sexta-feira, 7 de junho de 2013

Projeto desenvolvido pela Avosos promove melhoria na qualidade de vida de pacientes com câncer

O bom estado nutricional é parte importante no tratamento do câncer. Pensando nesta realidade, a Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos) desenvolve o Projeto “Nutrindo a vida” que visa recuperar o peso ideal de crianças e adolescentes com câncer melhorando, assim, a qualidade de vida durante o tratamento oncológico.

A iniciativa oferece orientação nutricional individualizada, adequação no cardápio, entrega de suplemento oral, hipercalórico e hiperproteico até adequação do peso corporal e, realização de atividades educativas.

De acordo com a nutricionista da Avosos, Marcelle Wanderley, a terapia nutricional deve ser iniciada o mais cedo possível em situações onde a ingestão oral encontra-se prejudicada. “A avaliação nutricional deve ser realizada o mais precocemente e em intervalos regulares para que possa ser feita uma correta intervenção nutricional com a finalidade de suprir as necessidades diárias e recuperar o peso o mais rápido possível”, orientou a profissional.

A paciente Gabriela Daltro, 11 anos, é uma das participantes do projeto e faz tratamento para curar a leucemia há dois anos. Quando chegou à instituição possuía uma grande dificuldade de se alimentar e já apresentava um estado de desnutrição. A partir da inserção, passou a ter um regime alimentar adequado e balanceado de acordo com as orientações da nutricionista. “Eu não sabia que era preciso todo esse cuidado. As informações foram imprescindíveis para que ajudasse minha filha a ganhar peso e responder bem ao tratamento”, afirmou Valdineire Daltro, mãe de Gabriela. 

Como resultado, de 259 crianças e adolescentes avaliadas, 59 assistidos, que estavam em tratamento e se encontravam abaixo do peso esperado, participaram do projeto. Durante os 12 meses de acompanhamento, 49 crianças conseguiram recuperar seu estado nutricional, sete pacientes apresentaram melhora de magreza para baixo peso e apenas três crianças foram a óbito antes do término do projeto. Com isso, o “Nutrindo a Vida” demonstrou contribuir favoravelmente para uma melhor qualidade de vida durante o tratamento, salvando da desnutrição 56 crianças. Que bom!!!

Beijos

@conversinhadmae

Fonte: Ascom Avosos

Nenhum comentário:

Postar um comentário