sábado, 2 de fevereiro de 2013

Quase um sonho


O dia hoje foi corrido, mas quero compartilhar com vocês essa grande bênção. Ah, gente, pode parecer uma bobagem, mas quem está passando por isso ou já passou vai saber o quanto é importante. Depois de dois meses e meio que minha pequena Rebeca nasceu, na última noite eu, finalmente, consegui dormir uma noite inteira. Uhuuuuu!!!!

Nem lembrava como era isso. Embora nas últimas semanas ela já estivesse melhorando muito, no início foi um tanto quanto difícil. Noites de sono cortadas, com cólicas, choros (muitas vezes sem saber ao certo o motivo), mamadas, trocas de fralda... Coisas que foram melhorando com o passar dos dias. Aí já eram duas ou apenas uma vez acordando, até que ontem ela dormiu por volta das 22h e só chorou para mamar quase às 8h.

Dá pra acreditar? Nem eu cri quando olhei no relógio e vi que já era manhã e ela não tinha chorado. No comecinho da manhã até ouvi ela brincando no berço com o móbile, mas como não chorou não fui lá pegá-la para mamar. Os especialistas dizem que é normal os bebês irem aos poucos aumentando o número de horas que dormem durante a noite, ao passo que diminuem o número de mamadas nesse período. Faz parte do crescimento deles (e alívio nosso).

Segundo os médicos, desde que o bebê esteja ganhando peso normalmente, não é preciso acordá-lo de três em três horas para dar de mamar. E quando ele acordar, para criar a rotina do sono, procure não conversar com o neném quando ele acorda de madrugada. Acenda o mínimo de luzes e só fale o estritamente necessário.

Confesso que já vinha fazendo isso, mas me sentia um pouco cruel em apenas pegá-la no berço, colocar no colo e dar de mamar, sem nem uma conversinha, uma brincadeirinha. Mas dizem que assim é melhor para que ele comece a entender que a noite é para dormir. No site Babycenter Brasil há algumas dicas bem legais para que os bebês tenham bons hábitos de sono.

Beijos

@conversinhadmae

Nenhum comentário:

Postar um comentário