quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Criançada correndo: é a Maratoninha Caixa


Os pequenos sergipanos podem participar no próximo domingo, dia 30, da prova do Circuito CAIXA de Maratoninha, a maior competição de corrida infantil do país, que será realizada em Aracaju. A prova, que acontece na praça de eventos da Orla de Atalaia, terá a largada a partir das 8h e contará com a presença ilustre do ex-atleta olímpico Cláudio Roberto Souza, como padrinho. Mais de 1.500 crianças de escolas públicas e particulares, além de integrantes de projetos sociais, serão recepcionadas pelos Poupançudos e pelo atleta. No local, será montada uma arquibancada para pais e familiares das crianças que participarão ou que assistirão às provas.

Podem participar da competição crianças de seis a 12 anos, dividas em três categorias que levam em conta o sexo e a idade: de seis a oito anos, de nove  e dez anos e 11 e 12 anos. Haverá também uma bateria com crianças portadoras de necessidades especiais. Todos os participantes receberão um kit da competição, composto por camiseta, boné, poupançudo e lanche. Os que completarem a prova receberão medalhas de participação. Também serão distribuídas cerca de 70 bicicletas, de 18 marchas, entre os vencedores das baterias.

O objetivo do Circuito CAIXA de Maratoninha é promover a cidadania, estimular a prática do esporte, revelar novos talentos e promover a inclusão social de crianças e jovens, de menor renda, por meio do esporte. Além disso, o evento pretende proporcionar lazer e integração, entre as comunidades participantes, e difundir a prática do atletismo.

As inscrições para a etapa de Aracaju do Circuito Caixa de Maratoninha são limitadas, custam R$ 5,00 mais um par de tênis usado (opcional) em bom estado de conservação, e podem ser feitas até a sexta-feira, das 10h às 16h, na agência da Caixa, localizada na avenida Hermes Fontes, 2.120, no bairro Luzia, independentemente do período de greve dos bancários.

O padrinho da prova em Sergipe, Claudio Roberto Souza, fez parte da equipe nacional do revezamento 4x100 m, nos Jogos Olímpicos de Sydney, na Austrália. Disputou a semifinal e ajudou na classificação do quarteto que, na final, conquistou a medalha de prata. Foi titular no ano seguinte, quando o 4x100 m foi finalista no Mundial de Edmonton. Em 2003, em Paris, foi o responsável por fechar a corrida da equipe, que conquistou o vice-campeonato mundial da prova.

Em Aracaju, o atleta fará uma “clínica de atletismo”, nessa sexta-feira, às 16h, com 150 crianças do Residencial Jaime Norberto da Silva, empreendimento habitacional integrante do Programa Minha Casa Minha Vida, localizado no bairro Porto Dantas e entregue no início deste ano. Na ocasião, o atleta falará da importância da prática esportiva para o desenvolvimento físico e psicológico da criança, além de ser uma forte aliada no combate ao uso de drogas.

Então ainda dá tempo de inscrever a criançada que quiser participar da competição.

Beijos

@conversinhadmae

Nenhum comentário:

Postar um comentário