sexta-feira, 6 de julho de 2012

Janelinha se abrindo para o futuro


Dia 4 de julho de 2012. Dia que vai ficar pra história. Não, não é porque é o dia da Independência dos Estados Unidos da América, nem tão pouco porque o Corinthians foi campeão pela primeira vez da Copa Libertadores da América. O motivo é simples e extremamente pessoal. Essa foi a data em que caiu o primeiro dentinho de minha filha Beatriz. Parece bobagem, mas pra quem tem filho sabe que essas coisas simples têm seu significado, mesmo que para os outros não sejam nada demais.


Há pouco menos de um mês, exatamente no dia 7 do mês passado, no aniversário de 90 anos do meu avô, ela me reclamou que o dentinho de baixo estava doendo. Quando topei, vi que ele estava começando a amolecer. Era questão de tempo chegar a hora de arrancá-lo. Aff... já comecei a pensar: eu não teria coragem de fazer isso. Lembro até hoje o barulhinho da raiz do dente de leite sendo arrancada quando a linha de costura o "abraçava" quando eu era pequena. Ainda bem que o papai Alex se prontificou. Se ele não tivesse coragem, ainda tínhamos a  opção da vovó Taíde, minha mãe, fazer isso.


Pois então, na quarta-feira ela começou a reclamar que o dente estava doendo. Quando já ia dormir vimos que ele estava bem molinho e foi só convencê-la a deixar arrancar. Depois de uma choradinha aqui, outra ali - com direito à inesquecível frase: "Mas eu sou muito nova pra isso!" - ela deixou o pai arrancar o dente.

Foi apenas o primeiro de muitos. E este já está bem guardadinho.

Beijos

@conversinhadmae

2 comentários:

  1. E continua linda essa Bia. Sabia que já penso também quando chegar a hora do meu Pedro que está com 4 anos? Mas acredito que também será o papai o convocado para fazer isso.

    ResponderExcluir
  2. Menina, Dimitri sempre fala sobre esse assunto, e já fico imaginando como será, só sei que essa missão vai ficar para o vovô Joãozinho (meu pai) que é enfermeiro, porque eu sou muito mole pra isso kkkkkkkkk

    ResponderExcluir