terça-feira, 21 de junho de 2011

Dicas de prevenção - queimadura


A queimadura é um dos tipos de acidentes em crianças que mais deixam sequelas permanentes. As crianças são mais vulneráveis à queimadura, pois têm a pele mais fina que a dos adultos. No corpinho delas, o alta temperatura atinge mais rapidamente.
O tratamento, na maioria das vezes, é dolorido e demorado. 

Às vezes alguns descuidos ou mesmo uma pequena falta de atenção podem causar uma tragédia. É uma tomada sem proteção, o cabo da panela que ficou para fora do fogão ou materiais inflamáveis que deixamos ao alcance das crianças. A cozinha é a grande área de risco no que se refere a queimadura em crianças.

Então, a atenção deve ser redobradíssima no local. Na hora de preparar os alimentos, deve ser lei: CRIANÇA FORA DA COZINHA, para evitar acidentes, não só agora no período junino, mas sempre.

A ONG Criança Segura dá algumas dicas de como proteger as crianças de queimaduras e o blog Conversinha de Mãe traz algumas delas para vocês. Mais informações no site www.criancasegura.org.br:

Como proteger a criança de uma queimadura

• Mantenha a criança longe da cozinha e do fogão, principalmente durante o preparo das refeições;

• Cozinhe nas bocas de trás do fogão e sempre com os cabos das panelas virados para trás, para evitar que as crianças virem os conteúdos sobre elas. O uso de protetores de fogão é um cuidado a mais para evitar que a criança tenha acesso às panelas;

• Evite carregar as crianças no colo enquanto mexe em panelas no fogão ou manipula líquidos quentes. Até um simples cafezinho pode provocar graves queimaduras na pele de um bebê;

• Quando estiver tomando ou segurando líquidos quentes, fique longe das crianças;

• Não utilize toalhas de mesa compridas ou jogos americanos. As mãozinhas curiosas podem puxar estes tecidos, causando escaldadura ou queimadura de contato;

• Durante o banho do bebê: coloque primeiro a água fria e verifique a temperatura da banheira com o cotovelo ou dorso da mão;

• Não deixe as crianças brincarem por perto quando você estiver passando roupa nem largue o ferro elétrico ligado sem vigilância. Cuidado com os fios dos outros eletrodomésticos. Se possível, mantenha-os no alto;

• Fogos de artifício devem ser manipulados por profissionais e NUNCA por crianças.
Nas festas juninas não permita brincadeiras com balões ou de saltar fogueira.

• As tomadas devem estar protegidas por tampas apropriadas, esparadrapo, fita isolante ou mesmo cobertas por móveis;

• Fios elétricos devem estar isolados e longe do alcance das crianças;

• Só permita que as crianças empinem pipas em campos abertos, com boa visibilidade, sem a presença de fios e postes de eletricidade. Oriente-as quanto aos riscos do uso do cerol e de retirar a pipa caso enrosque na rede;

• Não deixe fósforos, isqueiros e outras fontes de energia ao alcance das crianças;

• Guarde todos os líquidos inflamáveis em locais altos e trancados, longe do alcance das crianças;

• Muito cuidado com o álcool. Ele é responsável por um grande número de queimaduras graves em crianças. Guarde o produto longe do alcance delas. Não deixe que ele faça parte da brincadeira, principalmente quando já houver alguma fogueira ou chama por perto. O mais seguro é substituir qualquer versão de álcool por outros produtos de limpeza doméstica, como água e sabão;

• Nunca jogue álcool engarrafado sobre chamas ou brasas, nem utilize este produto para cozinhar. O álcool poderá explodir, provocando queimaduras graves ou até fatais;

• Velas ou candeeiros acesos em móveis de madeira, perto de cortina, mosquiteiro ou colchões podem causar incêndio em poucos minutos;

• Só acenda velas em recipientes fundos (como jarros de vidro) ou num prato fundo com água;

• Apague velas e candeeiros quando sair de casa, mesmo que seja uma ida a casa da vizinha;

• Deixe itens inflamáveis como roupas, móveis, jornais e revistas longe da lareira, do aquecedor e do radiador;

• Tire todos os aquecedores portáteis do alcance das crianças;

Fonte: ONG Criança Segura

Nenhum comentário:

Postar um comentário