenção! Alguns modelos de cadeirinhas de bebês para automóveis terão que passar por recall. A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça, anunciou esta semana a Campanha de Chamamento para a substituição do fecho do cinto de segurança. Modelos de três fabricantes estão incluídos no chamamento: Burigotto, Galzerano e Artsana Brasil LTDA (Chicco). Mais de 13 mil cadeirinhas dessas três que usam esse tipo de fivela em que o problema foi detectado e precisará ser substituída foram colocadas no mercado entre 2010 e 2013.

A Burigotto informou que a campanha abrange 5.122 produtos colocados no mercado de consumo. Segundo a Chicco, o recall envolve 7.842 unidades de sua marca. Já a Galzerano ainda não informou quantas deverão participar do chamamento. Da marca Burigotto estão incluídas as cadeiras das marcas Burigotto Neonato, Peg-Pérego Tri-Fix K e Navetta XL, fabricadas entre janeiro de 2010 e maio de 2013.
Modelo da Burigotto
No seu site, a empresa explica que a Sabelt S.p.A. detectou que alguns de seus cintos de segurança, usados em dispositivos de retenção para crianças, podem apresentar um defeito de fabricação e ocasionar um possível problema de segurança na eficiência da retenção do sistema de trava dos fechos, com consequente risco em caso de acidente. Embora não tenham tido notificação de nenhum acidente, decidiram, preventivamente, iniciar a campanha para troca da fivela.
Modelo Piccolina, da Galzerano
No site da Galzerano, logo na página principal já há um aviso de risco, onde a empresa informa aos clientes sobre o fato (já que tem o mesmo fornecedor do cinto) e como proceder. Na marca, o problema foi detectado num modelo específico de cinto de segurança, o qual foi utilizado em alguns dos dispositivos de retenção tipo bebê conforto modelo Piccolina.

Modelos da Chicco no recall
Os clientes da Chicco também podem se informar em seu site sobre o problema e os modelos incluídos no recall. Segundo a marca, esse modelo de fivela foi usado nos produtos Chicco Auto-Fix e Chicco Synthesis (que não é comercializado no Brasil), vendidos individualmente ou como componentes dos sistemas para passeio Trio Living, S3, Scoop e Tour 4.

Entre os riscos que o produto da forma como está pode oferecer à saúde e segurança do bebê, a empresa informou que “o defeito detectado no fecho fornecido pela empresa italiana pode resultar na abertura do cinto de segurança da cadeira/berço em caso de impacto do veículo”, o que, segundo o Departamento Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), pode acarretar lesões graves às crianças e a demais ocupantes do veículo.

Imaginem, mamães, se isso acontece justo na cadeirinha de nossos pequenos? Deus nos livre, não? Então, atenção! Vejam se seu modelo corresponde a um desses acima e e entre em contato, imediatamente, com o fabricante da cadeirinha, para saber como fazer a substituição.

E, lembre-se, o Código de Defesa do Consumidor determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor.

Beijos


@conversinhadmae

Um comentário:

  1. seguindo mãezina
    tambem tenho um blog materno
    e adorei eu vi no jornal sobre essas cadeiras
    abraços

    ResponderExcluir