quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Oh, dúvida cruel!!


Sem dúvida, uma das escolhas mais difíceis durante a gravidez é a do nome do bebê. Depois de descoberto o sexo, o momento é de decidir como se chamará o novo integrante da família. Ah, mas são tantas opções... No meu caso, ainda não decidimos. Há um impasse. Vamos ter que fazer um plebiscito. Rsrsrsrs

O nome de uma pessoa é algo, para mim, muito importante. Tem que ter alguma coisa a ver com a personalidade dela, preciso saber o significado, não sou muito simpática a certas combinações de nomes, nem estrangeirismos, tampouco mistura de nomes de mãe e pai. (Já pensou minha filha se chamar Edjalex ou Alexjane? Uó...) Por isso, é algo a se pensar muito antes de decidir. De nossa primeira filha, Beatriz, graças a Deus, escolhemos um nome que tem tudo a ver com ela: “aquela que faz os outros felizes”.

Esta semana estava olhando o significado de alguns nomes e encontrei o ranking feito pelo portal BabyCenter Brasil com os 100 nomes de bebês mais usados no ano de 2011, para meninos e meninas. O levantamento se baseou em 60 mil nascimentos ocorridos no ano passado.

Entre as meninas, os dez primeiros nomes preferidos foram, respectivamente, Julia, Sophia, Isabella, Maria Eduarda, Manuela, Giovanna, Alice, Laura, Luiza, Beatriz, Mariana, Yasmin, Gabriela, Rafaela e Maria Clara. Entre os garotos: Miguel, Davi, Gabriel, Arthur, Lucas, Matheus, Pedro, Guilherme, Gustavo, Rafael, Felipe, Bernardo, Enzo, Nicolas e João Pedro. A relação completa com os 100 nomes de meninos e de meninas pode ser conferida no site BabyCenter Brasil, onde ver ainda o significado dos nomes.

Vou continuar minha pesquisa para acabar com essa dúvida e minha filha ter um nome.

Beijos

@conversinhadmae

Nenhum comentário:

Postar um comentário