segunda-feira, 31 de outubro de 2011

O Dia D

Nem Halloween nem Dia do Saci. A proposta é que, a partir deste ano, o dia 31 de outubro seja comemorado como o Dia D – Dia Drummond, em homenagem a um dos maiores escritores do Brasil, Carlos Drummond de Andrade. A data é quando se comemora o nascimento do poeta, que nasceu em 1902.

A ideia foi do Instituto Moreira Salles, que cuida do acervo de Drummond, que propôs que a data passe a figurar no calendário cultural do país. Para isso, toda uma programação especial foi elaborada, para envolver mais e mais pessoas. Tudo isso e mais informações estão disponibilizadas num site (http://diadrummond.ims.uol.com.br/) que foi criado especialmente para o Dia D.

Uma das propostas do instituto que estão no site é que qualquer pessoa pode gravar um vídeo declamando sua poesia preferida de Carlos Drummond de Andrade, para que seja postado no site. Imagens de anônimos e famosos já estão no ar. É uma oportunidade para os admiradores do escritor.

O blog Conversinha de Mãe, em homenagem a este grande poeta, publica aqui um dos seus mais lindo poemas.

Para sempre

Por que Deus permite
que as mães vão se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não se apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Beijos

@conversinhadmae

Dia do Saci

Vários locais do mundo comemoram hoje o “Halloween”. Tradição americana, até que se tentou fazer a data “colar” aqui no Brasil, principalmente as escolas de idiomas, mas ela não chegou a fazer, nem de longe, o sucesso que tem lá na terra do Tio Sam (nem sei, mas lá é feriado?). Inventou-se, então, criar o Dia do Saci, comemorado na mesma data, para festejar essa figura que tem mais a ver com o folclore do nosso país.

Apesar de ter surgido com força de lei – elaborado pelo deputado Aldo Rebelo e Ângela Guadagnin – com a proposta de resgatar essa figura do folclore brasileiro em contraposição ao Halloween, essa data também não pegou muito. Mas, de qualquer jeito, o Saci-pererê não deixa de ser figura tradicional do nosso folclore. Quem, seja criança ou adulto, nunca ouviu ou viu imagens na TV representando as travessuras do negrinho que pula de uma perna só?

Ah, eu não esqueço das imagens do arteiro Saci nas aventuras do (antigo) Sítio do Picapau Amarelo, os sustos na Tia Anastácia, as travessuras com o Tio Barnabé, as aventuras com o Pedrinho, Emília e Narizinho. Quantas lembranças!!!!

Só tem uma coisa que não gosto do Saci e que acho que não é bom exemplo para os pequenos: a imagem dele sempre associada a um cachimbo. Acho que em tempos de combate ao tabagismo, não é uma coisa politicamente correta, além de não ser um bom exemplo. Mas, enfim, é uma figura folclórica.

Sobre ele
O Saci é um negro jovem de uma só perna, portador de uma carapuça sobre a cabeça que lhe concede poderes mágicos. Considerado uma figura brincalhona, que se diverte com os animais e pessoas, fazendo pequenas travessuras que criam dificuldades domésticas, ou assustando viajantes noturnos com seus assobios - bastante agudos e impossíveis de serem localizados. Assim é que faz tranças nos cabelos dos animais, depois de deixá-los cansados com correrias; faz as cozinheiras queimarem as comidas; ou aos viajantes se perderem nas estradas.

Monteiro Lobato foi o primeiro escritor a se voltar para a figura do Saci-pererê. O escritor Ziraldo criou em 1958 a série Turma do Pererê, em que o Saci contracena com o índio Tininim, a onça Galileu e outros personagens. As histórias foram originalmente publicadas na revista O Cruzeiro. Na TV, o primeiro ator a representar o papel foi Paulo Matozinho, no filme “O Saci”, adaptado do livro infantil de Lobato. A produção de 1951 da Brasiliense Filmes foi dirigida por Rodolfo Nanni.

Então, viva o Dia do Saci!

Beijos

@conversinhadmae

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Dor de cabeça em criança

Se você pensa que dor de cabeça é um problema exclusivo de pessoas adultas, está completamente enganado. Esta é uma enfermidade que acomete cada vez mais crianças. Imagine, se em nós que já somos grandes essa dorzinha incomoda muuuito, pense nos pequenos?! Eu mesmo estou há alguns dias com uma crise de enxaqueca terrível. Uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Cefaleia, coordenada pelo neurologista Marco Antônio Arruda, sobre a ocorrência de dor de cabeça em crianças mostrou que 81,2% das crianças e adolescentes na faixa etária dos cinco aos 18 anos já tiveram dor de cabeça alguma vez na vida.

Isso mesmo! Um percentual bem elevado, né? Este foi o maior estudo brasileiro feito sobre a saúde mental infantil. A pesquisa analisou dados de 6.383 crianças e adolescentes de 18 Estados e 87 cidades. Segundo o pesquisador que coordenou o estudo, por causa da cefaleia, 89% perdem ao menos dois dias de aula por ano.

Às vezes, como quase sempre doenças que acometem crianças, a gente fica muitas vezes sem entender as queixas que elas nos apresentam. Ainda mais no caso de dor de cabeça, que sabe bem o incômodo que é quem está sentido. Mas é importante que nós, pais e adultos que estão próximos dos pequenos, possamos estar atentos. Isso porque pode ser apenas uma dorzinha de cabeça, mas também pode ser sinal de alguma coisa mais grave.

Nós procuramos um especialista em cefaléia, o neurologista Alan Chester, grande estudioso do problema, para falar para nos falar sobre como identificar e como agir em casos de dor de cabeça em crianças. A seguir, confira a entrevista feita pelo blog Conversinha de Mãe com o neuro.

Conversinha de Mãe – A partir de quando os pais devem se preocupar com queixas de dor de cabeça em crianças? Quando e como desconfiar se é apenas uma “manha” ou alguma coisa séria?
Alan Chester – Sempre devemos nos preocupar com a queixa de cefaléia na infância, pois, apesar de a enxaqueca e a cefaléia tensional serem muito prevalentes nessa faixa etária, também são muito frequentes as cefaléias secundárias, ou seja, aquelas relacionadas a lesões expansivas do cérebro e cerebelo (tumores, por exemplo, benignos ou não). Claro que quão mais frequentes forem as queixas, maior deve ser o cuidado, mas nunca devemos pormenorizar a queixa de dor de cabeça, principalmente na infância

CM – Que fatores podem causar dores de cabeça em crianças?
AC – Quando se fala de “causa” devemos levar em consideração a predisposição genética da criança. É muito raro encontramos uma criança com enxaqueca e que não tenha um parente de primeiro grau com quadro semelhante, não necessariamente na mesma frequência e intensidade. Agora quanto aos desencadeantes, podem ser vários: jejum, sono (falta ou excesso), alimentos, situações de estresse...

CM – Como tratar isso? Existem remédios específicos indicados?
AC – O tratamento sempre deve começar com o autoconhecimento. Tentando identificar os gatilhos para o aparecimento das crises e consequentemente evitá-los. Quando as medidas não medicamentosas não são suficientes para o controle, medicamentos podem, sim, ser utilizados; tanto para as crises propriamente ditas como para a prevenção das mesmas. O guia para o tratamento sempre será baseado na frequência de crises e no impacto social causado pelas mesmas

CM – Pela pesquisa da Sociedade Brasileira de Cefaleia, em que faixa etária as dores de cabeça foram mais comuns?
AC – Em crianças pequenas (até os 10 anos de idade), os meninos são mais acometidos que as meninas e a partir desta idade a relação se inverte, muito provavelmente pelo fato da mediação hormonal (início da menstruação) que ocorre nas garotas a partir desta idade.

Espero que tenha esclarecido algumas dúvidas de vocês. Se tiver sugestão de algum tema para a gente tratar aqui no blog, pode entrar em contato através do email conversinhademae@gmail.com.

Beijos

@conversinhadmae

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Bazar beneficente da Avosos


Como disse outro dia: o Natal está se aproximando mais rápido do que estamos percebendo. E vocês, já estão pensando em fazer algumas compritchas para a data? O Conversinha de Mãe dá uma dica de presentear com bom gosto e solidariedade. Até esta terça-feira, dia 25, a Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos) está realizando o bazar beneficente da instituição.


O encontro acontece no salão Baviera Haus, no horário das 9h às 18h. Estão expostos e à venda produtos feitos com muito carinho pelas voluntárias das Oficinas do Amor, como panos de prato com patch apliquê e bordado, moldes vazados, conjuntos de toalhas com ponto de cruz e crochê, caixas e bandejas pintadas em madeiras, além de artigos da própria instituição estarão sendo vendidos no bazar. O salão está localizado na rua Riachuelo, 806, no bairro  São José.

A Avosos uma instituição sem fins lucrativos e atua no combate ao câncer infantojuvenil oferecendo apoio integral para que os pacientes em tratamento oncológico, além de disponibilizar gratuitamente, através do Serviço em Onco-hematologia Pediátrica, consultas e exames para casos suspeitos e tratamento para os casos confirmados da doença. Então, vamos ajudar?

Beijos

@conversinhadmae

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Maratona Teleton começa amanhã

Está todo mundo lembrado que amanhã começa a maratona Teleton, no SBT, né, gente? Esta vai ser a 14ª edição Teleton, que visa arrecadar recursos para a melhoria do atendimento da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). A maratona televisiva de 24 horas busca conscientizar a população a respeito das possibilidades de um deficiente físico, gerando grande mobilização social. Todos os anos faço questão de contribuir e assistir à programação. Não tem como não se emocionar com depoimentos de superação, de exemplos de vida de pessoas que hoje conseguem ter um pouco de autonomia graças ao trabalho desenvolvido pela AACD.

Uma programação diferenciada é levada ao ar pelo SBT, com participação de artistas conhecidos nacionalmente, como cantores, apresentadores e atores, para conseguir sensibilizar as pessoas a doarem recursos para a manutenção e ampliação da instituição. Vários artistas já confirmaram presença. Chitãozinho e Xororó, Claudia Leitte, Roberta Miranda, Fresno, Manu Gavassi, Grupo Revelação, Roberto Leal, Strike, Beto Barbosa, Daniel, Hugo e Thiago, Restart, César Menotti e Fabiano e João Bosco e Vinícius são alguns deles.

No ano passado, o Teleton arrecadou R$ 23,9 milhões, valor destinado à construção de uma nova unidade da instituição, em Mogi das Cruzes (SP), que deve ser concluída ainda este mês. As doações podem ser feitas através de ligações telefonicas ou pelo site da ação (www.teleton.org.br). As contribuições vão ajudar a manter os atendimentos que a AACD já realiza e atender mais de 32 mil pacientes que estão na fila de espera.

Como doar:

0500 12345 05 – R$ 5,00
0500 12345 10 – R$ 10,00
0800 774 2011 – para doações acima de R$ 30,00
www.teleton.org.br – doação de qualquer valor acima de R$ 5,00

Então, vamos colaborar?

Beijos

@conversinhadmae

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Exposição Contos de Grimm no Sesc


O Dia das Crianças já passou, o mês de outubro está se encaminhando para o fim, mas ainda dá tempo de conferir a exposição Contos de Grimm em cartaz no Sesc Centro, em Aracaju (SE), preparada especialmente para mês da criança. Na exposição estão presentes 20 obras, sendo 18 ilustrações dos Contos de Grimm, uma que representa a imagem do ser humano na sociedade e a outra é a representação da Casa de Doces da Bruxa dos contos de Joãozinho e Maria.


No local, as crianças que forem visitar encontrarão um espaço bastante interativo, onde poderão entrar nas histórias, que conhecem muitas vezes apenas nas páginas dos livros. Durante o período da exposição à galeria estará recebendo estudantes e grupos diversos, onde serão realizadas contação de histórias e ações de arte educação. A exposição fica aberta à visitação até o dia 3 de novembro, sempre no horário das 10h às 19h, na Galeria de Arte do Sesc, localizada à rua Dom José Thomaz, 235, Centro.

 
Fica a dica do Conversinha de Mãe.

Beijos

@conversinhadmae

Fotos: Maria Odília

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Inmetro lança Cartilha Segurança Infantil

Aproveitando a passagem do Dia das Crianças, o Inmetro lançou, no último dia 12, a Cartilha Segurança Infantil. A publicação, com 20 páginas, foi elaborada em parceria com a ONG Criança Segura, para servir como guia para pais e adultos, simulando situações de perigo para as crianças dentro de casa, em locais como cozinha, escada, banheiro, quintal, entre outros.

No Brasil, produtos como berços, roupas infantis, chupetas, mamadeiras, artigos de festa e escolares, cadeirinhas e bicicletas são todos regulamentados compulsoriamente e estão na cartilha publicada. Ela mostra a importância do selo do Inmetro – que deve estar presente nesses produtos comercializados no Brasil, nacionais ou importados, para crianças de até 14 anos –, o que ele significa, no sentido de garantir a segurança na sua utilização. A cartilha pode ser acessada através do site do Inmetro (www.inmetro.gov.br).

Outro lançamento do Inmetro no último dia 12 foi do desenho animado “Inmetro – o tempo todo com você”, voltado para crianças entre oito e 12 anos. O objetivo da animação feita em computação gráfica é mostrar ao público infantil que tudo que ele consome necessita de medições corretas e critérios de qualidade bem definidos. Durante os quatro minutos de duração ele mostra, de maneira divertida e simples as princiais atividades do Inmetro.

Nessa aventura, três personagens acompanham a criançada: o Quilo, o Metro e o Litro, acompanhados por sua turminha. O filme pode ser assistido através do hotsite www.inmetro.gov.br/crianca, onde os pequenos encontrarão também jogos, curiosidades sobre a Metrologia e quadrinhos, ou através do canal do Inmetro no Youtube (www.youtube.com/tvinmetro). A ideia do Inmetro é que o vídeo seja utilizado também por educadores como um recurso nas aulas sobre metrologia, unidades de medida. Assista aqui no Conversinha de Mãe o filme.



E aí, gostaram?

Beijos

@conversinhadmae

Tal mãe tal filha, de brincadeira!

A modinha de mãe e filhas vestidas iguais pegou e ponto! Entre famosas ou anônimas como eu (que amo de vez em quando me vestir igual à minha filha Beatriz) a moda tem feito sucesso. Não só as mamães gostam, mas também as pequenas. Ops, os pequenos da mesma forma. Pois é. Davi, um coleguinha de Bia da igreja, disse ao papai que se ela pode se vestir igual à mãe ele também queria que o pai se vestisse igual a ele. Tá certo!! Então, a moda está pegando meeesmo.

Mas semana passada, quando Bia foi fazer as fotos para o blog de moda do Shopping Riomar, eu vi uma novidade na loja TipTop, aqui em Aracaju, que amei. A loja tem uma coleção de roupas exclusivas para as bonecas Meu Bebê, da Estrela, e modelos para as meninas na mesma estampa. Uma fofura!!!

Pense como as pequenas vão amar isso, sair por aí como se fossem, de verdade, elas e as bonecas mães e filhas? Uma graça. Os modelos das roupas das bonecas e das crianças são bem semelhantes, sempre trabalhados na mesma estampa. Amei a novidade.

Fica a dica do blog.

Beijos

@conversinhadmae

sábado, 15 de outubro de 2011

Cartinha para Papai Noel

É, passou o Dia das Crianças, já estamos pra lá do meio do mês de outubro. Verdade, o ano está praticamente acabado. Gente, agora já é prenúncio de Natal, é brincadeira? Esta semana, os Correios lançaram a já tradicional campanha “Papai Noel dos Correios”. Aqui em Sergipe, até o dia 30 de novembro, crianças de todo o Estado poderão escrever as cartinhas com pedidos direcionados ao bom velhinho do presente que querem ganhar no Natal.

A campanha acontece em todo país. Aqui no Estado, no ano passado foram recebidas 43 mil cartas. Desse total, aproximadamente 9 mil foram adotadas pela população. A campanha Papai Noel dos Correios funciona assim: a criança escreve a carta e posta endereçada ao Papai Noel. As cartinhas com os pedidos devem estar envelopadas e conter o endereço completo do remetente. Serão aceitas cartas com pedidos de brinquedos, material escolar, roupas e calçados. A pessoa que quiser adotar uma cartinha, basta comparecer à agência central dos Correios ou a um dos pontos de apadrinhamento a partir de 1º de novembro.

Vários são os tipos de pedidos feitos pelas crianças. Alguns, infelizmente, não podem ser atendidos, como felicidade, emprego para os familiares. Mas brinquedos, roupas e até mesmo material com certeza vão fazer a alegria das crianças que, muitas vezes, têm apenas este como presente de Natal. Fica a dica do Conversinha de Mãe.

Beijos

@conversinhadmae

Foto: Jadilson Simões, pai de Vivian

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Ela foi assim

Hoje foi o encerramento da Semana da Criança na escola da minha Beatriz. Os últimos dias foram recheados de programação especial para os pequenos se esbaldarem. Mas, desde quando veio a programação no comunicado, era a sexta-feira que guardava os melhores momentos da comemoração (pelo menos para ela).

Imagine, foi uma expectativa enorme porque era o dia do baile a fantasia e salão de beleza infantil. Pensem tudo que ela, simplesmente, A-M-A!!!!! Queira porque queria ir fantasiada de princesa. E como não concordar, se era a oportunidade que ela esperava, pois ela nunca participa das festas a fantasia de carnaval que acontece na escola.

Preparamos tudo com muito carinho. O vestido usado por ela foi feito pela vovó Taíde (minha mãe linda e costureira de mão cheia). Ela só tinha usado uma vez, quando foi daminha de um casamento. Só precisou de alguns ajustes. E se era para ser princesa claro que ela precisava de uma coroa. E conhecendo bem minha filha não podia ser uma coisa simplesinha. Caprichei numa coroa (de plástico), mas bem grande.

Ela queria penteado, maquiagem, colar, brinco e tudo que a deixasse uma princesa bem bonitona (como se ela já não fosse!!!). Como a semana era dela, o sonho era dela, fiz questão de (esta vez) fazer sua vontade. Se ela ficou feliz? Bem, pelas fotos, o que é que vocês acham? Coisa linda da mamãe e do papai!!!!!
 Beijos


@conversinhadmae

Lavar as mãos. Não pode esquecer!


Hoje, comemora-se o Dia Mundial de Lavar as Mãos. A data reforça a importância de higienizar as mãos para prevenir doenças transmitidas por micróbios, vírus e bactérias. A gente que tem criança sabe quanto esse hábito é importante, porque os pequenos insistem em ficar colocando as mãozinhas na boca.

Este ano, o Ministério da Saúde foca a campanha, principalmente, no ambiente escolar. A ideia é ensinar crianças e adolescentes os 12 passos de lavar as mãos e incentivá-los a divulgar em casa o que aprenderam na escola. O Conversinha de Mãe publica os esses passos. Vamos divulgá-los entre os pequenos?


Beijos

@conversinhadmae

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Adoção: vá entender


Adoção é um tema que mexe muito comigo. Tenho uma vontade imensa de adotar uma criança, já um pouquinho maior. É um dos meus desejos, que preciso amadurecer em família. Ao ler essa matéria no site do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) quis compartilhar com você. A questão da adoção no Brasil é uma equação que parece difícil de ser fechada. uma questão mesmo que não dá para entender. Vejam o texto da Agência de Notícias do CNJ.

Número de pretendentes é cinco vezes superior ao de crianças para adoção

O Cadastro Nacional de Adoção (CNA) revela que o número de pessoas interessadas em adotar é quase cinco vezes superior ao de crianças e adolescentes à espera de uma nova família. Levantamento de 10 de outubro mostra a existência de 4.900 crianças e adolescentes registrados no CNA. O número de pretendentes inscritos, por sua vez, chega a 26.936.

O Cadastro foi criado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em abril de 2008 para consolidar dados de todas as comarcas do país referentes a crianças e adolescentes disponíveis para adoção, assim como o de pretendentes. O objetivo é traçar uma radiografia do sistema e, em consequência, acelerar o procedimento de adoção.

Nicolau Lupianhes, juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça, órgão do CNJ, e coordenador do CNA, afirma que o sistema de cadastros de infância e juventude é uma ótima ferramenta para os operadores do direito que atuam na área. “O sistema permite que se conheça a realidade das crianças e adolescentes, bem como as entidades de acolhimento, e isso se traduz no atendimento dos melhores interesses das crianças e adolescentes, o que deve sempre prevalecer”, afirmou.

Perfil - Segundo Lupianhes, o perfil exigido pelos pretendentes ainda é um entrave para a adoção de muitas crianças. De acordo com o cadastro, interessados apenas em crianças e adolescentes brancos chegam a 9.842 (ou 36,54%) do total de pretendentes. Um grupo de 571 pretendentes manifestaram-se por adotar crianças negras. Aceitam pardos, 1.537 dos pretendentes cadastrados.

Com relação às crianças da raça amarela e indígenas, o número de interessados chega, respectivamente, a 321 e 313. Segundo o CNA, apenas 9.083 dos pretendentes disseram-se indiferentes à raça.

Das 4.900 crianças cadastradas, no entanto, 2.272 (ou 46,37%) são pardas. Outras 916 são negras, 35 são amarelas e 29, indígenas. Crianças brancas somam 1.657 (ou 33,82% do total).

Outro obstáculo é a faixa etária. Segundo o CNA, 4.947 (ou 18,37%) dos que desejam adotar crianças querem bebês de até um ano de idade. Crianças entre um e dois anos de idade têm 5.383 (ou 19,98%)  interessados. Para crianças entre dois e três anos, o número de pretendentes chega a 5.549 (20,60%). De acordo com o cadastro, crianças acima de quatro anos são maioria. No entanto, o número de pretendentes para esse grupo cai gradativamente.

Ainda outro problema, de acordo com o CNA, é a indisposição dos candidatos em adotar grupos de irmãos. Dos cadastrados, 22.341 desejam  adotar apenas uma criança. Das crianças e adolescentes disponíveis para adoção, 3.780 têm irmãos.
 
Texto: Giselle Souza, da Agência CNJ de Notícia

Beijos

@conversinhadmae

Parabéns para nós

Olha nós aqui comemorando mais um mês de vida. Eba!!!! Hoje, o blog Conversinha de Mãe completa 11 meses de existência. Venho aqui para, mais que comemorar, agradecer a cada um de vocês a colaboração e apoio para que o blog chegasse até aqui.

Mais que isso, nosso desejo é que possamos ir ainda muito mais longe, melhorando a cada dia, mas sempre procurando trazer coisas boas, discussões interessantes e muitas novidades aqui, nesse espacinho tão especial.

Parabéns para nós, para cada um de vocês. Obrigada por tudo.

Beijos adocicados e cheios de felicidade.

@convesinhadmae

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Orgulho da minha modelinho


Pense na alegria, no orgulho ao ver o resultado final do primeiro ensaio fotográfico da minha pequena Beatriz! Toda toda feliz, junto com o papai Alex, ao ver o resultado da sessão de fotos da minha amiga Márcia Pacheco, do blog Casa de Paetê e da assessoria do Shopping Riomar. Na semana passada, Marcinha me fez a proposta de “emprestar” Bia para uma sessão de fotos para alguns looks das lojas de roupas infantis do shopping.


Conhecendo a filhinha que tenho em casa, que aaama fotos, não tinha como recusar. Pra ela foi uma felicidade só. Maior ainda depois que Marcinha disse que ela seria a modelinho. Pronto. Incorporou e foi com tudo. Contou pra todo mundo e não via a hora de chegar o dia das fotos.


Desinibida que só ela (totalmente o oposto da mãe), não se encabulou hora nenhuma. Pelo contrário, ficou foi dando sugestões a Márcia, quando não ficava toda elétrica, chameguenta. Eu e Alex, claro, fomos juntos, para ficar babando a pequena. Uma delícia! Delícia mesmo. No final de tudo (que pra ela não foi nada cansativo), ainda foi presenteada por Marcinha com deliciosos cupcakes. Tem como não amar. Ela, pelo menos, ficou fã. Disse que quer ser modelo sempre. Aí, Jesus!!!!


O resultado ficou lindo (modéstia à parte). Também, com uma jornalista como Márcia Pacheco responsável pelo texto de moda não tem como não amar. Vale a pena conferir no blog de moda do Riomar.


Aqui, alguns cliques feitos pela mamãe do making of do ensaio.


Beijos


@conversinhadmae

Montagem das fotos: Papai Alex

Nasceu Maria Catherine!

A princesinha

Foi a própria mamãe Aline Barros que anunciou em seu microblog no Twitter (@aline_barros) que nasceu no início da noite de hoje, neste Dia das Crianças (tem data mais sugestiva?), sua princesa, a Maria Catherine. “Nasceu a princesa....Muito obrigada, Jesus!!! Gil ao meu lado...e todoa fazendo a festa lá fora”, disse a cantora no seu perfil, logo depois do nascimento.

Mimos preparados pela mamãe Aline para os convidados

Maria Catherine veio ao mundo na maternidade Perinatal Barra, no Rio de Janeiro e nasceu pesando 3,320kg e com 49,5 centímetros. “Oi gente Maria Catherine está ótima e eu tb , ela é uma princesa!”, postou Aline.

Lembrancinha que os convidados
de Maria Catherine vão levar para casa
A pequena é fruto do casamento da cantora gospel com o pastor e o ex-jogador de futebol Gilmar Santos. Eles já tinham o Nicolas, com oito anos. E ele já tratou de deixar um recadinho no Twitter da mamãe sobre a irmã: “Minha irmã vai ser flamenguista, bjs Nicolas”. Tá certo, não?

Que Deus continue abençoando esta linda família, com muita saúde, paz e felicidade. São os votos do Conversinha de Mãe.

Beijos

@conversinhadmae

Fotos: twitter da mamãe @aline_barros

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Momentos a sós

É incrível como o corre-corre do dia a dia, sorrateiramente, muitas vezes acaba nos distanciando das coisas que realmente importam na nossa vida. Isso acontece tão de levinho que a gente nem percebe. Às vezes, é preciso um solavanco pra que a gente pare um pouco e volte as atenções para a família, esquecendo as demais coisas, que são apenas complementos.

Em determinados momentos, é preciso uma freada, para poder voltar ao eixo das coisas que realmente valem a pena na nossa vida. A gente que é casada, sabe bem como são essas coisas. Depois dos filhos, meio sem perceber vamos dividindo as atenções e acaba que algumas vezes a atenção para o maridão vai se desviando. Por isso é importante reservar sempre um tempinho apenas para os dois. Tenho me policiado e tentado me lembrar disso a cada dia.

Neste final de semana, reservamos um tempinho apenas para nós dois. Só nós, mesmo! Deixamos a filhota com a avó e passamos o sábado e domingo juntinhos. Posso dizer que foi bom d+! Tempo para conversar, para ficar a sós, para namorar, para esquecer o mundo lá fora e viver as maravilhas do nosso casamento, dos nossos 15 (maravilhosos) anos de convivência. Isso é o que importa: fazer o outro feliz e assim ser feliz também! Te amos, Alex!!!!!

Beijos

@conversinhadmae