terça-feira, 4 de junho de 2013

Sábado é dia de vacinar a criançada

Próximo sábado, dia 8, é dia de levar a criançada de seis meses a menores de cinco anos de idade às unidades de saúde para ser vacinada. É que começa mais uma Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, que foi lançada hoje pelo Ministério da Saúde. A meta é vacinar pelo menos 95% dos 12,9 milhões de crianças nessa faixa etária. Os pais podem levar os pequenos para receber a dose até o dia 21 de junho

Serão distribuídas 19,4 milhões de doses da vacina oral nos 115 mil postos abertos em todo o país para a vacinação. Embora o Brasil esteja livre da doença, como em muitos países o vírus da paralisia infantil ainda circula é preciso que as crianças estejam protegidas contra a doença.

Em 2012 foram vacinadas mais de 14 milhões de crianças. Isso significa 99% do público alvo. Desde o ano passado que o Ministério da Saúde passou a realizar apenas uma etapa exclusiva da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, no mês de junho. No ano passado, todas as crianças até cinco anos incompletos participavam da campanha.

Mas neste ano o público alvo a ser vacinado na campanha é a partir dos seis meses, com a vacina oral, as chamadas gotinhas. Isso porque as crianças menores de 6 meses já estão sendo vacinadas com a injetável (VIP) nos postos de vacinação. Os pais não devem esquecer de levar o cartão de vacinação da criança, par que o profissional de saúde possa avaliar a situação vacinal da criança.

Se a criança menor de cinco anos nunca tiver tomado nenhuma dose injetável, não tomará as gotinhas neste momento. Deverá iniciar o esquema vacinal com a injetável. Por esse motivo, o Ministério da Saúde recomenda que os estados e municípios disponibilizem também a injetável nas suas unidades básicas de saúde, embora nesta campanha sejam utilizadas as duas gotinhas. O objetivo é evitar que crianças que estejam com o esquema vacinal contra a poliomielite atrasado percam a oportunidade de vacinação.

Não existe tratamento para a poliomielite e somente a prevenção, por meio da vacinação. A vacina protege contra os três sorotipos do poliovírus 1, 2 e 3. A eficácia da imunização é em torno de 90% a 95%. Ela é recomendada mesmo para as crianças que estejam com tosse, gripe, coriza, rinite ou diarreia. A vacina é segura e não há contraindicações, sendo raríssimas as reações associadas à administração da mesma. Em alguns casos, como, por exemplo, em crianças com infecções agudas, com febre acima de 38ºC ou com hipersensibilidade a algum componente da vacina, recomenda-se que os pais consultem um médico para avaliar se a vacina deve ser aplicada.

Beijos

@conversinhadmae


Nenhum comentário:

Postar um comentário