sábado, 29 de setembro de 2012

Cuidado com as doenças da primavera


As temperaturas mais elevadas do início da primavera exigem alguns cuidados com a saúde. Com a chegada da estação aumenta a incidência de doenças alérgicas, principalmente nas crianças. Segundo o infectologista Marco Aurélio Góis, isso acontece em virtude da polinização das plantas no período em que estão na fase de reprodução, aumentando a presença de pólen no ar.


“Saímos do inverno, onde, seja pelas temperaturas mais baixas ou pelas chuvas, as pessoas ficam mais tempo em ambientes fechados e passam a se expor mais e para quem é alérgico pode ter mais crises alérgicas”, explicou o médico. Ele disse que as doenças mais frequentes nesse período são as renites alérgicas, conjuntivite alérgica e crises asmáticas.

De acordo com o infectologista, como cerca de 20% a 25% da população brasileira tem algum tipo de alergia é comum apresentar essas doenças com a chegada dessa estação, especialmente em crianças, onde a incidência é maior. Em alguns casos, como os sintomas – espirros e coriza – se assemelham a outras doenças a renite pode ser confundida com gripes e resfriados. No entanto Marco Aurélio observa que no caso das doenças alérgicas não há ocorrência de febre, o que diferencia o tipo da medicação administrada.

A elevação da temperatura também pode levar a um aumento de outras doenças, como gastroenterites, viroses e catapora, também conhecida como varicela. O infectologista explica que normalmente nesse período do ano há um aumento na disseminação da catapora justamente por ser uma doença transmitida de pessoa para pessoa. “E como depois do inverno as pessoas costuma sair mais há esse contato maior e aumenta a ocorrência e pequenos surtos são mais comuns nessa época”, disse.

Por isso é importante que alguns cuidados sejam tomados nessa época do ano. Entre eles, manter sempre os ambientes da casa limpos, sem poeira. Os móveis devem ser sempre limpos com um pano úmido, para evitar que a poeira fique no ar. As pessoas, principalmente as crianças, devem procurar usar roupas mais leves, que peguem menos poeira. As roupas de cama devem ser trocadas com mais frequência. Além disso, bonecas e bichos de pelúcia devem ser limpos e constantemente colocados ao sol, para evitar quadro alérgico nos pequenos.

Aos primeiros sintomas, as pessoas devem procurar o serviço de saúde, principalmente se tiver febre. Quem tem bronquite asmática também deve ter um cuidado maior com a saúde, sempre tendo acompanhamento, para evitar crises.

 Beijos

@conversinhadmae

* Matéria produzida por mim e publicada  no Jornal da Cidade

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Alerta: parto prematuro é a 2ª causa de morte entre crianças pequenas


Um estudo recente da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostrou que, todos os anos, 15 milhões de bebês no mundo nascem antes do tempo. O Brasil aparece como o décimo país com maior incidência, registrando cerca de 279 mil partos prematuros. Além dos riscos para as mães, a prematuridade é a segunda causa de morte de crianças com menos de cinco anos de idade, ficando atrás somente da pneumonia.

Segundo o especialista em gestação de alto risco Dr. Antônio Moron a prematuridade é definida quando o nascimento do bebê ocorre com menos de 37 semanas completas de gestação (259 dias) contados a partir do último dia do período menstrual. “Suas causas mais comuns são gravidez múltipla, fatores socioeconômicos, sangramento vaginal persistente, predisposição genética, incompetência istmocervical (quando a gestante apresenta dilatação do colo do útero já nos primeiros meses de gestação), distúrbios emocionais e infecções, além de causas desconhecidas” explicou Moron.

Para os bebês, as consequências podem representar um grave risco de mortalidade neonatal, além de problemas de saúde que incluem síndrome do desconforto respiratório e hemorragia intracraniana. Por esse motivo, a infraestrutura da maternidade onde ocorre o nascimento é essencial, já que esses recém-nascidos requerem maior assistência, principalmente quando apresentam baixo peso.

De acordo com o profissional, levando em conta a preservação do feto, muitos obstetras lançam mão de tratamentos, buscando prolongar o tempo de gestação para que chegue o mais perto possível dos nove meses. “Um exemplo de prevenção durante o período de pré-natal é o combate a qualquer tipo de infecção, já que durante a gestação pode trazer riscos de parto prematuro por estimular as contrações uterinas. Outro exemplo é a cirurgia chamada cerclagem que pode ser utilizada, dependendo do caso. Na operação, feita durante a gravidez, é feito um ponto em volta do colo do útero que deixa o local fechado até o dia do parto” esclarece o médico.

“É possível ter o controle do parto prematuro e geralmente é feito com drogas tocolíticas cujo objetivo principal é postergar o nascimento e aumentar a possibilidade de nascimento do feto sem sequela” finaliza o profissional.

Beijos

@conversinhadmae

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

De olho nas lembrancinhas


A curiosidade é uma característica inerente a (quase) todo ser humano. Em se tratando de mulher então... e grávida? Eu mesmo assumo: sou muito curiosa. Agora com a gravidez fico de olho em tudo que diz respeito a esse universo. Ontem à noite, quando soube do nascimento de Eva, filha dos apresentadores Angélica e Luciano Huck, fiquei logo curiosa em saber mais sobre a lembrancinha de maternidade que foi entregue aos amigos. Eu ainda não decidi como serão as da minha pequena Rebeca e tudo serve de inspiração.

Os site de celebridades hoje já mostram o que os convidados da menina receberam. As amigas da mamãe Angélica ganharam um kit mimo, com uma garrafinha de água mineral personalizada, um biscoitinho em formato de urso e um bem-nascido enrolado sugestivamente numa fraldinha de pano, todos trazendo o nome de Eva impresso.
A própria Angélica, ao comunicar o nascimento de sua filha no Twitter postou também uma foto do enfeite da porta do quarto na maternidade. O enfeite tem a seguinte legenda: “Nossa família! Muito amor”, com uma família de ursinhos. Bem fofo!

Para você que está esperando bebê também, ficam as sugestões.

Beijos

@conversinhadmae

Criançada correndo: é a Maratoninha Caixa


Os pequenos sergipanos podem participar no próximo domingo, dia 30, da prova do Circuito CAIXA de Maratoninha, a maior competição de corrida infantil do país, que será realizada em Aracaju. A prova, que acontece na praça de eventos da Orla de Atalaia, terá a largada a partir das 8h e contará com a presença ilustre do ex-atleta olímpico Cláudio Roberto Souza, como padrinho. Mais de 1.500 crianças de escolas públicas e particulares, além de integrantes de projetos sociais, serão recepcionadas pelos Poupançudos e pelo atleta. No local, será montada uma arquibancada para pais e familiares das crianças que participarão ou que assistirão às provas.

Podem participar da competição crianças de seis a 12 anos, dividas em três categorias que levam em conta o sexo e a idade: de seis a oito anos, de nove  e dez anos e 11 e 12 anos. Haverá também uma bateria com crianças portadoras de necessidades especiais. Todos os participantes receberão um kit da competição, composto por camiseta, boné, poupançudo e lanche. Os que completarem a prova receberão medalhas de participação. Também serão distribuídas cerca de 70 bicicletas, de 18 marchas, entre os vencedores das baterias.

O objetivo do Circuito CAIXA de Maratoninha é promover a cidadania, estimular a prática do esporte, revelar novos talentos e promover a inclusão social de crianças e jovens, de menor renda, por meio do esporte. Além disso, o evento pretende proporcionar lazer e integração, entre as comunidades participantes, e difundir a prática do atletismo.

As inscrições para a etapa de Aracaju do Circuito Caixa de Maratoninha são limitadas, custam R$ 5,00 mais um par de tênis usado (opcional) em bom estado de conservação, e podem ser feitas até a sexta-feira, das 10h às 16h, na agência da Caixa, localizada na avenida Hermes Fontes, 2.120, no bairro Luzia, independentemente do período de greve dos bancários.

O padrinho da prova em Sergipe, Claudio Roberto Souza, fez parte da equipe nacional do revezamento 4x100 m, nos Jogos Olímpicos de Sydney, na Austrália. Disputou a semifinal e ajudou na classificação do quarteto que, na final, conquistou a medalha de prata. Foi titular no ano seguinte, quando o 4x100 m foi finalista no Mundial de Edmonton. Em 2003, em Paris, foi o responsável por fechar a corrida da equipe, que conquistou o vice-campeonato mundial da prova.

Em Aracaju, o atleta fará uma “clínica de atletismo”, nessa sexta-feira, às 16h, com 150 crianças do Residencial Jaime Norberto da Silva, empreendimento habitacional integrante do Programa Minha Casa Minha Vida, localizado no bairro Porto Dantas e entregue no início deste ano. Na ocasião, o atleta falará da importância da prática esportiva para o desenvolvimento físico e psicológico da criança, além de ser uma forte aliada no combate ao uso de drogas.

Então ainda dá tempo de inscrever a criançada que quiser participar da competição.

Beijos

@conversinhadmae

terça-feira, 25 de setembro de 2012

A pequena Eva chegou

Nesta terça-feira, a família Huck recebeu sua mais nova integrante. A pequena Eva, filha caçula do casal Luciano Huck e Angélica nasceu, no Rio de Janeiro, na Clínica Perinatal. A notícia foi dada em primeira mão pelo próprio papai, na sua página do Facebook. A menina veio ao mundo às 15h38, pesando 2,985kg e medindo 48 centímetros.

“Eva chegou! Para trazer ainda mais alegria a nossa família! Agradecemos do fundo do nosso coração todas as manifestações de carinho!”, disse Huck. Segundo ele, o estado de saúde da pequena e da mamãe Angélica é bom. “Ela e a mãe passam muito bem, e estão juntas no quarto!”, contou.

Luciano não perdeu a oportunidade de já influenciar a menina nas tradições futebolísticas da família. “E a mim cabe a missão de fazer mais uma carioca seguir a tradição conrinthiana da família! ;)”, disse.

Angélica e Luciano Huck já são pais de Joaquim, de sete anos, e Benício, de três. O Conversinha de Mãe deseja muita saúde para a recém-nascida e a mamãe e muita felicidade à família.

Beijos

@conversinhadmae

Brincar é um direito


Outubro é mês do Dia das Crianças e a na data todos já sabem o que elas querem ganhar: brinquedo, claro! O presente é o escolhido por dez entre dez delas. Infelizmente, nem todos os pais têm a possibilidade de conceder esse desejo. É pensando na possibilidade de presentear crianças carentes e com câncer que a ONG Anjos da Enfermagem está promovendo no mês de setembro a campanha “Brincar é um direito”.

O objetivo do projeto é arrecadar e distribuir brinquedos para as essas crianças em especial. O núcleo da ONG aqui em Sergipe pede a contribuição de quem puder ajudar doando brinquedos, tanto para meninos quanto para meninas. As doações podem ser entregues na sede do Conselho Regional de Enfermagem de Sergipe (Coren/SE), e nos departamentos de Enfermagem da Universidade Tiradentes (Unit) e da Estácio/Fase.

Semana passada, eles estiveram na escola onde minha filha estuda, pedindo a colaboração dos pequenos e explicando a quem se destinariam os presentes. As crianças entenderam bem o espírito da coisa. Bia mesmo toda hora me lembrava para comprar o presente e não sossegou até eu comprar. Já entregamos as lembrancinhas que vão deixar o Dia das Crianças de alguns pequeninos mais feliz. Você também pode colaborar. Acredito que nos outros Estados os Anjos da Enfermagem estejam fazendo a mesma ação. Procure se informar no Coren ou com algum enfermeiro conhecido e faça parte desta corrente do bem.

Beijos

@conversinhadmae

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Acho lindo!


Nossos leitores sabem como gosto dessa modinha de mãe e filhas vestidas semelhantes. Sabem também minha admiração pela cantora Aline Barros. Esta semana, foram divulgadas fotos dela com sua pequena, Maria Catherine, que completa um ano de vida no próximo dia 12 de outubro, vestidas iguaizinhas.


As duas posaram para as lentes do fotógrafo Rafael Kistenmaker e as imagens estrelam a capa da edição de setembro da revista “Viva Bebê”. Segundo informações do site de celebridades Ego, ainda no final deste mês Aline irá inaugurar sua primeira grife infantil no Rio. O nome da marca é uma homenagem à sua caçulinha: “Minha Maria”. Vamos esperar para conferir os modelitos.

Beijos

@ conversinhadmae


P.S.: Perdoem-me pelo sumiço aqui do blog, que há alguns dias estava paradinho, paradinho. É que estou com a vida a mil por hora (aconteceram tantas coisas na minha vida esses dias), além do mais já estou num ritmo mais lento por causa da gravidez. Já estou na 31ª semana. Obrigada pelo carinho de vocês.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Há quem resista?


Está vendo, não tem jeito! Da última vez conversamos aqui sobre a consulta pública que a Anvisa está fazendo sobre os cosméticos infantis. A cada dia a gente se depara com produtos que são a cara das crianças e nosso papel de mãe de frear fica cada vez mais difícil. Dessa vez olhem o que achei: uma linha de esmaltes da Barbie. A linha é voltada para o público teen, mas, digam, como convencer minha filha de 6 anos que ela tem que esperar mais alguns anos para poder usar o esmalte logo de sua boneca preferida???? Difícil!

A coleção, uma parceira da empresa fabricante da boneca mais famosa do mundo – a Mattel do Brasil com a Biotropic Cosmética –, lança no mercado essa que é a primeira linha de esmalte da Barbie, composta por base, cores cremosas e brilhos. A coleção tem também uma linha extra brilhos com fragrância que possuem secagem rápida e brilho intenso, além de deixar as unhas perfumadas. Há quem resista???

Mas uma missão (quase) impossível para nós, mães de menina.

Beijos

@conversinhadmae

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Consulta pública sobre cosméticos infantis


Qual mãe nunca se pegou em dúvida se deve ou não deixar sua filha pequena usar aquele seu batom lindo que a pequena implora para passar nela? Ou ficou sem saber se deveria ou não passar aquela sombra ou blush que ela tanto pede para usar? Com as meninas cada vez mais vaidosas (cada vez mais cedo) é quase impossível deixa-las passar pela primeira infância sem se embelezarem lançando mão de cosméticos.

A grande questão é até que ponto os cosméticos usados por adultos podem ser utilizados por crianças. Eles podem causar algum mal aos pequenos? E os que existem no mercado voltado para crianças, será que são totalmente seguros? Nem mesmo os meninos estão isentos dos apelos do mercado cosmetológico. Se para eles não existe maquiagem, mas têm perfumes, desodorantes, xampus, géis para cabelo, entre outros produtos de embelezamento.

Para tratar desse assunto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) está realizando uma consulta pública que propõe a atualização dos requisitos técnicos para a concessão de registro de produtos infantis. O regulamento estabelece os critérios para o registro de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes destinados a crianças. A proposta aborda critérios como faixa etária, formulação, testes de segurança e advertências de rotulagens. O novo regulamento irá substituir a legislação vigente.

Uma das novidades da proposta é a definição da faixa etária a que se destinam esses produtos: de zero a 12 anos. A consulta pública também amplia as categorias de produtos infantis, ao incluir, por exemplo, as sombras e os desodorantes no rol de produtos permitidos. No caso dos desodorantes, o registro só será permitido se o produto não possuir substâncias antitranspirantes. Já para as sombras, a faixa etária indicada seria a partir de três anos.

Além dos dizeres de rotulagem especificados para cada tipo de produto, a proposta mantém a determinação de que figuras, imagens ou desenhos constantes do rótulo, embalagens e material promocional não devem induzir sua utilização por crianças de idade inferior à indicada.

Para participar, as pessoas devem acessar o sistema eletrônico criado para a Consulta pública, por meio do endereço:  http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=9249. Em caso de indisponibilidade do sistema ou limitação de acesso do cidadão a recursos informatizados, a pessoa poderá participar da consulta enviando as sugestões por escrito, através de carta, para o endereço: Agência Nacional de Vigilância Sanitária/GGCOS, SIA trecho 5, Área Especial 57, Brasília-DF, CEP 71.205-050. A Anvisa não aceitará contribuições enviadas por e-mail.

É muito importante a participação de todos, especialmente de nós que somos mães e pais.

Beijos

@conversinhadmae