sábado, 29 de setembro de 2012

Cuidado com as doenças da primavera


As temperaturas mais elevadas do início da primavera exigem alguns cuidados com a saúde. Com a chegada da estação aumenta a incidência de doenças alérgicas, principalmente nas crianças. Segundo o infectologista Marco Aurélio Góis, isso acontece em virtude da polinização das plantas no período em que estão na fase de reprodução, aumentando a presença de pólen no ar.


“Saímos do inverno, onde, seja pelas temperaturas mais baixas ou pelas chuvas, as pessoas ficam mais tempo em ambientes fechados e passam a se expor mais e para quem é alérgico pode ter mais crises alérgicas”, explicou o médico. Ele disse que as doenças mais frequentes nesse período são as renites alérgicas, conjuntivite alérgica e crises asmáticas.

De acordo com o infectologista, como cerca de 20% a 25% da população brasileira tem algum tipo de alergia é comum apresentar essas doenças com a chegada dessa estação, especialmente em crianças, onde a incidência é maior. Em alguns casos, como os sintomas – espirros e coriza – se assemelham a outras doenças a renite pode ser confundida com gripes e resfriados. No entanto Marco Aurélio observa que no caso das doenças alérgicas não há ocorrência de febre, o que diferencia o tipo da medicação administrada.

A elevação da temperatura também pode levar a um aumento de outras doenças, como gastroenterites, viroses e catapora, também conhecida como varicela. O infectologista explica que normalmente nesse período do ano há um aumento na disseminação da catapora justamente por ser uma doença transmitida de pessoa para pessoa. “E como depois do inverno as pessoas costuma sair mais há esse contato maior e aumenta a ocorrência e pequenos surtos são mais comuns nessa época”, disse.

Por isso é importante que alguns cuidados sejam tomados nessa época do ano. Entre eles, manter sempre os ambientes da casa limpos, sem poeira. Os móveis devem ser sempre limpos com um pano úmido, para evitar que a poeira fique no ar. As pessoas, principalmente as crianças, devem procurar usar roupas mais leves, que peguem menos poeira. As roupas de cama devem ser trocadas com mais frequência. Além disso, bonecas e bichos de pelúcia devem ser limpos e constantemente colocados ao sol, para evitar quadro alérgico nos pequenos.

Aos primeiros sintomas, as pessoas devem procurar o serviço de saúde, principalmente se tiver febre. Quem tem bronquite asmática também deve ter um cuidado maior com a saúde, sempre tendo acompanhamento, para evitar crises.

 Beijos

@conversinhadmae

* Matéria produzida por mim e publicada  no Jornal da Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário