domingo, 30 de janeiro de 2011

Passeio SOS Criança: nós fomos

Eu, Alex e Bia, na concentração do passeio

Não podíamos deixar de participar, claro! Fomos sim, eu, Bia e Alex, ao Passeio Ciclístico do SOS Criança, que aconteceu no último sábado. Nós e outras dezenas de pessoas comparecemos ao primeiro grande ato do movimento, para despertar a atenção de outros pais para a importância da luta pela reabertura da pediatria na rede privada em Sergipe.

Dezenas de ciclistas, pais e crianças participaram do passeio
Não apenas pais, mas também muitas crianças foram ao passeio, que contou ainda com a participação do pessoal da Bicicletada Aju. Acredito que o ato cumpriu seu objetivo de chamar a atenção. Na minha avaliação, foi bastante positivo. A imprensa esteve presente, as emissoras de TV local deram visibilidade ao evento, conseguindo multiplicar a ideia.

Alex e Bia, em entrevista à equipe da TV Atalaia/Record
O passeio ciclístico foi uma ótima oportunidade para conhecer Marcella Lima (@CellaLima), mãe de Sophia e esposa de Flávio Vasconcelos (@fpvasconcelos), já que só nos conhecíamos virtualmente; para rever Sheyla Fonseca (Sheyla_Fonseca), mãe de Dimitri e Helena e mulher de William Fonseca, que não nos víamos há muito tempo, apenas pelo Twitter; rever também Cristian Góes e tantas outras pessoas.

William e Sheyla Fonseca, com os filhos Helena
e Dimitri, também prestigiaram o evento

Bem equipados, Marcella Lima e Flávio Vasconcelos
levaram a pequena Sophia para o passeio

O ciclista Felipe Santana levou até
a cachorinha Nina para o passeio

Click para marcar o encerramento do passeio
Valeu, galera!!! Estamos juntos nisso

Sinceramente esperamos que não precisem ser realizados outros atos encabeçados pelo SOS Criança, pelo simples fato de desejar que o serviço de pediatria volte a funcionar a contento. Mas, caso isso não aconteça, estaremos aí, dispostos a colaborar e fazer nossa parte, viu Karina Drummond, representante do movimento. Afinal de contas, sou mãe, Alex é pai e queremos o melhor para nossa filha e também todas as outras crianças. É o mínimo que desejamos.

Beijos

sábado, 29 de janeiro de 2011

Leitura: aproximação desde cedo


Quando estava grávida, sempre ouvia e lia que o vínculo entre mãe (e pai também) e o filho começa antes mesmo de este vir ao mundo. As conversas tidas com o feto ainda na barriga servem para iniciar o vínculo entre pais e filhos. No caso da mãe, então, mais ainda, pois são nove meses de convivência bem próxima.

Esta semana, lendo uma matéria da revista Crescer vi uma pesquisa que mostra que a leitura para bebês, desde o iniciozinho da vida deles aqui do lado de fora, ajuda a fortalecer ainda mais esse vínculo materno. O estudo foi feito com 116 famílias no Montreal Children’s Hospital, no Canadá, e mostrou os benefícios da leitura para as crianças já nos primeiros dias de vida. Resultado: aumenta o vínculo com os pais, tem efeito tranquilizador e ajuda no desenvolvimento cerebral. Bom, né, gente?

A pesquisa foi feita com pais de bebês internados em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e apontou que a ida para casa é uma situação estressante que pode trazer dificuldades para a ligação entre pais e o bebê. No entanto, o estudo mostrou que o simples ato de ler um livro em voz alta para o bebê ajuda na aproximação das partes, facilitando esse momento.

E, segundo o estudo, esses benefícios se estendem para toda família. 69% dos pais pesquisados disseram se sentir mais próximos dos filhos, além de ter a sensação de controle. Já para os bebês, dizem os pesquisadores, a leitura funciona como um tranquilizante, deixando-os mais calmos. Sem contar outra coisa: o contato com a leitura desde os primeiros instantes de vida ajuda no desenvolvimento da linguagem e facilita, no futuro, a criança aprender a ler.

Gente, posso dizer isso por experiência própria. O estímulo que demos à nossa filha Beatriz desde os primeiros meses de vida nessa parte da leitura, sempre lendo para ela – principalmente o papai Alex –, dando livros novos, gibis, estimulando esse contato com as letras desde cedo, já está surtindo resultados. Livros e revistinhas são sua paixão. Ela não fica um dia sem “lê-los” (ela ainda não sabe ler, mas tem uma atenção tão grande e faz suas interpretações pelo que vê que parece que está lendo mesmo) e só dorme depois de ouvir alguma (ou várias) história.

Vale a pena investir nesse estímulo à leitura. Ganham nossos pequenos e nós também, estando cada vez mais perto deles.

Beijos

Com informações da revista Crescer (www.revistacrescer.com.br) 

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Sábado é dia de pedalar

Filtro solar preparado, tênis e bicicleta arrumados e muita disposição para participar do Passeio Ciclístico SOS Criança. Não dá pra esquecer. Está chegando a hora de todos os pais de Aracaju se unirem para mostrar aos hospitais e planos de saúde que estamos dispostos a entrar na “briga” pelo restabelecimento pleno do atendimento aos nossos filhos.


Nosso encontro está marcado para este sábado, dia 29, a partir das 15h30, na pista de patins da Orla de Atalaia, em frente ao restaurante Cariri. Vamos sair todos juntos para percorrer dois quilômetros mostrando toda nossa insatisfação e disposição de conseguir o objetivo, que é justamente chamar a atenção da sociedade, autoridades e, principalmente direção de hospitais e planos de saúde, para que o atendimento volte a funcionar nas urgências dos hospitais e nos consultórios.

O passeio está sendo organizado Movimento SOS Criança Aracaju, que está nessa luta há meses. Então, nos vemos lá mais tarde.

Beijos

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Conversinha de Mãe na mídia

Gente, estou feliz demais da conta. Vocês não vão acreditar, mas em pouco mais de dois meses de existência, o blog Conversinha de Mãe já rendeu pauta para o Jornal da Cidade. Pois é isto que vocês leram. O post “Cuidado na volta às aulas”, publicado no último dia 25 de janeiro, acabou servindo como sugestão de pauta para o caderno de veículos do Jornal da Cidade, editado por minha amiga Márcia Pacheco, que também é uma das responsáveis pelo blog de moda bombadíssimo Oxente Chique (www.oxentechique.blogspot.com), juntamente com as jornalistas Martha Mendonça e Rafaella Vieira.

Fiquei tão feliz quando ela me contou que iria se inspirar no post do blog para fazer uma matéria mais ampla sobre os cuidados que os pais devem ter na volta às aulas que não coube em mim de tanta alegria. Ah, é que eu acho que isso é reconhecimento pelo trabalho que tenho feito com tanto carinho aqui no blog, procurando trazer, diariamente, coisas novas e realmente interessantes para que as mamães e também o público em geral fiquem bem informados.

Matéria publicada no JC de hoje, com foto de Bia do
ano passado indo para a escola (ela está ansiosa
para a volta às aulas dela na escola nova, só no dia 07/02)

Texto destaca post publicado aqui no CM

Quis muito compartilhar com vocês esse momento de tanta alegria. E, claro, vocês, queridos leitores e seguidores, podem ajudar a fazer o Conversinha de Mãe cada dia melhor. Sugestões e até críticas podem ser enviadas para o email conversinhademae@gmail.com. Fico aguardando.

Beijos

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Cuidado na volta às aulas


A maioria das escolas de Aracaju voltou às aulas ontem. Para alguns pais, momentos de apreensão e coração apertado com o primeiro dia de aula dos filhos pequenos. Para outros alunos, dia de rever os amigos depois do período de férias. Em outros casos, dia de novidades para quem estar estreando em escola nova. Mas, enfim, retorno às aulas é sempre bom. Lembro bem dos meus tempos de escola e da expectativa que esse dia trazia.

Para as mães (e pais também), é hora de tomar alguns cuidados em prol do bem estar e segurança dos filhotes. Antes de sair de casa, verifique o peso da mochila que seu filho leva para a escola. Especialistas dizem que não exceder 10% do total do peso da criança. Se ele disser que precisa levar todo aquele material, questione à professora se realmente é necessário e se não há material que pode ficar na escola. Isso deve ser observado com cuidado, para evitar dores nas costas e até mesmo lesões na coluna vertebral.

Na saída de casa, toda atenção deve ser tomada no transporte das crianças. Se vai em veículo próprio, não esqueça de utilizar os dispositivos de segurança obrigatórios para as que têm até 10 anos, como cadeirinha e acento de elevação. Depois dessa idade, o cinto de segurança continua obrigatório. Além de dar segurança aos pequenos, evita o pagamento de multas, já que a fiscalização foi intensificada nesse sentido agora com a volta às aulas.

Se você optou pelo transporte escolar pago, MAIS ATENÇÃO AINDA!!! Só contrate profissional que esteja cadastrado na Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) e mesmo assim tenha o cuidado de observar todos os itens de segurança obrigatórios que eles têm que cumprir, pois estão no Código de Trânsito Brasileiro: cinto de segurança para todos, acompanhante, ter passado por revisão, motorista habilitado e capacitado para fazer esse tipo de transporte, entre outros.

Tenha o telefone e endereço do motorista da van, peça referências dele, veja se ele tem credenciamento na SMTT ou Detran, converse com outros pais, um dia fique de longe observando como ele recepciona os alunos na porta da escola e, se possível, acompanhe até uma parte do trajeto para ver como ele conduz o veículo com as crianças. Lembre-se que você não vai estar com seu bem mais precioso no trajeto de casa para a escola e da escola para casa, olhando ele com atenção especial de mãe.

Ah, diquinhas básicas, com conselhos que a gente com certeza ouviu da nossa mãe, não podem faltar, especialmente nos dias de hoje. Lembre sempre ao seu filho de não falar com estranhos, tampouco aceitar “presentinhos” como balas e chocolates dessas pessoas. Nunca se sabe quem são e as verdadeiras intenções. É triste, mas hoje em dia a gente primeiro tem que desconfiar, para depois confiar. #étristeisso

No mais, é entregar nas mãos de Deus (como todo dia toda boa mãe faz) o dia dos nossos filhos, pedindo proteção e que eles possam ser ótimos alunos, excelentes filhos e verdadeiros cidadãos.

Beijos

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Passeio ciclístico SOS Criança


Quem é mãe, pai, avó, avô, tia ou madrinha tem um compromisso certo no próximo sábado, dia 29. É o Passeio Ciclístico SOS Criança, que acontece, a partir das 15h30, na Orla de Atalaia, em Aracaju. O ponto de saída dos participantes é a pista de patins, em frente ao restaurante Cariri, para um percurso de dois quilômetros. O objetivo é chamar a atenção da sociedade, autoridades e, principalmente direção de hospitais e planos de saúde, que os pais estão engajados e unidos na luta pela reabertura do serviço de pediatria de urgência e emergência na rede privada, em Aracaju.

O evento é promovido pelo Movimento SOS Criança Aracaju, que há meses tem encampado essa batalha. Segundo a representante do SOS Criança, Karina Drummond, o movimento procura intermediar e promover o diálogo entre as diferentes partes envolvidas no processo, buscando soluções adequadas, com o único interesse do pleno atendimento às crianças.

Mas em meio a essa luta a semana não poderia começar com uma notícia pior. A partir de hoje, pediatras de 14 planos de saúde estarão suspendendo o atendimento em consultório por um período de 15 dias, porque não conseguiram fechar acordo quanto ao reajuste no valor pago pela consulta. A informação é que a negociação se arrasta desde setembro passado. Os planos são os seguintes: Amil, Blue Life, Deso, Fusex, G.Barbosa, Gama, Geap, Golden Cross, Hapvida, Medservice, Norclínicas, OAB, Plamed e Sul América. Esse é um motivo a mais para todos se unirem.

A orientação é que os pais de crianças usuárias desses planos que necessitarem de atendimento entrem em contato com a operadora. Caso o plano de saúde se negue atender, deve ser feita denúncia à Defensoria Pública ou ao SOS Criança. Mais informações podem ser conseguidas através do blog do Movimento (http://soscriancaaju.blogspot.com) ou no telefone 79 9987-6619.

A nós, mães e pais, resta apenas se juntar a essa luta e pedir – ainda mais! – a Deus que cuide da saúde de nossos filhos, para que não precisem de atendimento médico, principalmente de urgência. Fica então o convite.

Beijos

domingo, 23 de janeiro de 2011

Tá registrado: nomes da moda


A escolha do nome do filho da gente é uma coisa muito importante. Afinal de contas, ele vai carregar isso consigo pro resto da vida. Quando estava grávida, pensei muito, escolhi várias opções, fiquei indecisa (e quem não fica em meio a tantos nomes bonitos), pois queria um nome que realmente representasse a minha filha. Hoje vejo que não fizemos escolha melhor, pois Beatriz significa “aquela que faz os outros felizes”. E é isso realmente o que ela significa para nós: felicidade, alegria transbordando, muito carinhosa.

Às vezes vejo alguns nomes de menino, para o caso de, um dia, quem sabe, eu tiver outro baby pudesse dar. Tem uns que acho forte, bonitos e tradicionais, como Artur, Benjamin ou Davi. Mas não é nada assim um pensamento de aumentar a família, apenas admiração.

Recentemente, o portal BabyCenter Brasil divulgou o ranking com os nomes mais registrados em 2010. A pesquisa se baseou em 43,8 mil nascimentos em 2010. Júlia e Gabriel continuam no topo da lista de preferência dos pais. Tem crescido a escolha por outros nomes como Davi, Miguel, Isabella, Rafaela, Calebe e Esther. Beatriz, nome da minha filhota, aparece em 6º lugar entre as meninas.

Os 10 nomes mais registrados para meninos foram Gabriel, Davi, Miguel, Arthur, Matheus, Lucas, Guilherme, Pedro, Gustavo e Felipe. Para meninas, os 10 preferidos em 2010 foram Júlia, Sophia, Isabella, Maria Eduarda, Giovanna, Beatriz, Manuela, Rafaela, Mariana e Gabriela.

Na lista dos 100 nomes mais usados, a surpresa foi a disparada do nome Elisa, que subiu 32 colocações, ficando na 63ª posição. A repercussão na mídia do sumiço da modelo Elisa Samúdio, ex-amante do goleiro Bruno, foi uma das grandes contribuições para que isso acontecesse.

Nomes com inspiração religiosa, seja de anjos ou personagens bíblicos, também têm sido muito procurados, conforme constatou a pesquisa. Entre os preferidos, Gabriel, Miguel, Rafael, Rebeca, Esther e Davi, além de Calebe, que surge como uma das novidades.

Este último é apenas uma das apostas para 2011. A lista traz ainda alguns outros do Antigo Testamento, como Levi, Israel e Moisés. Para as meninas, as opções são Hadassa, Sarah e Hannah. Nomes italianos também têm forte tendência de crescimento na preferência dos papais e mamães para os meninos, como Enzo, Lorenzo, Enrico, Dante.

Nomes antigos retornam com força total: Bernardo, Otávio, Estevão, Vicente e Heitor são alguns deles. Nomes curtos também estão em ascensão, como Levi, Igor, Yuri, Raul, Juan, Theo, Gael e Otto. Nessa mesma característica, apostas para Laís, Luna, Eloá, Íris.

A lista muitos outros nomes você confere no portal BabyCenter Brasil (http://brasil.babycenter.com/). Agora é só olhar e ficar ainda mais indeciso.

Beijos

sábado, 22 de janeiro de 2011

Abra seu coração, esvazie seu armário


Hoje comecei meu sábado com uma missão inadiável: concluir uma limpa nos guarda-roupas aqui em casa. É que há alguns dias tinha começado a tirar dos armários roupas que não estava usando mais para separar para doação, mas ainda não tinha terminado. Então, hoje não me esquivei de completar o serviço.

Gavetas e cabides do meu guarda roupas e do de Beatriz, além da sapateira, foram cuidadosamente vistoriados. Objetivo: retirar todas as peças que, embora usáveis, não vinham sendo usadas. Resultado: várias pecinhas de roupas e calçados que, com certeza, farão a alegria de várias pessoas. Para minha surpresa, encontrei, inclusive, alguns lençóis que eram do berço de Bia e que estavam ocupando uma parte do guarda-roupas e que, agora, vão servir para quem realmente está precisando.

De tempos em tempos faço sempre isso. A gente vai comprando roupa e as antigas vão sendo esquecidas e acaba que só ficam ocupando espaço, enquanto outras pessoas que precisam de verdade delas estão sem nada. Sempre que faço essa limpa as peças recolhidas já têm destino certo: Dona Augusta Lima, uma senhora lá da minha igreja que realiza um trabalho belíssimo de evangelização em presídios e nas unidades socioeducativas de internação de adolescentes, além de comunidades carentes.

Dezenas de pessoas frequentemente a procuram em busca de algumas peças de roupas e calçados. Cada doação que ela recebe é uma festa só, porque já tem um monte de gente à espera dela. Já imagino como ela vai ficar feliz com mais essa doação. E eu mais ainda, por saber que, de alguma forma, estou ajudando a fazer outras pessoas felizes. Isso faz um bem danado.

Fica então a dica: que tal aproveitar o final de semana para fazer também uma “visita” ao seu guarda-roupas, closet, sapateira para ver o que está lá esquecidinho e que pode muito bem servir a outras pessoas? Procure uma instituição beneficente que você conhece ou até já ajuda, uma igreja do seu bairro, e certamente encontrará alguém que está precisando. Com certeza você também se sentirá muito bem.

Beijos

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Brinde recebido


Eba, recebi hoje meu brinde do sorteio feito no dia 3 deste mês pelo blog Amor Maior (http://www.amormaior-se.blogspot.com), da minha amiga jornalista Karina Mendes. Meu netbook está lindo, plotadinho com a logomarca do nosso blog Conversinha de Mãe. Amei!!!! Todo rosinha, um fofo!!!

O trabalho foi feito pelos meninos da Custom’Skim, Sandro Valido (sandrovalido@jornaldacidade.net) e João Neto (joaoneto@jornaldacidade.net). Quem quiser plotar seu note ou netbook é só entrar em contato com eles. Karina, amiga, amei.

Beijos

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Finalizando a lista de material escolar na última hora

Como de alguma forma o brasileiro deixa sempre as coisas para a última hora e como o post “Hora de pesquisar na compra do material escolar” foi o segundo mais acessado aqui no Conversinha de Mãe, decidimos voltar ao tema. Faltam poucos dias para o início do primeiro semestre letivo aqui em Aracaju. A maioria das escolas particulares inicia as aulas na próxima segunda-feira, dia 24, outras no dia 31. A de minha filha só começa em 7 de fevereiro. Ela está super ansiosa, ainda mais porque este ano ela muda de colégio. Então, não vê a hora de viver essa novidade.

Para evitar as tradicionais filas nas livrarias e lojas de material escolar às vésperas do início das aulas, me adiantei e comprei 99% dos itens da lista no mesmo dia em que fiz a matrícula, ainda no final de dezembro. Pois é, meu objetivo era deixar tudo prontinho para entregar na escola bem cedo, para não ficar nada para a última hora. E não é que mesmo com todo adiantamento acabamos deixando para o último dia a entrega do material no colégio.

Aff, como eu não queria isso. Só faltavam dois itens: uma placa de isopor e o brinquedo. Fomos deixando, deixando e quando vi já era dia 19 e a data limite é amanhã, dia 21. Pra completar, acabei ficando doente e sobrou pra Alex. Pior ainda é que ontem à noite (depois dos livros e cadernos já etiquetados e forrados), quando fomos conferir a lista para ver se faltava mais alguma coisa eu me dei conta que não tinha mandado personalizar com o nome dela uns itens que precisava. Alex teve que ir correndo ver se conseguia que fizessem para entregar ainda hoje.


Livros de Bia já etiquetados e forrados


Detalhe da etiqueta que Alex
personalizou para ela


Sei que não sou a única a ter deixado para a última hora. As lojas estão cheias de pais atrasadinhos, que deixaram pra comprar tudo nos 45 do segundo tempo. É... Então, não há muito o que fazer, senão ter muuuuiiiiiiita paciência. Mas a dica é que, mesmo sem tanto tempo, faça uma pequena pesquisa de preço, para não ter prejuízo. Observe também com cuidado a lista passada pela escola. Pode haver produtos abusivos.

O Procon de Sergipe está de olho e apertando a fiscalização das listas de material que são solicitadas pelas escolas. Até o início da semana, já tinham sido registradas mais de 30 reclamações sobre os abusos cometidos na lista de material escolar. Nesses casos, as escolas podem ser até multadas.

De acordo com a diretora do órgão de proteção e defesa do consumidor, Gilsa Brito, segundo o Código do Consumidor, na relação de consumo o consumidor não pode ser colocado em desvantagem. Ou seja, as escolas só devem exigir dos pais o material que for de uso exclusivo do aluno. Nada de produtos que sejam de uso coletivo, como papel ofício, higiênico ou toalha, álcool, clips ou material descartável, ou com marcas predeterminadas.

Em seu site (www.procon.se.gov.br), o Procon listou algumas orientações aos pais de alunos. Vale a pena conferir. O Conversinha de Mãe cita aqui algumas delas. Fique atento:

1 - A lista de material escolar necessário ao aluno deverá ser divulgada pelos estabelecimentos de ensino da rede particular, no período de matrícula, acompanhada do respectivo plano de execução ou utilização dos materiais estabelecidos na referida relação.

2 - O plano de execução deve conter, de forma detalhada e com referência a cada unidade de aprendizagem do período letivo, a discriminação dos quantitativos de cada item de material escolar, seguido da descrição da atividade didática para o qual se destina, com seus respectivos objetivos e metodologia empregada.

3 - Será facultado aos pais ou responsáveis do educando optar entre o fornecimento integral do material escolar no ato da matrícula ou pela entrega parcial e parcelada, segundo os quantitativos da cada unidade de aprendizagem.

4 – A escola fica proibida, sob qualquer pretexto, de obrigar aos pais de alunos a compra de material escolar e do uniforme no próprio estabelecimento, ou com fornecedores contratados pelos estabelecimentos de ensino, pois se configura venda casada.

Então, fique de olho!!!

Beijos

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Fim de semana nota 10


Tem horas que a gente precisa dar uma parada para recarregar as baterias, senão não aguenta e pifa. É, porque a nossa vida funciona de certa forma como uma máquina. Pois bem, eu estava assim, na semana passada. A carga lá em baixo, já dando sinal que precisava ser colocada na tomada para recarregar.

E, me diga, tem coisa melhor do que um tempo com a família para isso? N-Ã-O! Por isso aproveitamos – eu, Alex e Bia – o sábado e domingo e nos mandamos para o sítio de meu avô no interior. E, o melhor, foi quase a família toda: mãe, pai, irmã, sobrinha, tias, tios, primos, foi uma festa. Eitcha coisa boa!!!!

Foram momentos maravilhosos e o bom é que esses instantes fazem a gente se lembrar que as coisas que realmente importam na nossa vida estão tão perto, são tão simples e a gente mesmo é que complica, pensando que se chega à felicidade por um caminho mais longo e difícil.

O interessante é que essa mudança de ambiente e de clima nos faz tão bem que dá para os outros perceberem. Lá pelo final da tarde de sábado, minha filha Beatriz chegou e disse bem assim: “Mãe, você está tão calma, tão mansa!”. Tomei um susto e fiquei sem entender. E ela voltou a fazer a observação. Perguntei por que e ela disse: “Nem me deu carão ainda hoje”.

Pois é, porque o estresse e as raivas que a gente tem na rua acaba “despejando” em quem está em casa, que não tem nada a ver. Mais uma vez, minha filha de apenas quatro anos me passou uma lição. É difícil, às vezes a gente faz essas coisas sem perceber, mas vou procurar estar mais atenta a isso.

No mais, foi tudo maravilhoso. Dormimos até de barraca dentro de uma casa de taipa (pena que esquecemos de tirar foto). Foi muito divertido. Pena que na segunda tudo acabou e voltamos à rotina. Mas fica tudo guardado na memória e no coração.

Beijos

E aqui alguns cliques do fim de semana

Tia Nalva, que chegou de SP, com a priminha Mariana

Minha sobrinha Yasmin tranquila (milagre! rsrsrs)
segurando a cachorrinha

Bia com a priminha Mariana

Minha mãe linda, Nataíde (By Bia)


Meu avô materno, José Alves, nosso grande patriarca,
num momento de reflexão (By Bia)

Autofoto de Bia, feita no retorno para casa
A cara da felicidade

sábado, 15 de janeiro de 2011

Porque ler faz crescer


No momento em que escrevo este post, minha filha Beatriz não sabe ainda da surpresa. É que chegaram ontem à tarde pelos Correios meu kit de livros infantis do Programa Itaú Criança, realizado pela Fundação Itaú Social. Os quatro livros são lindos: Os três porquinhos, O jogo da parlenda, Lobisomem e Bem-te-vi.

O objetivo do projeto é distribuir 8 milhões de livros da Coleção Itaú de Livros Infantis, estimulando desde cedo a leitura. A proposta da fundação é que o adulto que receber o kit possa ler os livros para as crianças com até seis anos, ajudando a despertar nelas desde cedo o gosto pela leitura. Já imagino como Bia vai gostar dessa novidade.

Mas não para por aí. A ideia do projeto é que depois de lido e relido o livro seja entregue a outra pessoa, para que possa fazer o mesmo. Ou seja, é uma ação multiplicadora que pretende “contaminar” nossas crianças com a paixão pela leitura. O kit de livros infantis pode ser pedido através do site www.itau.com.br/lerfazcrescer. A distribuição será feita enquanto durar o estoque. Ah, é gratuito.

E aí, gostou da dica?

Então, bom final de semana.

Beijos

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

De cabeça feita (por mim)!


Resultado final da minha arte. Não ficou linda? #amei

Sempre gostei de trabalhos manuais. Já bordei, fiz bijuterias, lembrancinhas, entre tantas outras coisas. Tenho jeito, viu? Rsrsrsrs, sério! Às vezes, mesmo sem tanto tempo, resolvo fazer minhas investidas no mundo da artesania. E dá certo. Bem, eu pelo menos gosto. Modesta...

Então, jeans está na moda, né? Pois bem, encontrei umas tiarinhas jeans na loja Bijou Arts (tanto nas lojas do centro e no Shopping Riomar, em Aracaju) e na hora imaginei fazer umas customizações nelas para que minha filhota Beatriz pudesse usar o acessório um pouco diferenciado.

Para isso comprei uns botões bem coloridos e um tipo de fita com florzinhas para aplicar nelas. É bem fácil , baratinho e achei bem legal. Você vai precisar de:


Materiais que usei para personalizar as tiaras

- Tiara jeans (R$ 2,90)
- 20 botões coloridos (R$ 0,20 a unidade)
- 30 cm de fita decorativa (R$ 4,00 o metro)
- Cola de silicone (R$ 0,50 a unidade)
- Pistola de cola de silicone

Você pode personalizar a tiara jeans ao seu jeito.  Ideias não vão faltar, basta uma visitinha a um armarinho, que tem várias opções de aviamentos e enfeites para você usar. Espero que tenham gostado. Fica a dica.

Beijos

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Balanço positivo


Hoje tenho motivos a mais para comemorar. É que há exatos dois meses ia ao ar o primeiro post do blog Conversinha de Mãe. Ah, gente, com tem sido legal compartilhar com vocês, a cada dia, um assunto sobre o universo maternal, coisas sobre crianças e dicas.

São apenas 60 dias, mas diariamente tenho me surpreendido com a receptividade de vocês, leitores fiéis. Tenho motivos demais para comemorar. Nesse curto espaço de tempo conquistamos 67 seguidores e alcançamos mais de 2.600 acessos. No período, realizamos nosso primeiro sorteio e nos surpreendemos com a participação de 73 pessoas. Um ótimo resultado para uma primeira experiência

Desejamos continuar crescendo, trazendo sempre novidades, conteúdo ainda mais interessante, dicas e discutindo assuntos bem legais e atuais. Esperamos contar sempre com sua visita e colaboração. Que novos seguidores cheguem, que novos desafios continuem nos impulsionando a buscar melhorar sempre. Vida longa ao Conversinha de Mãe. É o que, sinceramente, desejo.

Parabéns para nós!!!!

Beijos

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Crianças nas redes sociais. Mas já?

Confesso: sou viciada em internet. Meu e-mail fica aberto o dia inteiro, não consigo ficar sem acessar o Twitter e agora estou amando fazer este blog. #prontofalei. Agora, a exemplo de outras coisas, acho que tudo tem seu tempo. Como mãe, sou rígida em determinados assuntos. Por exemplo, nunca fui de fazer da televisão uma babá eletrônica para minha filha Beatriz. Lá em casa, o aparelho de TV fica no meu quarto e não temos TV a cabo com aqueles tentadores canais de conteúdo exclusivo para crianças, cheios de desenho e programinhas.

Sempre preferimos estimulá-la a brincar, olhar seus livros e gibis, ao invés de optar pela programação infantil da TV. Agora, especificamente, nessas férias, é que ela está assistindo um pouco mais de televisão. Mesmo assim com tempo cronometrado, programação fiscalizada e nada de ficar tanto tempo sozinha com o controle remoto.

Acesso à internet, então, é coisa raríssima que a gente libera. No máximo brincar nos joguinhos no site da Barbie, Turma da Mônica, Turma do Smiliguido ou Crianças Diante do Trono. A internet é uma ferramenta maravilhosa, reconheço. Mas acho também que é um mundo muito grande e perigoso para crianças e adolescentes. Pelo que a gente ouve e vê percebe que é tão fácil ser enganado por quem está do outro lado da telinha.

Que me perdoe quem pensa diferente, mas acho uma leviandade permitir o acesso de crianças e até adolescentes de determinadas idades e sem maturidade a site de relacionamento como Orkut, Facebook e até mesmo MSN. Como pais devemos ter muito cuidado com tudo que cerca nossos pequenos. Acho que as crianças devem conhecer a até começar a se acostumar com o cyber espaço. Mas que sejamos nós, pais, a acompanhá-los nos primeiros passos desse novo caminho.

Numa dessas navegadas pela net descobri que já existem algumas redes sociais voltadas para a criançada, como o Club Penguin (www.clubpenguin.com.br) e o Migux (www.migux.com.br), que possuem conteúdo desenvolvido especialmente para as crianças, com atividades voltadas para elas.

Esta é a nova cara dos personagens do Sítio
que estarão na rede social


A novidade é que ainda no primeiro semestre desse ano estará no ar a primeira rede social infantil brasileira: Mundo do Sítio, criada inspirada a obra de Monteiro Lobato. Ah, quem não teve sua infância povoada pelas deliciosas histórias da Dona Benta, Tia Anastácia, Emília, Narizinho, Pedrinho e Visconde e todos os personagens que têm encantado gerações. Além de ser em português – o que já é uma vantagem para os nossos pequenos – o conteúdo do Mundo do Sítio será bem brasileiro, com mais de 30 atividades ligadas à nossa cultura e nosso cotidiano.

A rede, voltada para crianças de cinco a 10 anos, será dividida em Reinos, como a “Terra Encantada da Sabedoria”, onde a garotada poderá brincar com jogos educativos e ouvir histórias. O site também pensou na segurança dos pequenos. Para isso, para participar elas terão que indicar no cadastro o e-mail do pai ou da mãe, que irão autorizar se o filho vai poder fazer parte da rede e participar de suas atividades. Com isso, os pais vão poder também acomanhar o que os filhos fazem no Mundo do Sítio, através do “Cantinho dos Pais”. O conteúdo foi desenvolvido numa parceria entre educadores e profissionais.

 
Embora o site ainda esteja sendo finalizado para iniciar as atividades ainda no primeiro semestre desse ano, os pais já podem se cadastrar para ter uma noção de como vai ser (http://www.mundodositio.com.br/institucional/teaser.xhtml). Eu já me cadastrei. Achei o site bem legal. Acho que vale experimentar. Fica a dica.

Beijos

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Todos alerta contra a dengue

Não vou negar que fiquei um pouco assustada com a notícia divulgada pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, de que Sergipe está entre os 16 estados do país com risco muito alto de epidemia de dengue no Brasil. Acredito que isso deve ser motivo de preocupação para todo mundo, afinal de contas, a proliferação da dengue é uma coisa que diz respeito a todos nós, até porque não adianta eu me cuidar se meu vizinho não, porque continuo no risco do mesmo jeito.

No novo mapa da dengue no país divulgado pelo Ministério da Saúde, Sergipe, Acre, Amazonas, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Tocantins, Mato Grosso, Espírito Santo e Rio de Janeiro são os estados com alto risco de enfrentar epidemia neste começo de ano. Roraima, Amapá, Goiás, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul estão com risco alto para a dengue e também precisam reforçar as ações de prevenção e combate à doença.

A cidade de Aracaju, onde moro, está entre os 70 municípios prioritários para o controle inicial da dengue. Isso porque, infelizmente, a capital sergipana está entre os 36 municípios classificados como área de risco muito alto no grupo dos 70 (há ainda as áreas de risco alto e moderado).


A dengue é transmitida através da picada do mosquito aedes aegypti contaminado com o vírus da doença. Os sintomas mais comuns são febre, dores no corpo, principalmente nas articulações e dor de cabeça. Também podem aparecer manchas vermelhas pelo corpo, sangramento nasal e gengival, entre outros. A orientação é, ao perceber algum deles, procurar imediatamente o serviço de saúde mais próximo.


Medidas simples ajudam a prevenir
Algumas medidas simples, que qualquer um pode adotar, ajudam a combater a dengue. Entre elas, não deixar água acumulada sobre a laje; manter o saco de lixo bem fechado e fora do alcance dos animais até que seja recolhido; evitar jogar lixo em terrenos baldios; deixar a caixa d’água totalmente fechada para impedir que vire criadouro do mosquito, da mesma forma tonéis, barris e baldes com água; substituir a água por areia nos pratinhos de planta, para evitar o acúmulo de água; entre outros.

Mais informações sobre o que é a dengue, como acontece a transmissão, sintomas e tratamento podem ser obtidas no site criado especialmente pelo Minstério da Saúde (http://www.combatadengue.com.br). O mais legal é que na página há uma parte dedicada exclusivamente a crianças e educadores, com um material mostrando como quebrar o ciclo da dengue e até um joguinho de dominó sobre a dengue. Literalmente as crianças vão aprender como se proteger brincando.

Site traz conteúdo específico para o público infantil. Legal!!

Gente, vou falar: elas aprendem mesmo dessa forma. Lembro que no final do ano passado minha filha Beatriz chegou em casa quase dando uma aula sobre a dengue e seu ciclo de transmissão, tudo porque um dia na escola teve uma aula diferente, com teatrinho, mostrando como se dá todo processo. Então vale a pena conferir e fazer o download do jogo.

Parece clichê, mas não vamos deixar o mosquito atingir nossa família e vizinhos. E, para isso, a melhor maneira é se prevenir. Então, todos contra a dengue.

Beijos

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Surpresas do dia a dia

A gente que é mãe cada dia se depara com surpresas dos nossos filhos. Às vezes são coisas tão fofas que a gente nem acredita. Coisas simples, mas que nos deixam tão emocionadas e ainda mais felizes. Comigo aconteceu uma ontem que na hora pensei em compartilhar com vocês.

Íamos sair e minha filha Beatriz resolveu ir pegar sua carteira (sim, ela tem seu próprio porta-cédulas, embora quase não use. Mas para ela tem uma grande importância já ter sua carteira). Quando ela abriu, vi um pequeno desenho no lugar onde normalmente colocamos fotos. Adivinhem o que era o desenho? Uma “foto” que ela fez para me representar.

Ela fez há algum tempo e nem tinha nos mostrado. Fez por conta própria e resolveu guardar para si. Quando vi, perguntei o que era aquilo. Ela me respondeu: “É a senhora, mamãe” e me deu um abraço. Precisa dizer o que senti?

Esta sou eu, pelos traços de Bia

Hoje lembrei e contei a Alex (seu pai) que ela tinha feito um desenho meu e colocado na sua carteirinha. Ele perguntou se ela tinha feito dele também.
- “Não, né, pai”, respondeu.
- “Por quê?”, disse Alex.
- “Porque minha carteira é da Moranguinho. Então é só coisa de menina”.

E esta é a carteira onde ela me guarda

Mas, no fim das contas, ela se convenceu a fazer, também, um desenho do pai para colocar na carteira. É uma coisa simples, mas achei tão fofo que resolvi dividir com vocês. Para mim, este é o sentido de família: procurar estar sempre perto, mesmo longe, e tentar ter sempre perto de si os seus.

Beijos

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Prêmio a caminho

Uma semana depois do nosso primeiro sorteio, enviamos hoje pelos Correios o tão esperado prêmio conquistado pela nossa ganhadora Cínthia Miranda. A viagem vai ser um pouquinho longa até chegar a Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, mas em breve chega, viu, Cínthia!

Prêmio que está viajando até Porto Alegre...

...embalado com muito carinho (detalhe da etiqueta)

Gente, desde o começo esse sorteio foi feito com tanto carinho que queria que a entrega também fosse bem especial, que nossa sorteada ficasse bem feliz ao receber sua cesta de chocolates. Embrulhamos (eu e meu marido Alex) as delicinhas numa embalagem bem legal. Para que um pedaço do Conversinha de Mãe fosse lá para Porto Alegre, fizemos questão de personalizar tudo, desde as etiquetas. Espero que tenham gostado. Ah, Cínthia, nos mande uma foto de quando você receber seu presentinho. Queremos saber o que achou.

O que acharam das nossas etiquetinhas personalizadas?

Para o Conversinha de Mãe é uma satisfação fazer a primeira entrega de um sorteio realizado entre nossos seguidores. Esperamos que esse seja apenas o primeiro de muitos. Para tanto, continuem nos seguindo e nos ajudando a conquistar novos seguidores. Enquanto isso, estaremos buscando a cada dia trazer novidades para este espacinho.

Beijos

Dica para o final de semana

Eba, chegou a tão esperada sexta-feira!!!!! Hora de pensar o que fazer com a criançada para descarregar um pouco da energia dela. A dica do Conversinha de Mãe para este final de semana é uma atração que está começando hoje, no Shopping Riomar, em Aracaju (SE). É a Fazendinha Riomar, uma opção de lazer diferente para as crianças.

Na área de estacionamento do shopping foi montado um espaço como se fosse realmente uma fazenda. Lá a garotada poderá participar de várias atividades recreativas, como pescaria, piscina de bolas, jipinho, trenzinho, touro mecânico, pintura de rosto, e ainda teatrinho de bonecos, passeio de pônei, de charrete, jogos de memória e roleta.

Fazendinha que foi montada em julho de 2010,
num shopping de Recife

Mas na Fazendinha Riomar os pequenos poderão interagir com animais de verdade, como se estivessem mesmo no campo. São pôneis, vaquinhas, galinhas, porcos e coelhos, entre outros. A proposta do projeto, que está sendo desenvolvido pela Sierra&Kelner, é unir brincadeira e conhecimento, levando a criança a outro universo diferente do seu cotidiano.

Aracaju é a primeira cidade a receber o projeto, que já é desenvolvido em Recife (PE) há 12 anos. E a partir de agora a ideia dos organizadores, Daniel Sierra e Diego Montenegro, é levá-lo para outros Estados. Para ter acesso à fazendinha o custo do ingresso é R$ 3,00 e para a utilização dos brinquedos será cobrado valores entre R$ 3,00 e R$ 6,00, dependendo do que for escolhido. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 15h às 21h30; e sábados, domingos e feriados, das 14h às 21h30.

Beijos