quinta-feira, 4 de abril de 2013

Teatro com as meninas




Pense num dia que não tinha nada para ser tão corrido, mas que sugou muito minhas forças. Este foi ontem. Por causa disso, não pude contar como foi a ida ao teatro com as meninas para uma das peças do III Festival Sergipano de Teatro. Mas graças a Deus ele já passou e estou aqui hoje renovadinha. Pois então, fomos na terça-feira à tarde assistir ao espetáculo Caixa de Brinquedos, encenado pelo grupo Cigari.

Confesso que foi uma surpresa muito boa. Sem uma palavra sequer em cena o grupo conseguiu atrair a atenção da plateia para a história de Aninha, uma garota que vive uma fantástica aventura com seus brinquedos enquanto sonha. A bailarina, o boneco de madeira, os mímicos, a boneca de pano e o palhaço, além da fadinha, de maneira encantada ganham vida e brincam com ela. Encantador! De parabéns a companhia.
Tietando os atores 
As meninas amaram e deram muitas gargalhadas com as peripécias de Aninha e seus brinquedos. Um orgulho ver um espetáculo tão bem produzido e encenado feito por artistas locais, muitos deles alunos ou formados em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Estou ansiosa para ver as outras peças infantis que fazem parte do III Fest. Se você é de Aracaju ou está aqui pela capital sergipana, veja a programação que ainda resta e aproveite:

5 de abril
“Ocus Focus!!! Mágica de um palhaço do Oriente”
Cia. O Mínimo
17 horas – Teatro Lourival Batista

O espetáculo retrata as peripécias de um gênio da lâmpada na tentativa de agradar seu mais novo amo lhe concedendo três desejos. Utilizando números de mágica, cômica e técnicas circenses, o gênio presenteará o seu amo com riqueza, saúde e boas gargalhadas. Trata-se de um espetáculo para todas as idades, que resgata gags tradicionais da mágica cômica e que fortalece a produção circense em Sergipe.

8 de abril
“Fábrica de Alegria”
Grupo Brinquedolé
15 horas – Teatro Lourival Batista

O espetáculo contém fragmentos de manifestações culturais afrodescendentes, como o Maculelê e a Capoeira, que são apresentados de forma lúdica e criativa. Contação de histórias, poesias, dança e fantoches também compõe de forma interativa e criativa a apresentação. Os textos são de autoria do próprio grupo, as poesias são de autoria de Gilda Costa, Nelson Neto, e ícones como Shakspeare e Fernando Pessoa. As letras musicais são da sergipana Celda Fontes. 

Programinha aprovadíssimo pelo Conversinha de Mãe.

Beijos

@conversinhadmae

Nenhum comentário:

Postar um comentário