sábado, 4 de dezembro de 2010

Brinquedo é coisa séria: fique de olho


Fiquei um pouco ausente esses dias porque estive aproveitando os primeiros dias de férias para resolver umas coisinhas antes de pegarmos a estrada para passar alguns dias viajando em família. Nesses dois últimos dias, eu e Alex (e hoje Bia também) “batemos perna” pela cidade, no Centro e nos shoppings, e a movimentação por conta da proximidade do Natal está começando a ficar intensa.

É tanta gente na rua, mas tanta gente, que chega a dar gastura (aff...). Pelo que percebi, o pessoal está aproveitando para adiantar as compras de final de ano: roupa, calçados, presente para família e os benditos amigos secretos. Nessas minhas andanças, estive procurando o presente para o meu sobrinho Otávio que faz três anos hoje (amanhã faço um post sobre a festinha) e percebi a quantidade de opções de brinquedos e valores que variam muito.

Gente, nunca é demais lembrar que brinquedo é coisa séria. Verdade! Na hora de comprar, além de levar em conta a vontade da criança e o preço, outra coisa importantíssima é ver se ele está certificado pelo Inmetro e adequado à faixa etária da criança. Isso sempre deve ser observado. Por lei, no Brasil, todos os brinquedos – nacionais ou importados – devem ter certificado do Inmetro. A certificação de tem como objetivo evitar riscos que possam surgir na utilização normal ou por consequencia do uso indevido dos brinquedos.

Este selo do Inmetro é garantia de brinquedo certificado

Durante esse processo são realizados ensaios, como o de impacto/queda (que verifica o possível surgimento de partes pequenas e/ou cortantes, pontas agudas ou algum mecanismo interno acessível a criança); mordida (visa descobrir se o brinquedo pode gerar partes pequenas, pontas perigosas ou partes cortantes quando arrancadas pela boca); inflamabilidade (testa se o produto entra em combustão rapidamente e se o fogo se espalha pelo corpo da criança, caso passe com o brinquedo perto do fogo), e ruído (verifica se o nível de ruído do brinquedo está dentro dos limites estabelecidos na legislação), entre outros.

O Conversinha de Mãe dá algumas dicas para seus leitores sobre os cuidados na hora de comprar brinquedos. Aí vão:

- Observe se o brinquedo tem o selo do Inmetro;

- Respeite sempre a idade recomendada na embalagem do brinquedo. Ela indica se o produto é adequado à faixa etária da criança;

- Além do selo do Inmetro, os produtos importados devem trazer em sua embalagem informações como características, fabricante, importador e indicação de idade, todas em português;

- Peça sempre a nota fiscal, ela é sua garantia de compra;

Lembrando sempre dessas dicas, com certeza a garotada presenteada ficará muito feliz e você, muito tranquilo.

Beijos

2 comentários:

  1. Otimas dicas!
    obrigada pela visita, realmente a pediatria em sergipe pede socorro!
    to te seguindo, me segue tb:
    http://vidaazulerosa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Fabiana. Já estou seguindo seu blog também. Apareça sempre por aqui.

    ResponderExcluir