quarta-feira, 18 de julho de 2012

Medo de mãe

Hoje, o Conversinha de Mãe traz o depoimento de uma mãe, Jeanne Lima de Almeida, sobre sua decisão de inovar no aniversário de seu filho, Heitor. Ao invés de oferecer nas sacolinhas aquele monte de doces, pensou numa proposta diferente. Conversando com ela sobre a dificuldade que a gente mãe tem de cortar tantos doces, pois a cada aniversário que as crianças vão voltam cheias de doces das sacolinhas e das mesas de guloseimas (além do que comem lá. A minha geladeira vive cheia!), ela contou sua experiência e pedi para ela compartilhar aqui no blog. Confiram a seguir.

Conversando com meu filho, decidimos que o tema do seu aniversário seria “Meu Amigãozão”. Decidimos a data, o local, o bolo e que iríamos inovar nas prendas. Mesmo morrendo de medo da aceitação dos outros coleguinhas, ele concordou. Venho tentando sempre diminuir a quantidade de doces a ser ingerida, o sal e de quase tudo que faz mal à saúde dele. Mas os outros colegas poderiam não aceitar tamanha mudança.

Foi aí que pensei em trocar as famosas sacolinhas de guloseimas distribuídas nas festas de aniversário por prendas úteis. Como ele está na alfabetização, a princípio pensei em livros e acabamos levando DVDs com episódios da série. O desenho animado “Meu amigãozão”, além de ser brasileiro, é educativo e as crianças envolvidas têm idades compatíveis.

Até aí, tudo bem. Mas, no dia, o medo da reação dos colegas me deixou apreensiva. Vamos inovar, pensei. Se os colegas não aceitarem? Se pedissem as sacolinhas ou se fizessem ou falassem algo pra o meu filho? Entrei em pânico! Vou comprar e colocar os doces junto com os DVDs. Mas, para minha surpresa, todos ficaram encantados e felizes que nem se lembraram dos doces. Fiquei muito feliz. Doces, só o bolo e os docinhos juntos aos salgadinhos que levei dentro das lancheirinhas para evitar sujeira e incômodo, já que seria na sala de aula. As professoras e até mesmo a servente agradeceram a atitude.

Tudo ficou lindo e agradável. Todos felizes! E o mais importante: trocando o açúcar por diversão. Acredito que as mães devem pensar sempre em soluções criativas para o melhor desenvolvimento de seus filhos, às vezes deixando para traz tradições de décadas que não agregam nada.

No outro dia, o comentário sobre os episódios assistidos fez do recreio outra festa. Surpreendi e fui surpreendida. Meu filho ficou radiante e eu, com a certeza de que fiz a coisa certa. Troquei o medo de inovar pela iniciativa de quebrar o costume das crianças de se entupirem de doces que fazem mal à saúde.  

Mães reflitam sobre isso!

Beijos

@conversinhadmae

3 comentários:

  1. Genial! Adorei a proposta!
    Abçs,
    Maura
    coisasdamaura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Amei a ideia vou repassar para minha cunhada...Otima mesmo!!

    ResponderExcluir