terça-feira, 27 de setembro de 2011

Vacina contra sarampo: prazo acabando

Quem ainda não imunizou os pequenos contra sarampo deve ficar atento. A campanha de vacinação realizada pelo Ministério da Saúde será encerrada nesta sexta-feira, dia 30, nos Estados que não atingiram a meta de imunizar 95% das crianças com mais de um ano e menos de sete. Inicialmente, a campanha estava prevista para encerrar no último dia 16, mas foi prorrogada.

Segundo o último balanço do Ministério da Saúde, em todo país tinha sido atingido 95,08% da meta de imunizar pouco mais de 17 milhões de crianças na faixa etária definida. Em Sergipe (onde moro), tinham sido vacinadas 202.556 crianças contra o sarampo, o que corresponde a 97,55% da meta de 207.638 imunizações

Especialistas confirmam que a vacina é a única maneira de proteger contra o sarampo. Até mesmo as crianças que já tomaram a vacina devem ser imunizadas novamente.  A medida é muito importante para evitar que a doença não volte a circular no país, pois os últimos casos que foram registrados no Brasil foram os chamados casos importados, de pessoas que estiveram em países onde o vírus do sarampo circula, pois a doença ainda é endêmica. Este ano, até o dia 19 de julho, foram notificados ao Ministério da Saúde a ocorrência de 18 casos de sarampo no Brasil, relacionados vírus que circula na Europa, os seja, são casos importados. A informação é que, desde o ano 2000, o vírus selvagem não circula no país.

O sarampo é uma doença aguda e altamente contagiosa. Os sintomas mais comuns são febre, tosse seca, manchas avermelhadas, coriza e conjuntivite. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar. O período de transmissão varia de quatro a seis dias antes do aparecimento das manchas até quatro dias após o surgimento delas, por isso a vacina é o meio mais eficaz de prevenção.

Beijos

@conversinhadmae

Com informações do Ministério da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário