sábado, 9 de junho de 2012

Grávida também precisa de vacina

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe oficialmente encerrou há uma semana. As gestantes estavam entre público alvo, pela vulnerabilidade de adqurir a doença e apresentarem complicações. Eu, claro, tomei minha dose. Aproveitei a ida ao posto para atualizar o calendário de vacina. Depois que a gente cresce, meio que acaba negligenciando essa história de vacina, não é mesmo? O cartãozinho fica lá escondido (muitas vezes a gente nem sabe onde está) e muitas vezes acontece de não estarmos imunizados contra certas doenças.

No posto, perguntei quais vacinas teria que tomar durante a gravidez e a funcionária me explicou que tinha que tomar a de tétano também e a contra a hepatite B. Já saí da unidade de saúde com duas furadas, uma em cada braço: A primeira, da gripe e no outro, a de tétano. Ela me informou que no 4º mês de gestação tenho que tomar a de hepatite B.

Segundo informações do Ministério da Saúde, o ideal é que todas as mulheres sigam corretamente o calendário de vacinação antes de engravidarem. Desta forma, já estariam imunizadas contras as principais doenças. No entanto, as vacinas poderão ser aplicadas durante a gestação.

A administração de três doses da vacina dT (difteria e tétano), com intervalos de dois meses, é indicada para gestantes. Para oferecer maior proteção ao bebê, a terceira dose deve ser aplicada até duas semanas antes do parto. Em caso de gravidez (assim como em situações de ferimentos graves) ela é dada para antecipar a dose de reforço sendo a última dose administrada há mais de cinco anos.

As vacinas contra hepatite B e gripe também são indicadas. Nesse caso, após o primeiro trimestre de gestação. Já as vacinas vivas não são indicadas para gestantes. Contudo, caso o risco de infecção pelos agentes dessas doenças seja muito alto, a situação pode ser avaliada por um médico. Quando o benefício for considerado maior do que o possível risco de infecção, a vacina pode ser indicada.

É bom lembrar que a vacinação é a maneira mais eficaz de se evitar diversas doenças.  Todas essas vacinas estão disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). Ah, só lembrando, além de gestantes, todo adulto tem algumas vacinas que precisam ser tomadas. Confira mais informações sobre o calendário de vacinação no portal do Ministério da Saúde.

Beijos

@conversinhadmae

Nenhum comentário:

Postar um comentário