segunda-feira, 4 de junho de 2012

Família aumentando

Agora, passadas quase 16 semanas, me sinto mais à vontade e segura para contar: estou grávida! Isso mesmo. A família está aumentando. Em breve, teremos mais um integrante. Assim como da gravidez de Beatriz, não quis ir logo contando de cara assim que o exame deu positivo. Prefiro sempre ser cautelosa e seguir a recomendação dos médicos e esperar passar essas primeiras semanas, principalmente porque é mais comun que a gente imagina alguns probleminhas nesse período.

Mas, passado ele, posso confirmar a notícia por aqui. O tão desejado sonho de Bia de ter um irmão(ã) aconteceu. Não foi uma gravidez planejada nem esperada, mas aconteceu. Por algum propósito de Deus aconteceu. Para mim foi um susto. Ou melhor, para todos nós! Confesso que ainda estou me acostumando com a ideia e pensando como as coisas vão ficar. Mas tenho colocado tudo nas mãos de Deus.

Sei que com Ele à frente as coisas ficam bem mais fáceis de enfrentar e saber como lidar. Graças a Deus, o bebê está bem, se desenvolvendo dentro da normalidade, embora a barriguinha, apesar dos três meses, ser quase imperceptível. Acho que terei a barriga pequena igual à da gestação de Bia.

Tirando o tamanho da barriga, essa gravidez em vários outros aspectos está sendo beeem diferente da primeira. Mais sono, beeeem mais enjôos (coisa que não tive nem de longe da primeira vez), indisposição, cólicas e outras cositas mais são algumas das diferenças. Talvez seja a idade... Mas dizem que filho é tudo diferente, né? Então essa é a prova. Essas primeiras semanas de gestação são o motivo de ter ficado um pouco mais ausente daqui. Ando sem coragem para outras coisas, já que trabalho os dois expedientes. Chego em casa já pedindo “arrego”.

Ainda não sei o sexo. Perguntam se tenho preferência. Confesso que, sinceramente, não! Se for um menino, tem a vantagem de a gente ficar com um casalzinho, é uma experiência nova, cuequinhas, calção, tênis, boné, nada de fru-frus. Mas, se for menina, já temos o know how da história. Acho que ainda esta semana devo fazer a ultrassonografia para tentar descobrir o sexo. Mas confesso que estou meio sem coragem de desvendar esse mistério.

No mais, teremos muito mais assunto pela frente. Vou tentar ser mais presente por aqui, trazendo novidades sobre essa nova realidade e colocando em dia essa nossa conversinha de mãe.

Beijos

@conversinhadmae

4 comentários:

  1. Fico muito feliz por isso, filhos são bençãos do Senhor e só são enviados no momento certo de Deus. Que Deus abençoe e una cada vez mais a família, que agora cresce.

    ResponderExcluir
  2. Ah que coisa linda!!! Parabéns, Edjane!!!! Como filha única, digo de logo que foi o melhor que to fez por Bia! Bjão!!!!! ;)

    ResponderExcluir
  3. Vizinhaaaaaaaaaaaaaaaa
    Parabéns!
    Beijão!

    ResponderExcluir