sexta-feira, 3 de abril de 2020

Baixe gratuitamente o livro "Cuidados com seu bebê"


Grávidas e mães de bebês no primeiro ano de vida, queria deixar uma dica para vocês. É o livro “Cuidados com seu bebê”, da querida amiga pediatra Izailza Matos . E agora você pode baixá-lo gratuitamente! Vou deixar o link aqui no meu perfil, pois tenho certeza que vocês vão amar as dicas e orientações que ela traz, com toda a experiência de mais de 30 anos de medicina, como pediatra e neonatologista.

segunda-feira, 30 de março de 2020

Utilização do álcool 70% requer cuidados para evitar queimaduras

Nos últimos dias uma das coisas que certamente estão dentro de quase todas as residências do país é o álcool 70%. De uma hora para outra ele se tornou um item essencial tanto quanto cada membro da família. Ele tem sido fundamental para nos manter um pouco mais distantes do risco de ser contaminado pelo novo coronavírus. E foi justamente por conta dele ser um dos mais eficazes métodos de higienização contra esse vírus foi que depois de 18 anos ele voltou a ser liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para venda fora de lojas de material hospitalar e em farmácias. No entanto, precisamos estar bastante atentos ao poder altamente inflamável desse produto. Sua concentração em 70% faz com que esse álcool próximo a superfícies inflamáveis se espalhe facilmente.

segunda-feira, 23 de março de 2020

10 sugestões de brinquedos para fazer em casa


Não estamos de férias! E quarentena. É isso tem exigido de nós uma criatividade sem tamanho. Então trazemos 10 sugestões de brinquedos para fazer em casa e deixar esse período mais leve e divertido com os pequenos em casa.

segunda-feira, 9 de março de 2020

Avosos arrecada ovos de Páscoa para crianças e adolescentes com câncer

Para alegrar a Páscoa de crianças e adolescentes com câncer, a Associação de Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos) está arrecadando, durante todo o mês de março, ovos de chocolate que serão distribuídos na Semana da Páscoa, realizada anualmente pela instituição. Oficinas de artesanato e de culinária, uma divertida 'Caça aos ovos', Festa de Páscoa e muito mais.

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Musical “Hakuna Matata”: nova superprodução da Cia de Teatro Carlos Moreira para encantar público sergipano


Após inúmeras montagens de grande sucesso, a Cia. de Teatro Carlos Moreira retoma os clássicos e vai apresentar ao público sergipano “Hakuna Matata – O Musical”, sua mais nova superprodução, uma adaptação teatral baseada na fábula de Shakespeare. O espetáculo será levado ao palco do Teatro Tobias Barreto no dia 14 de março, às 17 horas. Serão 13 atores em cena, com 12 cenários, figurinos e coreografia impecáveis para encher os olhos dos espectadores nessa produção que vai abordar temas importantes, como a superação de desafios e a importância de não deixar que a culpa e o medo nos dominem.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Dicas para a criançada curtir o carnaval com segurança


Carnaval está aí chegando e não faltam bailinhos para a criançada curtir a festa. Seja na escola, em shoppings, eventos particulares ou públicos, a folia é certa e os pequenos e pequenas querem mais é saber de curtir. Mas, para que tudo transcorra da melhor forma possível e sem sustos, é preciso que alguns cuidados sejam tomados. O Conversinha de Mãe traz dez dicas para que essa comemoração seja só alegria, sem nenhum acidente.

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Nova “brincadeira”entre crianças e adolescentes pode levar à morte


Uma “brincadeira” que tomou conta da internet vem preocupando famílias e educadores. Trata-se do desafio “quebra-crânio”, no qual duas pessoas derrubam uma terceira e esta cai de costas, na maioria das vezes batendo a cabeça contra o chão. Uma busca rápida na internet permite encontrar diversos vídeos com esse teor, grande parte deles em ambiente escolar, onde crianças e adolescentes são provocados por colegas e acabam participando do desafio.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Cuidados com o uso da pipa podem evitar acidentes elétricos


Empinar pipa é uma das diversões mais comuns durante o verão. Há milhares de anos, o brinquedo originário na China encanta crianças, jovens e adultos em todo o mundo. Mas na hora de soltar pipa, papagaio, arraia ou quadrado, alguns cuidados são extremamente necessários para se evitar acidentes, inclusive elétricos.

Brincar próximo à rede elétrica e utilizar material cortante na linha - como o cerol e a chamada ‘linha chilena’ - são considerados os maiores riscos. A prática é proibida, com pena que pode chegar a cinco anos de prisão, e também pode causar interrupções e prejuízos no fornecimento de energia, além de provocar acidentes graves e até fatais.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Usuários do Centro de Especialidade em Reabilitação realizam mostra de telas em Aracaju


Arte, sentimento, imaginação e melhora na autoestima estão entre os benefícios observados quando os pacientes são estimulados a usar pincel e tinta. Considerando isso, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), promove a mostra “Pintando Sentimentos”, com exposição de telas retratadas por pais e usuários do Centro de Especialidade em Reabilitação (CER II).

A exposição contou com seis telas e celebrou o ano de 2019 com lutas e com a busca de melhoria da saúde física e mental. A expressão da arte através da pintura é uma possibilidade de exprimir a subjetividade do indivíduo e os efeitos benéficos são diversos, desde o alívio de tensões, enfrentamento a situações problemáticas, até o favorecimento na comunicação e o desenvolvimento de habilidades.

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Oficina HQ Cubo Mágico: Tobias Barreto

As histórias em quadrinhos têm grande potencial na formação de leitores, mas também podem ser um recurso de formação de escritores. Por meio de uma atividade muito divertida e descontraída, pessoas com diferentes idades, formações e níveis de alfabetização e letramento vão aprender sobre a estrutura das narrativas, criando uma história em quadrinhos baseada na vida do jurista sergipano Tobias Barreto.

terça-feira, 27 de agosto de 2019

Pediatra do HU conduz pesquisa sobre vacina contra a dengue

Sergipe é um dos locais que participam como centro de pesquisa da primeira vacina brasileira contra a dengue. No estado, os estudos se concentram no município de Laranjeiras, a 25km da capital Aracaju, e são conduzidos pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), sob a responsabilidade do pesquisador Ricardo Gurgel.

quarta-feira, 22 de maio de 2019

5 dicas para mães de primeira viagem


Quando um bebê nasce  todos os cuidados da família se voltam para o novo membro, tão frágil e que exige tantos cuidados. Mas, ao mesmo tempo que o recém-nascido chega ao lar, uma mãe também acaba de nascer, de estrear em um novo mundo cheio de desafios e dúvidas. Por isso, elas também precisam de um olhar especial.

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Maternidade traz desafios que precisam ser observados para evitar adoecimento

Ser mãe é... conviver com a culpa. A frase é estranha e pode parecer inadequada em uma data tão festiva como o Dia das Mães, mas retrata uma realidade que atinge muitas mulheres e que precisa ser debatida para que a maternidade seja vivenciada com alegria e liberdade. A chegada do bebê, a mudança de rotina, o fim da licença e a dúvida de voltar ou não a trabalhar são alguns dos inúmeros quesitos que influenciam no desencadeamento da culpa materna.
A psicóloga da Holiste, Raíssa Silveira, aponta que a culpa materna está muitas vezes relacionada a uma idealização construída pelas próprias mulheres, mas muito influenciada pelas construções sociais.
“O sentimento de culpa está diretamente associado a incapacidade de cumprir exigências de uma idealização internalizada, que se estabelece pelo processo de socialização. É uma questão sociocultural acreditar que o amor materno está somente embebido de romantismo e que a mãe deve fazer o possível e o impossível por um filho, mesmo que isso signifique negar seus medos e angústias”, salienta a especialista.
Uma grande fonte de culpa vem de um estereótipo idealizado de que as mães são um ser divino, heroico, beirando a perfeição e que consegue dar conta de todas as tarefas que lhe são designadas.
“A culpa é uma manifestação do medo e da angústia, ou seja, do ego, por não estar à altura desta exigência superegóica. Então, quanto mais idealizado, mais superegóico. E, às vezes, esse sentimento acaba impossibilitando mulheres de serem mães porque não se acham capazes de exercer esse papel. E as que são mães tornam-se pessoas inseguras, indecisas e com medo de educar”, alerta.
Lidando com a culpa
Segundo Raíssa, o segredo para amenizar esta culpa é entender que é impossível dar conta de tantas tarefas com perfeição e há momentos em que a mulher deverá abdicar de algumas coisas em prol de outras. 
“O segredo é aceitar que não é essa potência toda, aceitar que não é a mulher maravilha. O que vale é a qualidade da relação mãe e filho e não a quantidade. É possível ser presente sem estar presente todas as vezes. A falta é muito importante para construir o subjetivo dos filhos, de que não podem ter tudo. Se essa idealização não dá espaço para a falta, a mulher irá se questionar o tempo todo de que está em dívida com seu filho, tentando recompensá-lo, inclusive com bens materiais”, conclui. 
Depressão pós-parto
Embora extremamente romantizada, a maternidade é cheia de desafios. Alguns deles podem se transformar em patologia e necessitar de tratamento médico. É muito comum que nesta fase algumas mulheres apresentem sintomas depressivos como tristeza e desespero, alterações de humor, falta de apetite, cansaço e perda do interesse pelas atividades do dia a dia.
A psiquiatra da Holiste, Livia Castelo Branco, destaca que, quando a mulher acha que não está dando conta da nova rotina, associado a um sentimento de desesperança, de tristeza intensa e insegurança, levando a um prejuízo muito grande na relação da mãe com o filho e também com demais familiares, são sinais de alerta.
“Em geral, esses sintomas fazem parte apenas de um período chamado de ‘blues puerperal’ ou ‘baby blues’. A mãe se sente irritada, triste e com vontade de chorar. Acredita-se que esta fase esteja ligada às mudanças hormonais que acontecem nos primeiros dias após o parto e podem durar até duas semanas, quando os sintomas costumam desaparecer sem intervenção médica”, explica Livia.
No entanto, em torno de 15% dessas mulheres desenvolvem a depressão pós-parto, um quadro caracterizado por estes mesmos sintomas depressivos, só que com maior intensidade, que incluem humor deprimido na maior parte do tempo, alterações na rotina de sono, sentimento de inutilidade e desesperança e até pensamentos suicidas. Além disso, na depressão os sintomas costumam prevalecer mesmo após quatro semanas depois do parto e trazem um prejuízo na vida funcional da mulher.
Tratamento
No caso do baby blues, após a segunda semana é bem provável que os sintomas desapareçam sozinhos sem que haja a necessidade de procurar um profissional. Já para a depressão pós-parto, o tratamento varia de acordo com o nível do transtorno e de como ele afete a vida funcional da mulher. De acordo com a psiquiatra Livia Castelo Branco, “nos casos de leve a moderado, que já percebemos um prejuízo, geralmente o apoio familiar e o acompanhamento psicoterápico, ou seja, um médico psiquiatra e o psicólogo, já são suficientes. Em quadros de moderado a grave, a depender de cada caso, é que começaremos a pensar em alguma medicação”.

Beijos

Siga-nos nas redes sociais:

@conversinhademae no Instagram
www.facebook.com/conversinhademae

segunda-feira, 18 de março de 2019

Feira Literária será realizada durante Encontro de Contadores de Histórias de Sergipe


Já pode reservar a data e se organizar para garantir sua presença com as crianças na IX Feira Literária do Encontro, que acontece esta semana, nos dias 22 e 23. O evento será realizado no Centro de Criatividade, localizado na rua Dom Bosco 119, no bairro Suíssa. A entrada para o evento é gratuita e este ano contará com as presenças dos escritores Júlio Emílio Braz (RJ) – autor de mais de 150 obras de literatura infanto-juvenil, que estará relançando uma de suas mais vendidas obras, “Pretinha, eu?”. Júlio é ganhador do Prêmio Jabuti de Literatura em 1988 e tem várias premiações internacionais.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Livro “A princesa que limpou o coração” será lançado neste sábado


Escrever sempre fez parte da vida de Leidiane Nascimento desde a infância. Era no papel que ela colocava suas ideias, histórias de sonhos e fantasia. Neste sábado, o público sergipano vai poder conhecer sua primeira obra publicada, voltada para o público infantil. “A princesa que limpou o coração” é um livro que trata sobre amor, verdade e perdão.