quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Cuidado com a dengue, nunca é demais


Aqui no Estado onde moro (Sergipe), esse final de verão tem sido de muuuito calor e nesses últimos dias de chuvas repentinas. A gente sabe que essa combinação é um prato cheio para a proliferação do mosquito aedes aegypti, transmissor da tão temida dengue.  Portanto, nunca é demais lembrar que todo cuidado é pouco para evitar que a doença se crie dentro da nossa casa.

Esse clima é favorável ao surgimento de focos do mosquito transmissor da dengue, porque o aedes gosta e se desenvolve em locais que acumulem água. Por isso é tão importante não deixar nenhum objeto em condições que acumule água parada. Essa é a forma mais eficaz de prevenir a doença. São cuidados simples e que cada um pode adotar. No final das contas, o benefício será para todos.


O blog Conversinha de Mãe traz algumas medidas simples recomendadas pelo Ministéiro da Saúde para que você mantenha bem longe o mosquito da dengue:

- Não deixe água acumulada sobre a laje;
- Jogue no lixo todo objeto que possa acumular água, como embalagens usadas, potes, latas, copos, garrafas vazias etc;
- Guarde garrafas, para retorno ou reciclagem, emborcadas e em local em que não acumulem água;
- Coloque o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira bem fechada;
- Não jogue lixo em terrenos baldios;
- Mantenha o saco de lixo bem fechado e fora do alcance dos animais até o recolhimento pelo serviço de limpeza urbana;
- Mantenha a caixa d’água completamente fechada para impedir que vire criadouro do mosquito;
- Mantenha bem tampados tonéis e barris d’água;
- Encha de areia até a borda os pratinhos dos vasos de planta ou lavá-los com escova, água e sabão semanalmente;
- Lave semanalmente por dentro, com escova e sabão, os tanques utilizados para armazenar água, bem como outros utensílios utilizados para guardar água em casa, como jarras, garrafas, potes, baldes etc.;
- Remova folhas e galhos e tudo o que possa impedir a passagem da água pelas calhas;
- Se você tiver vasos de plantas aquáticas, troque a água e lavar o vaso, principalmente por dentro, com escova, água e sabão, pelo menos, uma vez por semana;

É importante também estar alerta aos sintomas da dengue, que são febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dor no corpo e nas juntas e manchas vermelhas no corpo. Caso eles surjam, procure imediatamente uma unidade de saúde, pois você pode estar com dengue. E se a pessoa já tem o diagnóstico de dengue e apresentar um ou mais sintomas como dores abdominais, vômitos ou qualquer tipo de sangramento deve retornar o mais rápido possível à unidade de saúde, porque a doença deve estar evoluindo para a forma grave. Infelizmente, a dengue pode matar, por isso é preciso se cuidar.

Diagnosticada a doença, a pessoa deve manter-se em repouso, beber muito líquido e só tomar os medicamentos pasados pelo médico para aliviar as dores e a febre. Nada de se automedicar. No mais, é desejar que todos estejam alerta, adotem as medidas de combate e deixar a dengue bem longe de casa.

Beijos

@conversinhadmae

Nenhum comentário:

Postar um comentário