terça-feira, 2 de outubro de 2012

Como dizer que não é de Deus?

Domingo passado, assistindo ao programa Fantástico, da Rede Globo, fiquei encantada com o episódio da série “Corpo humano: o que acontece por dentro”, com o médico Dráuzio Varella. Esta semana, o tema abordado foi a formação do rosto humano. Gente, que coisa linda, perfeita, encantadora. Vendo as imagens feitas a partir de ultrassons, o vídeo mostrava tudo acontece dentro do útero da futura mamãe.

Depois de vencida a batalha da fecundação, o futuro bebê tem uma longa trajetória a percorrer até abrir os olhos para este nosso mundinho. Divisão celular, formação dos órgãos aos poucos e aquele serzinho de apenas poucos centímetros em três semanas já tem um coraçãozinho batendo.

Mas é apenas a partir da 10ª semana de vida que surge o rosto humano. A matéria mostrou que durante a formação do rosto humano, dentro do útero, ele não apenas cresce, mas se forma por um encaixe preciso de peças, como num quebra-cabeças. Lindamente! Para isso, é fundamental que as três peças principais da face em formação se encontrem exatamente na metade do lábio superior.

Um pequeno erro no encaixe deixa uma abertura no local. Um em cada 700 bebês nasce com esse defeito, que pode ser detectado ainda no útero, o chamado lábio leporino e fenda palatina. Nesses casos, é preciso fazer uma cirurgia ainda criança, para evitar sofrimento para ela.

Beijos

@conversinhadmae

Nenhum comentário:

Postar um comentário