quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Meu filho adoeceu. Pra onde levar?



Gente, a situação está séria mesmo. Quem tem filho sabe bem o caos que está o atendimento de urgência pediátrica em Sergipe, principalmente em Aracaju. Nem adianta se achar mais protegido porque todo mês paga – caro! – por plano de saúde, pois o problema é igual para todos. Não bastava ter sido fechado serviço de urgência em pediatria no Hospital Primavera e na Clínica Renascença e do anúncio do impasse, que pode resultar também no fechamento, entre cooperativa de pediatras e a direção do Hospital São Lucas, agora a notícia da possibilidade de fechamento da urgência pediátrica da Clínica Pimpolho pegou todos de surpresa e deixou pais e mães em estado de alerta.

Daqui a uns dias não vamos ter para onde levar nossos filhos em caso de emergência ou então ter que recorrer – e superlotar ainda mais – ao serviço público. Na segunda-feira, os pais que foram até a Pimpolho receberam uma carta em que uma das diretoras da clínica, a pediatra Suzinete Dias, lamentava a possibilidade de fechamento.

“Com profunda tristeza, após 30 anos de serviço à população sergipana, a Clínica Pimpolho se depara com uma situação em que o fechamento desta urgência é praticamente inevitável. A clínica, por ser considerada um pronto atendimento de urgência de pequeno porte e sem condições materiais e de estrutura para receber e manter em tratamento crianças com quadros clínicos considerados graves, não conseguirá atender sozinha à demanda de urgência dos convênios se a urgência pediátrica do Hospital São Lucas realmente fechar”, dizia um dos trechos da carta.

A Pimpolho era uma das poucas opções, por sinal, que ainda restam aos pais na hora em que precisam de atendimento de urgência para seus filhos. Fora ele, apenas o hospital Unimed e o São Lucas continuam atendendo, ambos com um pediatra por plantão, o que também não consegue atender à demanda. E ainda assim este último em situação ainda indefinida a partir do dia 26 deste mês. Ou seja, na próxima semana podemos ter outra notícia ruim.

Pelo visto, o jeito é pedir (muito!!!) a Deus para que Ele cuide com muito zelo da saúde dos nossos filhos e que mantenha longe deles todas as viroses, gripes, resfriados, febres, dengue e outras tantas doenças que existirem neste mundo. Amém!

Beijos

Nenhum comentário:

Postar um comentário