domingo, 12 de fevereiro de 2012

Batendo na mesma tecla


Por diversas vezes a gente já falou aqui no Conversinha de Mãe sobre a importância que tem transportar as crianças de forma segura nos veículos. Mais que obedecer a legislação de trânsito no nosso país e evitar multa, é garantir a segurança de nossos filhos. Infelizmente, no último sábado uma criança de seis anos morreu aqui em Sergipe, no muncípio de São Cristóvão, depois que o seu padrasto que a transportava perdeu o controle do veículo (em péssimas condições de conservação e sem oferecer nenhuma segurança, por sinal!), capotou várias vezes e a criança foi arremessada.

É lamentável! Sim, porque agora não tem mais jeito. Uma pequena criança de apenas seis anos teve sua vida brutalmente interrompida por uma série de irresponsabilidades. É uma tristeza. Até quando, gente, isso vai continuar acontecendo???? Como é que alguém tem coragem de transportar uma criança em um carro que não tem apenas cadeirinha adequada para crianças, mas que não tem sequer banco, cinto de segurança, está com a fiação exposta e sem licenciamento? Um absurdo!

No Brasil, todos os anos 2 mil crianças e adolescentes de até 14 anos ainda morrem vítimas de acidente de trânsito. Além dessas, cerca de 10 mil crianças são hospitalizadas a cada ano também por acidentes no trânsito. A consciência para esse transporte seguro deveria já estar mais presente, pois os números mostram que em um ano da existência da lei que obriga as crianças serem transportadas em dispositivos de segurança adequados à sua idade e peso houve uma diminuição de mais de 40% das mortes de crianças com até sete anos em acidentes de carro no Brasil.

A gente só pode continuar a dizer e bater na tecla: cadeirinha, tem que usar!!!! Não tem nem o que pensar. É para a segurança do nosso bem mais precioso. E a essa família, que Deus a conforte por conta dessa grande perda. Que ao menos isso nos sirva de exemplo.

Beijos

@conversinhadmae

Nenhum comentário:

Postar um comentário